• Avatar do usuário
#82821
A obra cinematográfica "A segunda", expõe um contexto social, no qual os indivíduos, utilizam um bracelete de identificação, que apresenta seu registro pessoal no país, sendo esse necessário para uma pessoa ser considerada cidadã e detenha direitos. Analogamente, pode-se relacionar o aparelho do filme com a carteira de identidade brasileira, documento o qual grande parcela populacional ainda não detém, visto que a falta de debate e a negligência governamental influenciam nessa situação. Logo percebe-se que um indivíduo não possuir registros civis é uma problemática que afeta toda a sociedade, assim necessitando ser erradicada.
Em análise, denota-se que a pouca discussão sobre o acesso a cidadania influencia na dificuldade da manutenção de uma sociedade igualitária. Sob esse viés, o sociológo brasileiro Betinho, afirma que só é possível alcançar o desenvolvimento social cumprindo cinco pilares fundamentais, sendo esses a igualdade, diversidade, participação, solidariedade e liberdade. De acordo com essa premissa, entende-se que esses fundamentos não estão sendo praticados na sociedade e influenciam na invisibilidade social, corroborando com a não documentação pessoal, pois sem a presença de discussões sobre a necessidade destes, os índices de pessoas sem acesso a voz civil aumenta. Dessa forma impedindo a evolução social.
Em paralelo, a falta de apoio governamental aos grupos, que não foram devidamente registrados, ressalta o caráter civilizatório em situação fragilizada no Brasil. Com isso, o artigo 1° da Declaração Universal de direitos humanos das Organizações unidas, garante igualdade de direitos entre todos os civis. Diante a esse cenário, pode-se indicar que os direitos não estão sendo devidamente cumpridos, visto que para o acesso de muitos serviços sociais necessita-se de identificação. Desse modo, a conjuntura brasileira atual mostra-se a marginalização da vida civil de inúmeros habitantes.
De acordo ao citado à cima verifica-se a necessidade da garantia a cidadania e documentos civis para a população. Portanto os Ministérios -responsáveis por manter a integridade civil-, como exemplo os Ministérios da Cidadania e Educação devem atuar promovendo campanhas em escolas, buscando informar e promover debates sobre a documentação pessoal. Por conseguinte, conseguindo alcançar o desenvolvimento social predito por Betinho.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

se puderem corrigir essa redação, fi[…]

Parabéns amiga! :)

O quadro expressionista "O grito" do pin[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM