Avatar do usuário
Por Mateus11111
Quantidade de postagens
#127182
A relatividade humorística e a evolução de sua perspectiva
No ano de 1914, surgia uma das principais obras cinematográficas da comédia: Carlitos repórter. Filme esse criado por Charlie — Ator, músico e comediante britânico—, que possuía um humor bem característico da época, o "pastelão", famoso por conter cenas de tropelias, violência física e fácil riso. Atualmente, esse estilo de comédia tem sido cada vez mais criticado pelo consenso de politicamente correto, sendo quase que extinto por completo. Certamente, o riso é relativo, o que é tido como engraçado por uma pessoa, pode ser ofensivo para outra, e por conta das drásticas mudanças na comédia ao longo do tempo, essa discrepância torna-se ainda mais evidente.

Essas transições tiveram vários motivos para ocorrer, mas, no geral, o fator-chave para essas mudanças foi o contexto histórico. Na época do movimento literário conhecido como trovadorismo, as chamadas "cantigas de escárnio" eram muito utilizadas como formas de expressões humorísticas e até mesmo de zombaria contra a política da época, tendo como principais alvos os padres e nobreza da época. Por outro lado, hoje o escárnio se tornou maldizer, sob um falso contexto de "riso", a sociedade esconde crimes como o racismo, homofobia e intolerância religiosa, por mais que muitos usem o argumento de que o humor é relativo, essas violações não podem ser ignoradas.

Esse meio de justificativa, por mais que não esteja incorreto, ele tende a ser amplamente generalizado. As pessoas podem ter diferentes opiniões sobre o que lhes traz o riso, não existe um único fator que possa definir isso, mas sim vários, incluindo como ocorreu a criação do indivíduo por parte de seus familiares e o seu ciclo social. Segundo John Locke, a mente humana é como uma tábula em branco, moldada pelas influências do ambiente e as experiências, corroborando a ideia de que o humor é relativo.

Enfim, é possível afirmar com certeza que o humor possuí inúmeras faces, e que conforme o passar do tempo e o amadurecimento da sociedade, elas irão aumentar ainda mais numericamente. Por mais que cada pessoa tenha seu próprio ponto de vista sobre o humor, é fato que partilhamos mutuamente entre nós uma poderosa ferramenta da comunicação humana: o riso.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por Sooofll
Quantidade de postagens Amigos
#127186
Oi, Mateus. Tudo bem?
Irei corrigir sua redação. Percebi que você melhorou muitoooo! Parabénsss!
Fico muito feliz por continuar estudando e praticando. Espero mesmo que consiga realizar suas metas!


Introdução:
No ano de 1914, surgia uma das principais obras cinematográficas da comédia: Carlitos repórter. Filme esse criado por Charlie — Ator, músico e comediante britânico—, que possuía um humor bem característico da época, o "pastelão", famoso por conter cenas de tropelias, violência física e fácil riso. Atualmente, esse estilo de comédia tem sido cada vez mais criticado pelo consenso de politicamente correto, sendo quase que extinto por completo. Certamente, o riso é relativo, o que é tido como engraçado por uma pessoa, pode ser ofensivo para outra, e por conta das drásticas mudanças na comédia ao longo do tempo, essa discrepância torna-se ainda mais evidente.

Gostei bastante do repertório! Você contextualizou muito bem.
Só tenta melhorar um pouquinho os conectivos


D1:
Essas transições tiveram vários motivos para ocorrer, mas, no geral, o fator-chave para essas mudanças foi o contexto histórico. (Conectivo) Na época do movimento literário conhecido como trovadorismo, as chamadas "cantigas de escárnio" eram muito utilizadas como formas de expressões humorísticas e até mesmo de zombaria contra a política da época, tendo como principais alvos os padres e nobreza da época. Por outro lado, hoje o escárnio se tornou maldizer, sob um falso contexto de "riso", a sociedade esconde crimes como o racismo, homofobia e intolerância religiosa, por mais que muitos usem o argumento de que o humor é relativo, essas violações não podem ser ignoradas.

D2:
Esse meio de justificativa, por mais que não esteja incorreto, ele tende a ser amplamente generalizado. As pessoas podem ter diferentes opiniões sobre o que lhes traz o riso, não existe um único fator que possa definir isso, mas sim vários, incluindo como ocorreu a criação do indivíduo por parte de seus familiares e o seu ciclo social. Segundo John Locke, a mente humana é como uma tábula em branco, moldada pelas influências do ambiente e as experiências, corroborando a ideia de que o humor é relativo. (Argumente mais sobre sua última retomada de repertório)

Conclusão:
Enfim (Utilize outro conectivo), é possível afirmar com certeza que o humor possuí inúmeras faces, e que conforme o passar do tempo e o amadurecimento da sociedade, elas irão aumentar ainda mais numericamente. Por mais que cada pessoa tenha seu próprio ponto de vista sobre o humor, é fato que partilhamos mutuamente entre nós uma poderosa ferramenta da comunicação humana: o riso.

ótima finalização!

Notas finais:
De certa forma, acho que dessa vez minha correção foi mais maleável. Percebi que, certamente, existe uma diferença entre os textos da Fuvest e do Enem.
Como os temas da Fuvest são mais subjetivos, você tem que ter mais raciocínio de sua visão com o mundo. Gostei bastante, de verdade!

Li um pouco sobre a correção da Fuvest e tentarei corrigir do mesmo aspecto.

1 compt: Desenvolvimento do tema e organização do texto dissertativo-argumentativo 0 - 20p

Nota: 15p

Percebi que usou apenas uma tese e desenvolveu elas nos dois parágrafos, era bom você ter explorado ainda mais a ideia do riso em sociedade.

2 compt: Coerência dos argumentos e articulação das partes do texto: 0 - 15p

Nota: 12p

Melhore um pouco mais os conectivos e, assim como eu falei, explore mais e argumente mais sobre o tema.

3 compt: Correção gramatical e adequação vocabular: 0 - 15p

Nota: 15p

Não achei nenhum erro gramatical.

Nota final: 42p



É isso, mateus.
Peço perdão por qualquer falha na correção. (Mas juro que tentei aprender um pouco sobre o texto da Fuvest)
Continue assim!
Bons estudos!

Continue a nadar, continue a nadar....
1
Avatar do usuário
Por Mateus11111
Quantidade de postagens
#127191
Sooofll escreveu:Oi, Mateus. Tudo bem?
Irei corrigir sua redação. Percebi que você melhorou muitoooo! Parabénsss!
Fico muito feliz por continuar estudando e praticando. Espero mesmo que consiga realizar suas metas!


Introdução:
No ano de 1914, surgia uma das principais obras cinematográficas da comédia: Carlitos repórter. Filme esse criado por Charlie — Ator, músico e comediante britânico—, que possuía um humor bem característico da época, o "pastelão", famoso por conter cenas de tropelias, violência física e fácil riso. Atualmente, esse estilo de comédia tem sido cada vez mais criticado pelo consenso de politicamente correto, sendo quase que extinto por completo. Certamente, o riso é relativo, o que é tido como engraçado por uma pessoa, pode ser ofensivo para outra, e por conta das drásticas mudanças na comédia ao longo do tempo, essa discrepância torna-se ainda mais evidente.

Gostei bastante do repertório! Você contextualizou muito bem.
Só tenta melhorar um pouquinho os conectivos


D1:
Essas transições tiveram vários motivos para ocorrer, mas, no geral, o fator-chave para essas mudanças foi o contexto histórico. (Conectivo) Na época do movimento literário conhecido como trovadorismo, as chamadas "cantigas de escárnio" eram muito utilizadas como formas de expressões humorísticas e até mesmo de zombaria contra a política da época, tendo como principais alvos os padres e nobreza da época. Por outro lado, hoje o escárnio se tornou maldizer, sob um falso contexto de "riso", a sociedade esconde crimes como o racismo, homofobia e intolerância religiosa, por mais que muitos usem o argumento de que o humor é relativo, essas violações não podem ser ignoradas.

D2:
Esse meio de justificativa, por mais que não esteja incorreto, ele tende a ser amplamente generalizado. As pessoas podem ter diferentes opiniões sobre o que lhes traz o riso, não existe um único fator que possa definir isso, mas sim vários, incluindo como ocorreu a criação do indivíduo por parte de seus familiares e o seu ciclo social. Segundo John Locke, a mente humana é como uma tábula em branco, moldada pelas influências do ambiente e as experiências, corroborando a ideia de que o humor é relativo. (Argumente mais sobre sua última retomada de repertório)

Conclusão:
Enfim (Utilize outro conectivo), é possível afirmar com certeza que o humor possuí inúmeras faces, e que conforme o passar do tempo e o amadurecimento da sociedade, elas irão aumentar ainda mais numericamente. Por mais que cada pessoa tenha seu próprio ponto de vista sobre o humor, é fato que partilhamos mutuamente entre nós uma poderosa ferramenta da comunicação humana: o riso.

ótima finalização!

Notas finais:
De certa forma, acho que dessa vez minha correção foi mais maleável. Percebi que, certamente, existe uma diferença entre os textos da Fuvest e do Enem.
Como os temas da Fuvest são mais subjetivos, você tem que ter mais raciocínio de sua visão com o mundo. Gostei bastante, de verdade!

Li um pouco sobre a correção da Fuvest e tentarei corrigir do mesmo aspecto.

1 compt: Desenvolvimento do tema e organização do texto dissertativo-argumentativo 0 - 20p

Nota: 15p

Percebi que usou apenas uma tese e desenvolveu elas nos dois parágrafos, era bom você ter explorado ainda mais a ideia do riso em sociedade.

2 compt: Coerência dos argumentos e articulação das partes do texto: 0 - 15p

Nota: 12p

Melhore um pouco mais os conectivos e, assim como eu falei, explore mais e argumente mais sobre o tema.

3 compt: Correção gramatical e adequação vocabular: 0 - 15p

Nota: 15p

Não achei nenhum erro gramatical.

Nota final: 42p



É isso, mateus.
Peço perdão por qualquer falha na correção. (Mas juro que tentei aprender um pouco sobre o texto da Fuvest)
Continue assim!
Bons estudos!

Gostaria de agradecer grandemente, é realmente lindo ver que as pessoas se esforçam pra ajudar as outras a evoluir.
Você não tinha a obrigação de aprender sobre a correção da fuvest mas mesmo assim fez, muito obrigado por isso, de coração.

Eu diria que do meu ponto de vista, faltou uma organização maior na minha redação. Eu normalmente escrevo uma todo sábado e digitalizo e reviso no domingo, começo normalmente as 23:00 e vou até as 5am, então por conta do cansaço acabo perdendo a paciência as vezes kk

Eu tentei seguir o que você disse sobre os conectivos, mas realmente tenho uma dificuldade notável em relação a eles. Essa quarta-feira que vem pretendo estudar justamente sobre isso, quem sabe assim consigo melhorar.

Uma duvida, acho que você percebeu mas ao invés de usar conectivos para iniciar o d1 e d2 eu usei pronomes (Essas, Esse). Você sabe me informar se é possível usar esses pronomes no lugar dos conectivos para ligar períodos na introdução por exemplo?

Muito obrigado novamente por toda ajuda, estarei sempre disponível para corrigir suas redações.
Abraços e bons estudosss!
0
Avatar do usuário
Por Sooofll
Quantidade de postagens Amigos
#127193
@Mateus11111, Oi, Mateus. Agradeço por suas palavras, elas são lindas.
Em relação a sua dúvida, pode sim utilizar pronomes possessivos, mas eu prefiro utilizar conectivos. Acho que isso varia de corretor para corretor, meu professor, por exemplo, exige que todos os períodos comecem com conectivos (acho que é por isso que prefiro o uso dos conectivos, peguei trauma kkkkkkk)
Toda vez que você utiliza os pronomes ou os conectivos, é justamente para se referir ao que você acabou de citar (por isso que não é necessário no primeiro período da introdução.)

Continue a nadar, continue a nadar....
1
Avatar do usuário
Por Mateus11111
Quantidade de postagens
#127194
Sooofll escreveu:@Mateus11111, Oi, Mateus. Agradeço por suas palavras, elas são lindas.
Em relação a sua dúvida, pode sim utilizar pronomes possessivos, mas eu prefiro utilizar conectivos. Acho que isso varia de corretor para corretor, meu professor, por exemplo, exige que todos os períodos comecem com conectivos (acho que é por isso que prefiro o uso dos conectivos, peguei trauma kkkkkkk)
Toda vez que você utiliza os pronomes ou os conectivos, é justamente para se referir ao que você acabou de citar (por isso que não é necessário no primeiro período da introdução.)
Obrigado pela explicação :)
1
Avatar do usuário
Por JoaoPedro72
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos
#127210
Concordo com as palavras da Sofia. Claro que a Fuvest é mais ampla do que o ENEM, e não há como eu exigir uma argumentação extremamente desdobrada, mas sinto que o tema poderia ser abordado com mais vertentes, não centralizando somente um foco argumentativo. O D2 ficou parecido a uma extensão do D1. Em relação aos outros pontos, vejo que estão bastante adequados. Ótima produção textual, mais uma vez.

Imagine uma vaca. Uma pessoa com uma mente ruim irá matá-la para comer carne. Uma pessoa com uma mente boa pegará o leite da vaca, venderá esse leite e comprará mais vacas para gerar mais leite. Não se contente com pouco, busque sempre elevar o seu nível!
2
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
As diferentes faces do riso.
por Mitt    - In: Outros temas
6 Respostas 
145 Exibições
por Mitt
A felicidade provida do consumismo FUVEST
por isabellenr    - In: Outros temas
1 Respostas 
59 Exibições
por isabellenr
2 Respostas 
116 Exibições
por yxmp
1 Respostas 
53 Exibições
por Mateus11111
1 Respostas 
24 Exibições
por Mitt
0 Respostas 
63 Exibições
por Toon23
1 Respostas 
343 Exibições
por Higorvaz
0 Respostas 
99 Exibições
por LaurenBR
0 Respostas 
43 Exibições
por Isbelle45
0 Respostas 
84 Exibições
por LoriIsAlive

Maxy Sooofll yagorodoli JoaoPedro72

Utilize o número do artigo, ao invés[…]

Texto corrigido: Segundo o educador brasileiro Pa[…]

Redação Corrigida: A vergonha e o p[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM