• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Beaaa
#77310
Francis Bacon, ao relacionar o conhecimento ao poder, afirmou que o saber fornece meios para alterar o panorama vivido. No entanto, ao observar evasão escolar no Brasil, certifica-se que a tese do filósofo diverte da realidade tupiniquim, haja vista a persistência de jovens fora das escolas. Dessa forma, para mediar a problemática, os aspectos socioculturais e governamentais serão discutidos.
É preciso considerar, antes de tudo, a mentalidade coletiva. Segundo o conceito de Normalização, de Michael Foucalt, há, na sociedade a repetição de comportamentos sem a devida reflexão crítica dessa conduta. Sob tal perspectiva, quando se analisa a grande parcela de adolescentes sem concluir os estudos, verifica-se que a deliberação minuciosa sobre o assunto em questão intensifica o revés uma vez que, por falta de incentivo familiar permanece a frequência de alunos fora das escolas. Com isso, torna-se imprescindível a discussão para atenuar o impasse.
Além disso, merece ênfase o quesito estatal. De acordo com John Locke, por meio do Contrato Social, o Estado deve garantir o bem coletivo. Entretanto, o aumento da evasão escola dos cidadãos brasileiros contrasta o ideal do filósofo, tendo em vista a falta de ausência de fiscalizações governamental sobre o impasse, o que agrava atrasos na aprendizagem. Destarte, vê-se a importância da atuação do Estado na resolução do porém.
Depreende-se, portanto, que o viés necessita ser solucionado. Logo, a mídia, por intermédio de programas televisivos de grande audiência irá discutir o assunto com professores, com o objetivo de mostrar as reais consequências do problema, apresentar visão crítica e orientar os espectadores. Essa medida ocorrerá por meio de elaboração de um projeto estatal, em parceria com o Ministério das comunicações. Em adição, o congresso Nacional, por intermédio da Constituição Federal, invistam em escolas, para amenizar tal exposto. Desse modo, com a visão crítica de Foucalt, e o contrato social de Locke, a sociedade terá esse panorama mudado, como enfatizou Francis Bacon.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por Beaaa
#77335
Beaaa escreveu:Francis Bacon, ao relacionar o conhecimento ao poder, afirmou que o saber fornece meios para alterar o panorama vivido. No entanto, ao observar evasão escolar no Brasil, certifica-se que a tese do filósofo diverte da realidade tupiniquim, haja vista a persistência de jovens fora das escolas. Dessa forma, para mediar a problemática, os aspectos socioculturais e governamentais serão discutidos.
É preciso considerar, antes de tudo, a mentalidade coletiva. Segundo o conceito de Normalização, de Michael Foucalt, há, na sociedade a repetição de comportamentos sem a devida reflexão crítica dessa conduta. Sob tal perspectiva, quando se analisa a grande parcela de adolescentes sem concluir os estudos, verifica-se que a deliberação minuciosa sobre o assunto em questão intensifica o revés uma vez que, por falta de incentivo familiar permanece a frequência de alunos fora das escolas. Com isso, torna-se imprescindível a discussão para atenuar o impasse.
Além disso, merece ênfase o quesito estatal. De acordo com John Locke, por meio do Contrato Social, o Estado deve garantir o bem coletivo. Entretanto, o aumento da evasão escola dos cidadãos brasileiros contrasta o ideal do filósofo, tendo em vista a falta de ausência de fiscalizações governamental sobre o impasse, o que agrava atrasos na aprendizagem. Destarte, vê-se a importância da atuação do Estado na resolução do porém.
Depreende-se, portanto, que o viés necessita ser solucionado. Logo, a mídia, por intermédio de programas televisivos de grande audiência irá discutir o assunto com professores, com o objetivo de mostrar as reais consequências do problema, apresentar visão crítica e orientar os espectadores. Essa medida ocorrerá por meio de elaboração de um projeto estatal, em parceria com o Ministério das comunicações. Em adição, o congresso Nacional, por intermédio da Constituição Federal, invistam em escolas, para amenizar tal exposto. Desse modo, com a visão crítica de Foucalt, e o contrato social de Locke, a sociedade terá esse panorama mudado, como enfatizou Francis Bacon.
Avatar do usuário
Por Kayque
#77367
Sua redação está excelente. Acredito que ouve um erro de digitação com a palavra "diverge" que foi escrita "diverte" logo na introdução. A contextualização e a tese , os dois parágrafos de desenvolvimento estão bem "amarrados". Sua conclusão apresentou os 5 elementos, "agente , ação,modo/meio,finalidade e um detalhamento". Parabéns !

A logística e infraestrutura da Funda&ccedi[…]

oii gente! Quem puder corrigir minha redaç&[…]

Deivid16 3m1ly Willa Quem puder corrigir ess[…]

Eraldonunes , Davila pode corrigir pfv EuDavi[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM