Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#52582
A famosa obra “Os Miseráveis”, de Victor Hugo, retrata a injustiça social vivenciada na França durante o século XIX. De maneira análoga, o cenário atual é fortemente marcado pelo estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira, transformando os indivíduos que possuem transtornos psicológicos nos verdadeiros miseráveis do século XXI. Logo, é possível afirmar que esse quadro é motivado, sobretudo, pela ineficiência estatal e pela influência midiática.

Em primeiro plano, é importante ressaltar que a precarização dos tratamentos psiquiátricos feita pelo Governo é uma das principais razões para a persistência dessa problemática. Segundo a ideia do Contrato Social, postulada pelo filósofo Thomas Hobbes, é obrigação do Estado fornecer serviços básicos de qualidade para que os cidadãos tenham uma vida digna. No entanto, esse ideal não é completamente exercido no país, visto que o extenso grupo de pessoas que convivem com patologias psicológicas possuem uma realidade pautada por negligências, sendo uma das primordiais a falta de investimento do setor público em áreas de saúde que buscam a promoção da saúde mental dos brasileiros.

Outrossim, nota-se que a mídia contribui fortemente para a formação e a manutenção da ideologia envolvida na estigmatização dos transtornos psíquicos. De acordo com os pensadores da Escola de Frankfurt, os veículos midiáticos influênciam diretamente no modo de pensar e agir do homem contemporâneo. Assim, a falta de informações confiáveis e de fácil acesso sobre a saúde psíquica nas grandes redes está estritamente relacionada à perpetuação do preconceito e da banalização à cerca das doenças mentais na sociedade. Além disso, famosos aplicativos, como o Instagram, estão constantemente buscando a validação da vida perfeita e geram objetivos inalcançáveis, causando uma sensação de frustação nos indivíduos que se tornam cada vez mais ansiosos e infelizes consigo mesmos.

Portanto, urge que sejam criadas medidas para reverter esse estigma. Para isso, é necessário que o Ministério da Saúde, em parceria com grandes mídias televisivas e a Internet, crie um projeto informacional que discuta sobre as características dos transtornos mentais e quais são os principais profissionais que podem tratá-los, através de propagandas, comerciais e posts explicativos nas redes sociais. Ademais, é importante salientar as diferenças entre saúde mental e doenças mentais, e como essas podem ser evitadas. Somente com medidas dessa natureza a nação será capaz de vencer essa miséria que assombra a psychê dos brasileiros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#52799
Contextualização:
A famosa obra “Os Miseráveis”, de Victor Hugo, retrata a injustiça social vivenciada na França durante o século XIX.
=Hum, e daí ?
De maneira análoga, o cenário atual é fortemente marcado pelo estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira,
=Ok, falou pouco sobre a contextualização até aqui.
transformando os indivíduos que possuem transtornos psicológicos nos verdadeiros miseráveis do século XXI.
=Compreendo, então os miseráveis (no começo da contextualização, repondendo a pergunta:e daí,exposta anteriormente) eram aqueles que eram feridos pelo ferro da injustiça (1).

Problematização:
Logo, é possível afirmar que esse quadro é motivado, sobretudo, pela ineficiência estatal e pela influência midiática.

(1)= Vê-se que entendi o motivo da obra de hugo ter brotado logo no fim da introdução. De fato, me surpreendeu muito você explicar hugo no finalzinho da contextualização. Perfeito.
Ótima introdução.

"banalização à cerca das doenças mentais na sociedade" Não sei o que é à cerca devido ambiguidade, então não vou julgar.

"em parceria com grandes mídias televisivas e a Internet" Ok, quais grandes mídias e qual parte da internet ? (defina)
"Ademais, é importante salientar as diferenças entre saúde mental e doenças mentais, e como essas podem ser evitadas." Somente jogou de qualquer forma sem amarrar com o tema.

Era para você ter falado como resolver a negligência estatal e a influência midiatica. Tengenciou fortemente. A conclusão é bonita, mas está desconexa ao que voce defendeu o texto inteiro.

"psychê" ? Pra que essa palavra ? O texto é de caráter brasileiro. No máximo pode lançar um latim,no máximo uma palavra fácil e ainda dizer que ela foi escrita em latim.

Portanto, bom tudo,menos a conclusão que não foi uma proposta elaborada ao tema desenvolvido. No máximo do máximo eu posso encarar que tu somente resolveu o desenvolvimento 2, ainda que a proposta não seja totalmente abrangente como o desenvolvimento 2 requeri. Vou dar 120 de nota vendo o máximo do máximo,ainda, para não zerar a competência 5. Assim, atribuo 920 de nota.
Nenhum erro nas demais competências.
[mention]LuisMOZI[/mention], ok sir.
[mention]emilydassis[/mention], boa redação mas atribuo 920 de nota. Parabéns.

No documentário "Slenderman: pesadelo […]

Criei esta atividade para tentar tornar o estudo d[…]

A Declaração Universal dos Direitos […]

Liberdade de expressão

só uma dúvida, você ta em qual[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM