• Avatar do usuário
#65327
O filme “Coringa” mostra a narrativa de Arthur Fleck, um personagem fictício que além de sofrer com problemas mentais, vivencia a negligência e o preconceito de uma sociedade apática somados com uma situação social precária que o tornam fragilizado emocionalmente. Semelhante à ficção, nota-se que a realidade do protagonista é bem presente na contemporaneidade, pois muitas pessoas sofrem com este estigma. É notório que a influência dos recursos midiáticos idealizando vidas perfeitas e a pressão social por resultados nas mais diferentes etapas da vida são fatores que influenciam no aumento da fragilidade emocional na sociedade hodierna.
Primeiramente, cabe destacar que, as mídias sociais moldam e ditam a maneira de viver das pessoas, mostrando a óptica de um modelo de vida proposto que deve ser seguido. Portanto, o fato social de Émile Durkheim se aplica à esta problemática pois, para o sociólogo, os padrões de uma sociedade são exteriores ao indivíduo e ao mesmo tempo são coercitivos. Desse modo, a mídia atua como um fator que impulsiona a fragilidade mental das pessoas. Haja vista que, os sujeitos se sentem pressionados socialmente para se enquadrarem em um molde social, e sofrem com este conflito por não exteriorizar sua individualidade e por não atender ao padrão proposto pelo sistema.
Ademais, a pressão sobre os indivíduos tem se mostrado um dos fatores que mais corroboram para esta óptica atual, visto que, vive-se num sistema onde a meritocracia é extremamente difundida. E isto perpetua o pensamento freudiano ao inferir que, o ser humano desde criança é cobrado por bons resultados em tudo, porém, nem sempre isto ocorre, dessa maneira, a fragilidade emocional é resultado daqueles padrões inalcançados presentes no inconsciente. Logo, a doutrina da meritocracia é de considerável responsabilidade pelo enfraquecimento psíquico-emocional das pessoas, por não cumprirem as metas impostas pelo corpo social.
Em suma, a fragilidade emocional da sociedade contemporânea é influenciada pela coerção de um padrão de vida proposto pelos recursos midiáticos e pela pressão social exercida sobre os indivíduos. Por conseguinte, é perceptível que o meio social está afetado por emoções líquidas e instáveis, e se faz necessário que as pessoas tomem ciência de que as mídias difusoras não devem exercer coerção sobre suas personalidades. Assim como a população deve abolir de seu meio esta doutrina meritocrática de modo que venha a solidificar e fortalecer as emoções individuais de cada um.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

LeighTeabing JoaoPedro72 Higorvaz EuDavil[…]

JoaoPedro72 Higorvaz geoca obrigada pelas co[…]

Pessoal, podem me ajudar corrigindo e pontuando? A[…]

Aqui está a minha análise da sua red[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM