Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Allissom
#48438
No filme "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho", acompanha-se a história de um garoto cego, o qual é o protagonista da trama. Nesse filme, a luta e os desafios diários de quem possui esta condição são retratados de maneira clara e facilmente entendível por meio desse personagem, sendo um fiel retrato ao que acontece com quem tem esta deficiência no Brasil, um país onde muitas pessoas ainda desconhecem muitos fatos sobre o assunto e os anseios de quem a possui.

Além disso é válido citar que como qualquer outra pessoa, os cidadãos deficientes visuais podem ter vidas comuns como as que não têm a mesma condição. O problema maior vem muito mais do ambiente social do que da condição do indivíduo. Esse, é um dos fatos que muitas pessoas desconhecem, já que existe aquele mito popular de que os cegos sempre precisam de ajuda. Para efeito de comprovação, qual é a primeira coisa que você, leitor, pensaria ao ver um(a) cego(a) andando pela rua mesmo que com as bengalas? "Será que ele(a) precisa de ajuda?". O nome do filme "Hoje eu quero voltar sozinho" faz jus a um desses momentos, onde o protagonista acaba querendo voltar da escola para casa sozinho, sem a companhia de amigos para o ajudar. Claro, podem ocorrer momentos em que seja necessário fazer alguma ação de gentileza, assim como também são feitas para pessoas que podem enxergar normalmente. Mas isso não quer dizer que todos as situações são momentos de realizar essa "gentileza".

Assim também pode ser citado a ideia de sempre ajudar os deficientes visuais, desde que seja para ir para algum lugar ou de realizar alguma ação. É como se eles fossem incapazes de realizar alguma ação sozinhos, o que é uma mentira certeira. É possível encontrar muitas pessoas cegas que construíram famílias, que trabalham, que estudam ou que possuem projetos de vida e sonhos assim como as não-cegas.

Como citado anteriormente, o problema maior não é a condição do indivíduo, e sim o ambiente social que ele convive. Os lugares precisam estar adaptados às necessidades do cidadão, uma missão que pelo menos neste momento, podemos concluir que ainda não foi concluída. O Brasil é um país com pouca acessibilidade, e basta sair para fora de casa que será impossível enxergar isso. As escolas não estão totalmente adaptadas para receber um aluno deficiente - e não é só apenas sobre os visuais -, o que dificulta a inserção desses indivíduos no ambiente escolar. No filme já citado, em uma das cenas onde o cenário é a sala de aula, percebe-se um certo preconceito dos alunos com o protagonista pelo fato de ele usar o Braille, sistema de leitura com o tato para cegos.

Dessa forma, a inclusão dos cegos na sociedade não precisa apenas vir como incentivo do Estado, mas também tem que vir por meio das ações da população, que por si próprios podem espalhar as mentiras que envolvem o assunto, tais como o mito de que sempre estão precisando de ajuda. Contudo, ainda é papel do governo federal incentivar os governos estaduais a garantirem a acessibilidade dos que necessitam da mesma nos ambientes públicos, como escolas, praças, parques e comércios. Na Constituição, é dito que os bens materiais devem ser compartilhados por todos, e que todos devem ser tratados de igual para igual. Dessa maneira, o bem-estar dos cegos é de suma importancia para que eles se sintam iguais aos não-cegos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da língua portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. Seu texto apresenta estrutura sintática com certa organização, porém com muitos desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual, que comprometem a compreensão das ideias.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão, ou seja, com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido a partir de considerações próximas ao senso comum ou muito próximas do que foi proposto nos textos motivadores, sem progressividade, ou ainda o texto apresenta domínio precário do tipo textual exigido, com poucas características de uma dissertação, ainda que se reconheça o tema proposto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores apresentados na proposta de redação.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta proposta de intervenção vaga, precária, frágil, superficial, ou relacionada apenas ao assunto, de forma tangencial ao tema, isto é, sem se ater ao recorte temático solicitado.

Avatar do usuário
Por marliac
#48454
Oii, é um texto dissertativo-argumentativo-argumentativo? Faça essa pergunta a si mesmo.
- Procure colocar as pontuações corretamente;
- Fuja do senso comum! Não faça questionamentos para o "leitor";
- Seja mais formal!
- Procure mais informações como dados, livros, citações para fortificar seu ponto de vista;
- Atente-se ao uso correto dos conectivos;
- Na proposta de intervenção, busque ser mais claro e indique quem vai fazer a ação/ação/meio/detalhamento e finalidade.

A constituição federal de 1988, em s[…]

“A lei de ouro do comportamento é a t[…]

GlendaMorais O cantor Cazuza morreu novo, no a[…]

Macana pvictor20 Por favor, se puder dar uma […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM