• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Lavaguel
Quantidade de postagens
#82589
No contexto de pandemia global do Covid-19-2020-, a resposta de um casal ao serem questionados, por um fiscal público, do por que de estarem aglomerando foi alvo de repercussão nacional. Os cônjudes alegavam que não eram "meros cidadãos" e sim engenheiros. O ocorrido reflete a imagem distorcida, pelos brasileiros, de que o status social determina o nível de cidadania. Desse modo, o brasileiro médio-base da pirâmide socioeconômica- tem uma visão tão deturpada de si que até acessar os direitos promovidos pela emissão de registros civis se faz uma tarefa dispensável, o que acarreta na invisibilidade e exclusão destes
A princípio, faz-se necessário ressaltar a falta de autoestima do povo tupiniquin e como esta reflete nas estimativas de pessoas sem documentos. Sob a ótica da historiadora e professora da UFMG, Hellen Starlin, a construção de cidadania em solo brasileiro configura-se como uma difícil tarefa,numa vez que o brasileiro comum-enorme parcela de pessoas que compõe o corpo social nacional- possui preceitos negativos sob si. Nesse sentido, a vontade de obter-se, por exemplo, título de eleitor ou registro de nascimento só se faz presente quando a apresentação de tais papéis se faz obrigatória e não um comportamento que visa priorizar o exercício dos direitos e deveres da cidadania. Logo, a problemática tem caráter cultural
Outrossim, é lícito referenciar o cientista social brasileiro José Murilo de Carvalho e o conceito de Cidadão Impleto abordado em sua obra literária: Cidadania no Brasil: Um longo caminho, nesta o sociólogo afirma que cidadão é aquele que exerce seus direitos civis, sociais e políticos. Sob tal perspectiva, os brasilienses sem registro não garantem a tríade cidadã, visto que: este se faz invisível ao Estado. Dessa forma perde-se o acesso a benefícios sociais e defesa de interesses individuais. Assim, os "não identificados" ficam excluídos das dinâmicas sociais.
Portanto, medidas são necessárias para o icentivo ao alcance da cidadania em territótio nacional. O Estado-principal promotor da harmonia social- deve, por intermédio de ações monetárias financiar campanhas publicitárias em parceria com a mídia-instrumento de ampla abrangência objetivando aumentar a autoestima dos brasilienses para que, ao contrário da moça abordada na Barra da Tijuca, exerção a plena cidadania
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Redação ENEM 2021

chicao KarllaViit EuDavila Eumesmaoxi Ped[…]

Olá, alguém poderia corrigir? 😊 @An[…]

Na novela Avenida Brasil, é visto um exempl[…]

Você poderia dar uma nota para minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM