Avatar do usuário
Por LuizGustavo7
Quantidade de postagens Amigos
#123885
No Brasil, a Constituição de 1988 assegura Educação e Trabalho como pilares do Estado Democrático, buscando o bem-estar social. No entanto, essa premissa não é efetivada para todos os deficientes auditivos, contribuindo para a desigualdade. Notoriamente, um caso que precisa ser discutido. Nesse contexto, é crucial analisar dois aspectos dessa problemática: a exclusão social perante o preconceito e a insegurança trabalhista causada do mesmo.
Primeiramente, conforme o filósofo grego Epicteto, compreende-se a importância da Educação, ressaltando que somente ela liberta o indivíduo. Entretanto, há deficientes auditivos sofrendo com a exclusão social no Brasil, o que ocasiona a ausência desse direito indispensável, uma vez que sem a possibilidade de ouvir, são tratados como indivíduos incapacitados aos que não sofrem da perda auditiva, ou seja, sem a própria liberdade segundo Epicteto, assim, agravando a exclusão social ao destratar princípios de igualdade. Essa situação foi evidenciada pela INEP, num relatório onde aponta que nos últimos 5 anos, o número de alunos surdos matriculados nas escolas reduziu em 5 milhões.
Ademais, mediante a filosofia de John Locke no "Contrato social", os cidadãos podem exercer direitos naturais, como o do Trabalho. Porém, há uma violação desse contrato no Brasil pela falta de inclusão dos surdos, pois o governo em omissão diante desse direito, prioriza outros temas em vez de focar no combate a esse preconceito, impedindo-os de prestar sua função trabalhista, a qual lutou para alcançar. Sendo assim, violando o que a Carta Magna garante.
Certamente, para inibir esse preconceito, cabe ao Estado, por meio do Ministério da Educação e do Ministério do Trabalho, promover campanhas de conscientização via variados meios de comunicação, como panfletos, por exemplo, informando sobre a importância do combate a esse preconceito mostrando que os surdos possuem um potencial igualmente, seja no aprendizado ou em exercer sua função trabalhista, além de, incentivar e capacitar o ensino da Libra - linguagem por mãos - em escolas e locais de trabalho, mesmo que tendo ou não um deficiente auditivo nela, a fim de incluir e motivar a quem sofre de que é possível, ao aprender Libra, tornar um ambiente adequado de estudos ou serviço abrindo caminhos. Destarte, não apenas combatendo essa intolerância e promovendo a inclusão, mas também em consonância com os princípios da Constituição.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
98 Exibições
por CRODARTE
5 Respostas 
195 Exibições
por Eli79
6 Respostas 
452 Exibições
por KelveSilva
7 Respostas 
234 Exibições
por MrMago
0 Respostas 
59 Exibições
por Th4isxz
0 Respostas 
84 Exibições
por deborasb
6 Respostas 
253 Exibições
por Felipe082
0 Respostas 
80 Exibições
por Luizatc04
0 Respostas 
71 Exibições
por kamilly1
0 Respostas 
41 Exibições
por Jhon05

O romance filosófico "Utopia&q[…]

A sociedade brasileira, ao longo dos último[…]

Caiunao Felipe082 Poderiam da uma olhada por […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM