Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#52656
A Constituição de 1988 é o documento jurídico mais importante do país, o Art. 6 ressalta que todos os indivíduos são munidos de igualdade de direitos, inerente a isso está a saúde. Contudo,o investimento no combate à doenças mentais no território nacional ainda é fraco e ineficaz.Desse modo,o estigma associado à doenças mentais está relacionado a negligência populacional e governamental em tratar do assunto.


Em uma primeira análise, de acordo com a filósofa Simone de Beauvoir "o mais escandaloso dos escândalos é que nos habituamos a eles " ,de forma análoga, percebe-se que assim se encontra a sociedade brasileira, nesse sentido, dedicar apenas o " Setembro Amarelo" para combater o suicídio é insuficiente, logo,nota-se uma sociedade egocêntrica em que está limitada apenas em cuidar da sua própria saúde mental sem se importar com o próximo, perdurando assim o preconceito.


Ademais,é importante destacar que, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) ,o Japão com 127 milhões de Habitantes possui umas taxas mais altas de suicídio no mundo,dessa maneira, as doenças mentais não são assuntos pífios que devem ser tratados com passividade.Para o sociólogo Émile Durkheim ,a sociedade é como um corpo humano ,que se diagnosticado com patologias precisa de tratamento, logo mais,os estigmas que cercam as doenças mentais precisam ser tratados.


Compreende -se ,portanto, a necessidade de combater esses obstáculos.Sendo assim,o Governo deve criar por meio do Sistema Único de Saúde (SUS),o programa chamado "Quer Conversar?",afim de ,acompanhar individualmente cada paciente para entender e tratar da doença existente.Assim,o investimento em saúde mental será menor do que tratar cidadão já doentes mentalmente.Dessa maneira, o Art. 6 da Constituição terá um maior sentido.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No documentário "Slenderman: pesadelo […]

Criei esta atividade para tentar tornar o estudo d[…]

A Declaração Universal dos Direitos […]

Liberdade de expressão

só uma dúvida, você ta em qual[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM