Linha do tempo 1998-2019
Regras do fórum: 🚨
Esta seção é somente para discussões sobre o tema, não poste sua redação aqui!!!
Caso queira corrigir seu texto, procure a aba de correção!
  • Avatar do usuário
#55178
INSTRUÇÕES PARA A REDAÇÃO
  1. O rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
  2. O texto definitivo deve ser escrito à tinta, na folha própria, em até 30 linhas.
  3. A redação que apresentar cópia dos textos da Proposta de Redação ou do Caderno de Questões terá o número de linhas copiadas desconsiderado para efeito de correção.
  4. Receberá nota zero, em qualquer das situações expressas a seguir, a redação que:
  • tiver até 7 (sete) linhas escritas, sendo considerada "texto insuficiente".
  • fugir ao tema ou que não atender ao tipo dissertativo-argumentativo.
  • apresentar parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto.
TEXTOS MOTIVADORES
TEXTO I
empatia (s.f.)
não é sentir pelo outro, mas sentir com o outro, quando a gente lê o roteiro de outra vida. é ser ator em outro palco. é compreender. é não dizer ‘eu sei como você se sente’. é quando a gente não diminui a dor do outro. é descer até o fundo do poço e fazer companhia para quem não precisa. não é ser
herói, é ser amigo. é saber abraçar a alma.
DOEDERLEIN, J. Disponível em : http:// instagram.com/akapoeta. Acesso em: 24 jul. 2020.
TEXTO II
Penso que a nossa geração esteja repleta de pessoas empáticas. Há muitos que sabem sentir a dor do mundo e que primam por preencher a nossa atmosfera psíquica com as flores da gentileza e o perfume da gratidão. Esses seres, embora raramente tenham holofotes sobre si, são os verdadeiramente ricos e poderosos, pois são os seus gestos anônimos, as suas preces silenciosas e seus pensamentos de paz que espalham centelhas de esperança por toda a Terra. Mas é inegável que muitos ainda não tenham compreendido que as maiores mazelas do mundo se dão pela falta
de empatia dos homens. Por não saber “ser o outro”, o homem furta, rouba, violenta. O homem achincalha a fé alheia, o sonho alheio.
O homem escraviza o homem. O homem condena povos inteiros, comunidades inteiras à miséria, roubando-lhes as condições necessárias, de modo que não possam sequer enxergar a própria indignidade. É a falta da empatia que contamina o mundo com a praga do imediatismo, do consumismo, do uso indiscriminado de recursos naturais. A falta de empatia faz com que desumanizemos o outro e, com isso, nos tornemos menos humanos, mais egoístas, mais individualistas, mais competitivos e mais insanos.
Disponível em: https://www.revistapazes.com. Acesso em: 24 jul. 2020 (adaptado).

TEXTO III
A falta de empatia nas relações sociais no Brasil.png
A falta de empatia nas relações sociais no Brasil.png (148.01 KiB) Exibido 407 vezes
Disponível em: http://www.generonumero.media. Acesso em: 24 jul. 2020.

PROPOSTA DE REDAÇÃO
A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema “A falta de empatia nas relações sociais no Brasil” apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.
#55709
As relações empáticas é um processo de índole individual baseada no respeito e na capacidade de se colocar no lugar de outros indivíduos em devidas situações, tal processo é de essencial importância dentro de relações sociais e interpessoais na sociedade ao todo, em prol de uma convivências parcifica. Embora o agente preze tais características, a sociedade brasileira ainda é projetada pelo individualismo exacerbado exposto pelo preconceito, violência, desigualdade social e afins ainda presente em sua contemporaneadade.

Em primeira lugar, vale analisar o fator sociedade e a sua contribuição para com a problemática, na concepção do sociólogo francês Émile Durkheim, "O nosso egoísmo é, em grande parte, produto da sociedade". Partindo desse conceito, é viável evidênciar que uma parcela considerável do comportamento humano fora gerado, fundamentalmente, a partir dos conceitos sociais definidos pelo próprio homem, uma padronização consolidada pela sociedade brasileira, que apesar de ser diversa e que está sempre propensa a mudar, sofre por ser "escrava" de ideialismos egoístas. Sob domínio dessa padronização, isso acaba por se tornar um mecanismo de ataques de ódio para com aqueles "diferentes" de tal modelo, sem total empatia pelo outro, assim propagando preconceitos, brigas, desafetos, e até mortes.

Portanto, as atitudes egocêntricas provinda de indivíduos que foram formentada com base em idéias individualistas, requer atenção das instituições educacionais para com mais responsabilidade com a formação humanista e sua construção de valores. Assim investindo em uma base mais avançada de ensinos da sociologia e conhecimentos psicólogicos a fim de entregar-los um conhecimento mais apurado sobre a sociedade em si e sobre as emoções humanas, para torná-lo capaz de entender quanto é importante adquirir empatia pelo próximo.

Na série norte-americana “House&rdquo[…]

A situação de marginalidade do Brasi[…]

A Carta Magna de 1988, documento( ESTÁ CORR[…]

Ashiley Geralcinoj sixthero Anna01 Jenif[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM