Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#61138
É notável realmente necessite de uma lei que puna quem dirige sob efeitos do álcool, mesmo que essa lei não funcione tecnicamente como deveria.
Levando em consideração que um automóvel, nas mãos de alguém incapaz de guia-lo, seja por efeitos de álcool ou ou drogas ilícitas, seja considerado uma arma de grande porte, é necessário que as punições para quem é pego dirigindo alcoolizado passem de homicídio culposo pars doloso, afinal parte da consciência de quem bebe e mesmo assim resolve arriscar a própria vida e a de terceiros, ainda que tenha tomado apenas 1 latinha de cerveja.
A conscientização para esse problema , traz consigo debates e processos que levam anos para serem concluídos, ou nem isso, como no caso do ex-deputado Carli Filho que foi julgado e condenado a 9 anos por dirigir sob efeitos do álcool a 170km/h em Curitiba, levando a morte 2 rapazes e deixando um vazio irreparável em suas famílias. Quanto ao deputado, seus advogados recorreram da condenação, alegando que ele é réu primário e tem bons antecedentes. Nada como ser de um clã bem "visto" na política no Paraná.
O Brasil precisa de justiça mais firmes, sem privilégios e com punições mais severas. Convém lembrar que tantas outras famílias sofrem das mesmas perdas e aguardam por justiça sem nem mesmo haver repercussão sobre os casos.
Em virtude dos fatos e situações mencionadas, não seria justo que o poder legislativo levasse mais a sério essa situação e trouxesse justiça as vítimas, tornando assim o Brasil um país de justiça e liberdade para todos os seus cidadãos? Famílias ainda aguardam por isso.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da língua portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. Seu texto apresenta estrutura sintática com certa organização, porém com muitos desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual, que comprometem a compreensão das ideias.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 60

Você atingiu aproximadamente 30% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores apresentados na proposta de redação.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

#61142
Oi, presta um pouco de atenção na distribuição de parágrafos, é interessante usar 3/4 parágrafos nas 30 linhas de redação. Amei a sua citação, mas lembra que sempre precisa colocar também de onde você tirou a informação, nesse caso, de qual jornal foi (oul, estadão, correios...). É interessante também que você tente sair um pouco do senso comum e tente aprofundar mais a sua proposta e intervenção e também você tem uma gama de conhecimentos da linguagem formal, mas as vezes misturava com linguagem informal. Enfim, espero ter ajudado, um xero
#61157
OS RISCOS DO NEGACIONISMO E COMO AMPLIAR A CONFIANÇA DA SOCIEDADE NA CIÊNCIA

Durante o período mediévico, popularmente conhecido como "idade das trevas", houve uma
produção de conhecimentos científicos bem limitada, pois a sociedade estava sobre influência
de uma monarquia absolutista teocrática, e diversos dos registros medicinais e matemáticos
eram guardados por "sete chaves" em um templo, para que impedissem de ter esse
conhecimento, entretanto parte das mulheres e homens que obtiveram foram caçados pela
igreja e tratados como bruxas e bruxos respectivamente. A partir da baixa idade média com a
chegada da peste bubônica , em 1346 , e com seu término em 1353, foi possível perceber uma
grande evolução na ciência, pois apesar de não obterem a cura, os médicos da peste
negra(conhecido por suas roupas exóticas) que eram por suas vezes: Padres, boticários,
herboristas, barbeiros e dentistas, descobriram as formas de transmissão, como prevenir e se
distanciaram do pensamento de Hipócrates de que a doença vinha através do sangue e
escreveram um livro cujo nome é "tratados da peste", que baseia-se na teoria dos 4 humores
corporais. O mundo foi avançando tecnologicamente e cientificamente, desde a época de
Leonardo Da Vinci foi possível perceber o distanciamento do pensamento de Hipócrates, pois
teve-se uma abertura no corpo humano para estudos mais aprofundados.
De acordo com o instituto Butantã, a vacina "coronavac" apresenta 100% de eficácia em
casos de hospitalização e internações, ou seja, caso a vacina seja aplicada, o indivíduo não
morre, 77,98% de eficácia em casos de sintomas leves ou de não necessitar de atendimento
médico e 50,38% de não se desenvolver o vírus. Apesar de apresentar resultados satisfatórios
e ser comprovadamente eficaz, os movimentos antivacinas e parte de movimentos políticos,
se negaram a acreditar na eficácia, e além de difamarem os esforços dos profissionais, sua
grande maioria passaram a receitar medicamentos comprovadamente ineficazes, assim
levando a milhares de mortos devido seu negacionismo.
Segundo dados do “Our world in data”, o Brasil foi um dos piores em números de
vacinação por habitantes, estando em 73º lugar entre 166 nações e territórios. Isso demonstra
o impacto que os negacionistas causaram na saúde. A própria Pfizer ofereceu 70 milhões de
doses de vacinas em agosto, entretanto o governo recusou. O próprio Dimas Covas afirmou
em notas de esclarecimentos que produções de mais de 60 milhões não foram sequer vistas e
respondidas pelo ex-ministro Eduardo Pazuello. O Brasil teve somente 10,13% de sua
população vacinada com a primeira dose e somente 2,86% das pessoas imunizadas por
completo, em contrapartida, os Estados Unidos estão com mais de 20% de sua população
vacinada, o que representa mais de 10 vezes do que a população brasileira, isso devido a
negligências e negacionismo.
Para que haja menos negacionismo científico, é necessário que se siga as seguintes
orientações: é fundamental que haja uma compartilhação de diversos tópicos sobre em
aplicativos sociais, incentivar o combate a doença, anúncios fundamentais que tratam-se a
respeito de prevenção da doença, multas para propagandas enganosas, e dentre outras
medidas.

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Laila333 , olá, boa-noite! posso sim corri[…]

Wanessa4 , olá, boa-noite! sei que voc&eci[…]

Luffynho , por nada, fico feliz em ajudar. Precis[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM