Avatar do usuário
Por oiiduh
Quantidade de postagens
#123092
Através da narrativa do filme "Wall-E", onde demonstra o perigo da extravagante humana e sua relação com o meio ambiente, ao estabelecer na devastação do planeta as consequências dessa desarmônica ação. Sobre esse viés, o cenário brasileiro tem-se cada vez mais próximo da realidade do filme, visto que, a carência na educação, mediante a sustentabilidade, perdura no ensino atual, assim como, a falta de visibilidade no âmbito midiático a respeito de estratégias para promover o desenvolvimento sustentável no país.
Diante desse cenário, nota-se que o governo tem-se apresentado negligente as questões ambientais, uma vez que, a falta de estudos voltados à estratégia de sustentabilidade na grade curricular do ensino brasileira precária, posto que, a secretaria de educação como máquina estatal perdeu a sua função social, mas manteve a sua forma, caracterizando como uma "instituição zumbi", comparando o pensamento do sociólogo Zygmunt Bauman, em razão desse impasse a falta de conscientização sobre a importância de estratégias sustentáveis é um problema recorrente no Brasil. Dessa maneira, devido à falta de aprendizado, a ameaça de um futuro sem recursos naturais vem aumentando a cada dia no país.
Ademais, a carência de discursos acerca da sustentabilidade no Brasil é um dos causadores do intestino, dado que, a teoria do sociólogo Karl Marx, "O silenciamento dos discursos", remete que alguns temas são omitidos na sociedade a fim de ocultar as mazelas sociais. Acerca disso, o âmbito midiático tem-se mostrado paridade ao pensamento sociológico, onde debates sobre os meios de sustentabilidade possuem pouco destaque, visto que, a pouca divulgação da implementação de metas da agenda 2030 no Brasil possuí pouco conhecimento, assim como, o seu pregresso satisfatório das metas de sustentabilidade da agenda, que é nulo. Em suma, a ausência de visibilidade dada a impasse, resulta na falta conhecimento da sustentabilidade no país, tendo a permanência da problemática no Brasil.
Destarte, fica evidente a necessidade de que o ministério do meio ambiente, juntamente com a secretária educação, cumpra com a sua função como máquina estatal, promovendo o estudo de estratégias sustentáveis, por meio de uma regularização da grade curricular do ensino brasileiro, a fim de solucionar a falta de aprendizado sobre meios sustentáveis. Sob essa óptica, o âmbito midiático deve parar com o silenciamento das mazelas sociais, por meio de um lugar de fala maior, promovendo as ações sustentáveis e ações governamentais sobre o tema. Desse modo, retirando as pedras do caminho e distanciando o futuro do país ao cenário do filme.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

A Constituição Federal de 1988 assegura a todos os[…]

O artigo 4 da Declaração Universal dos Direitos Hu[…]

alguém poderia por favor corrigi-la? @Lauany25 @M[…]

O programa televisivo "Catalendas" con[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!