Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#45506
Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil registra cerca de 40 mil novos casos de HIV por ano, nas faixas de 15 e 19 anos. De maneira análoga, o livro "Depois daquela viagem" retrata a realidade de como é ser uma jovem infectada pelo HIV e como é passar pela adolescência com o estigma das IST's. Saindo da ficção, torna-se evidente a necessidade de debater acerca da falta de informação e a resistência dos jovens ao uso do preservativo.
Em primeiro plano, cabe ressaltar que a informação é o primeiro passo para se combater qualquer mal. Nesse sentido, de acordo com pesquisas realizadas pela UNAIDS, dados indicam que a infecção é mais perceptível em grupos marginalizados. Tal fato ocorre porque, na maioria das vezes, a educação e a saúde não chegam nesses espaços, assim acarretando no aumento da infecção. Além disso, o tabu da sexualidade, propagado através de valores religiosos, é um dos fatores que contribui para toda essa desinformação.
Ademais, o uso de preservativos não é algo que acompanha a vida sexual dos jovens. Nessa sequência, segundo dados publicados pelo IBGE, em 2015, 40% dos adolescentes entre 13 e 17 anos que já tinham começado sua vida sexual não usou camisinha na maioria das transas. Sendo assim, a falta de investimento, informação e conscientização, pode ser um dos motivos para esse comportamento sexual de risco.
Em síntese, cabe ao governo, por meio do Ministério da Educação com o apoio do Ministério da Saúde promover o implemento de uma educação sexual de qualidade nas escolas com a finalidade de informar e conscientizar os jovens acerca da sexualidade e a importância do uso de preservativos como principal arma contra o HIV e outras IST's, para que assim não ocorram mais histórias como a do livro Depois daquela viagem"
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A busca pela aparência perfeita

A busca descontrolada pela aparência perfeit[…]

Cogita-se que mesmo com a implantaçõ[…]

Promulgado pela constituição de 1988[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM