• Avatar do usuário
#81183
O filme "Tropa de Elite" destaca a violência urbana presente sobretudo entre as camadas mais periféricas da sociedade sob a ótica de um integrante do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). Esta violência está relacionada à natureza violenta do homem e à ineficácia dos aparatos do Estado na sua contenção.
Destarte, destaca-se o papel da natureza humana no atual cenário de violência nos grandes centros urbanos. Seja em "O Príncipe", de Maquiavel, ou em "O Leviatã", de Thomas Hobbes, o homem é tido como um ser ingrato, volúvel e violento, havendo a necessidade de instituições sociais e mecanismos como as leis que controlem esse instinto agressivo e manipulador. Estes evitariam, assim, a "guerra de todos contra todos" prevista por Hobbes e manteria o convívio em sociedade.
Contudo, o que se observa no cenário brasileiro é a falha do Estado no controle da violência. A invisibilidade de grupos marginalizados fez com que estes recorressem ao tráfico de drogas e armas e à criação de facções como mecanismos de sobrevivência ou ascensão social. Ademais, a truculência e corrupção das forças policiais, aliados à certeza da impunidade e à falta de políticas de ressocialização nos presídios corroboram para a perpetuação da violência urbana no Brasil.
É necessário, portanto, uma ação conjunta entre os diferentes ministérios do governo com a polícia na garantia dos direitos dos cidadãos de áreas periféricas, que convivem mais com essa problemática. Esta deve ser feita por meio do repasse de verbas para a construção de escolas, postos de saúde e oferecimento de espaços de lazer e policiamento efetivo, acompanhado de reformas na Polícia Civil, destituindo e punindo policiais corruptos e violentos. Assim, as pessoas dessas localidades poderão deixar de recorrer a grupos criminosos para viver, pois terão a oportunidade de mudar suas vidas através da educação, por exemplo, fazendo com que a realidade apresentada em "Tropa de Elite" seja superada.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Mylike , Jotaveh , marimoon , larissa0205 , […]

A invisibilidade dos "cidadãos"

A invisibilidade decorrente da falta de registro c[…]

Para começar sua redação, &ea[…]

Certo, muito obrigada!! Por nada!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM