• Avatar do usuário
#73615
  • Na obra “Utópia”, do escritor inglês Thomas More, é retratada uma sociedade idealizada, a qual é padronizada pela escassa reincidência de problemas. Contudo, apesar do empreendedorismo social ser um dos quesitos necessários para minorar situações de risco social e promover a melhoria das condições de vida de um círculo social, tal ação, na realidade brasileira, não é usual, visto que o combate à pobreza é ineficiente, evidenciando a distinção da obra com a conjuntura do País. Diante dessa perspectiva, cabe avaliar a falta de empatia no desenvolvimento econômico aliado às dificuldades na diminuição das desigualdades sociais.

    Diante disso, atualmente, o crescimento econômico é sempre colocado em primeiro plano escanteando os valores éticos nas ascensões sociais. Nessa concepção, o termo especismo exemplifica que o homem torna as espécies submissas às suas necessidades, tal pensamento ganhou força na Revolução Industrial, visto que a exploração dos recursos naturais é praticada de forma indiscriminada e baseada nos interesses humanos. Frente a isso, essas ações diferem dos ideais da Organização das Nações Unidas, as quais as atitudes da geração atual não podem prejudicar os recursos das gerações futuras. Logo, é evidente que a raça humana prioriza somente o presente, ato que inviabiliza o bem-estar social e consequentemente o empreendedorismo social.

    Além do mais, a desigualdade social faz parte de um sistema que exclui minorias na obtenção de oportunidades, tal fato é evidente no mercado de trabalho. Perante a isso, segundo dados do IBGE, o Brasil possui cerca de 12 milhões de desempregados, isso é um resultado da seletividade desse processo, visto que há uma intensa necessidade de qualificação profissional. Nesse sentido, a exclusão dos grupos minoritários da disputa por ocupação empregatícia, é uma consequência, muitas vezes, da falta de oportunidade, já que as pessoas pobres não conseguem uma formação de qualidade, homogeneizando socialmente os cargos de baixa renda. Portanto, o empreendedorismo social possui importância transformadora nesse processo, para que, as distinções sociais não sejam uma realidade.

    Em suma, medidas devem ser tomadas para desenvolver o empreendedorismo social, em evidência no Brasil. Dessa maneira, cabe ao Ministério do Desenvolvimento Social promover, por meio de políticas de assistência coletiva e de inclusão produtiva, a sistematização na criação de novas empresas visadas a melhorar a qualidade de vida das classes desfavorecidas. De forma que, a finalidade de uma corporação alcance benefícios transformacionais em larga escala e garanta sustentabilidade nas suas atividades. Em síntese, diante dessas soluções, o Brasil tornar-se-á um exemplo de igualdade na distribuição de oportunidades e reverta os aspectos egoístas no processo de geração financeira, assim como é previsto nos ideais da ONU.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Saúde Pública no Brasil

OLÁ! Tudo bem? Espero que seu dia estej[…]

3m1ly aaah muito obrigada pela correç&ati[…]

Consumismo no Brasil

Eraldonunes eurodrigo Gi69 Anne24 Lol[…]

Jean Jaques Rosseau, filósofo iluminista, a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM