Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#37994
A partir da Revolução Industrial, diversos povos passaram
por profundas transformações não só econômicas como,
principalmente, sociais. Embora a sociedade brasileira
atual apresente contornos específicos, ainda é possível
visualizar o legado presente na questão da  inversão da pirâmide etária no Brasil. Nesse sentido, é preciso que estratégias sejam aplicadas para
alterar essa situação, que possui como causas: falta de investimentos e falta de infraestrutura.
Convém ressaltar, a princípio, que a falta de investimentos  é um fator determinante para a persistência do problema.
Segundo dados da Fundação Getúlio Vargas, a taxa de investimento no Brasil, somando setores público e privado, está no seu menor nível dos últimos 50 anos. No entanto, para agir sobre problemas coletivos, como a questão da inversão da pirâmide etária do Brasil, é preciso investimento massivo. Como há uma lacuna financeira no que tange ao problema, sua erradicação tem sido complicada.
Além disso, a falta de infraestrutura é uma barreira no que tange à questão da pirâmide etária do Brasil. A filósofa alemã Hannah Arendt defende que o espaço público
seja preservado para que se assegurem as condições da prática da liberdade e da manutenção da cidadania. Ou seja, sem uma infraestrutura pública, o cidadão é prejudicado. Esse aspecto está presente de maneira decisiva no que tange à inversão da pirâmide etária do Brasil, uma vez que há falta de investimento governamental em sua infraestrutura, o que acaba por dificultar sua resolução.
Sendo assim, é indispensável a adoção de medidas capazes de assegurar a resolução do problema. Para solucionar tais entraves, as escolas, em parceria com mídias de grande acesso, devem promover o debate de obras literárias e filmes que abordem a inversão da faixa etária. Tais discussões ocorrerão no próprio ambiente escolar, para todos os alunos, com intermédio dos professores. Além disso, tais momentos podem ser gravados e divulgados nas mídias sociais, para que outras pessoas possam refletir sobre a problemática.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Geralcinoj muito obrigada pela avaliaç&at[…]

Negligência gera desinformação[…]

Há aqueles que dizem que a arte copia a rea[…]

Desigualdade social

No Hino Nacional do Brasil, é descrita uma […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM