Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#55930
A Escravidão Moderna no Brasil

Em maio de 1888, foi sancionada a Lei Áurea (n°3.353), que declara extinta a escravidão no Brasil. Porém, atualmente, há mais de 130 anos após a sua aprovação, o trabalho escravo ainda é realidade na vida de brasileiros, por razão da desigualdade social e pela falta de fiscalização adequada.
Segundo o artigo 149 do Código Penal, trabalho escravo ou análogo ao mesmo caracteriza-se por qualquer serviço feito em condições degradantes, onde o trabalhador é submetido a esforço excessivo que possa causar danos à sua saúde e risco de vida; sofre ameaças, violências físicas, psicológicas e outros abusos.
O Brasil, apesar de ter abolido a escravidão, manteve formas de exploração análogos à exploração trabalhista. 
Segundo dados da Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), já foram libertados de trabalho escravo mais de 50.730 pessoas de 1995 até 2018. Isso mostra a necessidade de abordar essa temática que ainda é desconhecida por grande parte da população.
Como exemplo da escravidão moderna no país, está o caso de Madalena Gordiano, revelado em Minas Gerais, em 2020. Uma Brasileira negra que foi capturada quando tinha apenas 8 anos por uma família que a manteve presa para prestar serviços  em casa por mais de 38 anos, sem salário, direitos e educação.
É possível imaginar os diversos danos que uma pessoa submetida a esta violência carrega. 
Portanto, cabe à sociedade e aos órgãos influentes a tomada de medidas que valorizem os direitos e a dignidade dos trabalhadores. 
O que muda a sociedade é a educação, sendo assim, se emerge a necessidade de movimentos educacionais que aflorem a consciência humana sobre esse abuso; que incentivam a execução de denúncias contra a exploração trabalhista; a fiscalização regular, de modo eficaz. 
Pode-se afirmar que, desta forma, o trabalho forçado irá diminuir, e se este combate coletivo for levado a sério, da maneira que merece, terá como resultado o fim da escravidão.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Valorização do idoso

De acordo com o sociólogo Émile Durk[…]

Bom dia, seu texto está muito bem desenvolv[…]

Bom dia, vou colocar aqui os pontos q vc pode melh[…]

"O cidadão invisivel" trata da de[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM