• Avatar do usuário
#82205
O Brasil é um dos países no mundo que mais sofre com a super lotação carcerária e a reincidência em crimes, principalmente pela falta de trabalho técnico por parte dos apenados que contribuem para não ressocialização desses indivíduos. Nesse sentido, cabe analisar a falta de apoio por parte da sociedade, além da falta de estrutura do sistema prisional.
Primeiramente, cabe analisar que a Lei de Execução Penal prevê que o trabalho é uma ferramenta fundamental para alcançar a ressocialização e que o Estado deverá recorrer à cooperação da comunidade. porém, ainda há falta de apoio por parte da sociedade, dificultando, assim, a ressocialização. Pois, nota-se que o trabalho, principalmente o técnico, é fundamental para reinserção do apenado na sociedade, e que esse trabalho só é encontrado na qualidade e proporção devida, fora dos estabelecimentos penais. Infelizmente, a sociedade não percebeu a sua força para dar fim à essa problemática.
Ademais, cabe ressaltar a falta de estrutura do sistema prisional, para a realização de trabalho dentro dos estabelecimentos penais. Por exemplo, a Lei de Execução Penal apesar de prever o não incentivo do artesanato, em muitos Estados como Minas Gerais e Espírito Santo ele é a principal atividade de trabalho dos apenados. Isso, lamentavelmente, dificulta a reinserção desses indivíduos marginalizados, causando muitas vezes a reincidência.
Contudo, afim de combater esses obstáculos é imprescindível que o Governo e empresas privadas e públicas, por intermédio de convênios e contratos estimulem a utilização de mão de obra e aperfeiçoamento técnico de apenados dentro e fora dos estabelecimentos prisionais. Assim, reingressar, na sociedade, através do trabalho os apenados.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#83210
Luc0960 escreveu:O Brasil é um dos países no mundo que mais sofre com a super lotação carcerária e a reincidência em crimes, principalmente pela falta de trabalho técnico por parte dos apenados que contribuem para não ressocialização desses indivíduos. Nesse sentido, cabe analisar a falta de apoio por parte da sociedade, além da falta de estrutura do sistema prisional.
Primeiramente, cabe analisar que a Lei de Execução Penal prevê que o trabalho é uma ferramenta fundamental para alcançar a ressocialização e que o Estado deverá recorrer à cooperação da comunidade. porém, ainda há falta de apoio por parte da sociedade, dificultando, assim, a ressocialização. Pois, nota-se que o trabalho, principalmente o técnico, é fundamental para reinserção do apenado na sociedade, e que esse trabalho só é encontrado na qualidade e proporção devida, fora dos estabelecimentos penais. Infelizmente, a sociedade não percebeu a sua força para dar fim à essa problemática.
Ademais, cabe ressaltar a falta de estrutura do sistema prisional, para a realização de trabalho dentro dos estabelecimentos penais. Por exemplo, a Lei de Execução Penal apesar de prever o não incentivo do artesanato, em muitos Estados como Minas Gerais e Espírito Santo ele é a principal atividade de trabalho dos apenados. Isso, lamentavelmente, dificulta a reinserção desses indivíduos marginalizados, causando muitas vezes a reincidência.
Contudo, afim de combater esses obstáculos é imprescindível que o Governo e empresas privadas e públicas, por intermédio de convênios e contratos estimulem a utilização de mão de obra e aperfeiçoamento técnico de apenados dentro e fora dos estabelecimentos prisionais. Assim, reingressar, na sociedade, através do trabalho os apenados.
Invisibilidade na sociedade

O romance filosófico "Utopia", re[…]

Olá Hospedar , tudo bem? 😺👋🏻 &[…]

SKKSKDKDK JoaoPedro72 isso é uma obr[…]

Oie, vocês poderiam corrigir minha reda&cced[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM