Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58735
Barão de Itaparé, um dos criadores do jornalismo alternativo durante o período da ditadura no Brasil, estava certo ao dizer : ''O Brasil é feito por nós, só falta desatar os nós''. Nesse sentido, o estigma associado às doenças mentais se apresenta como um dos nós a serem desatados. Nessa perspectiva, seja pela falta de incentivo da população, seja pela negligência governamental, o descaso com o preconceito assolado às enfermidades mentais continua afetando de forma negativa o cotidiano brasileiro, o que exige reflexão urgente.

Em primeira análise, o descaso estatal em relação às doenças de cunho mental mostra-se um desafio para aqueles que sofrem com ela, uma vez que poucos recursos são destinados pelo Estado para solucionar a vasta propagação e ascensão de tais mazelas. De acordo com o jornal britânico BBC NEWS, cerca de 33% a 67% das pessoas são prejudicadas por enfermidades mentais, no Brasil e no mundo, respectivamente. Concomitante a isso, é necessário que o Estado invista em uma forma de conter o avanço de transtornos psicológicos.

Somado a isso, a falta de incentivo ao governo pela população dificulta na execução de melhorias com relação à aceitação e, principalmente, uma diminuição de preconceitos provenientes do senso comum. Segundo o jornalista irlandês George Bernard ''O progresso é impossível sem mudanças''. Analogamente, reivindicações da sociedade são necessárias para a realização de mudanças na área da saúde.

Portanto, os problemas que visam a ascensão de doenças mentais, no Brasil, apresentam barreiras preocupantes. Para amenizar esse cenário urge que o Estado invista, por meio de verbas governamentais, na criação de ONGs que possam cessar na proliferação de sequelas e estigmas, a fim de solucionar a situação e criar uma sociedade mais saudável.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#58963
@5675675, oi!

Eu recomendaria que você estudasse mais a parte argumentativa, percebe que você só coloca os argumentos mas não os explora? Desenvolva-os mais! Sobre a conclusão, como essas ONG's irão fazer isso? Como elas poderiam parar essa proliferação de estigmas? Ficou meio vago a proposta. Também não consegui entender o D2, como a população pode ajudar nesse incentivo ao governo?

:arrow: Procure estudar esses pontos, eles irão te ajudar.

A série Grey's anatomy que é transmi[…]

Em 1992 foi criado o Ministério do Meio Amb[…]

Karol17 , aqui está! Introduç&at[…]

“A Biopirataria no Brasil”

camis23 , Muito Obrigada pela correç&atild[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM