• Avatar do usuário
#76910
A educação brasileira vem sendo negligênciada há muito tempo,apesar de atualmente a educação financeira ter sido integrada na base nacional comum curricular,esse tema é pouco difundido pelas escolas públicas,gerando assim, analfabetos de financeiros.
Uma pesquisa realizada pelo S&P Ratings Services Global Financial Literacy Survey (Pesquisa Global de Educação Financeira da divisão de ratings e pesquisas da Standard & Poor’s) revelou que o Brasil ocupa a 74ª posição no ranking global que avalia sobre alfabetização da população em educação financeira, ficando atrás de alguns dos países mais pobres do mundo, como o Zimbábue.
Cientistas afirmam que para que tenhamos um melhor aprendizado e entendimento sobre educação financeira, necessitam melhor compreender como o cérebro humano processa a tomada de decisões financeiras. Desse modo, pesquisadores têm utilizado técnicas não invasivas como o fMRI (Ressonância magnética funcional) e o EEG (eletroencefalograma) nesses estudos.
Em uma das pesquisas, a qual foi intitulada por “Neurofinance: How do We Make Financial Decisions”, os pesquisadores utilizando o fMRI descobriram que tomar decisões relacionadas a dinheiro envolvem diferentes áreas cerebrais, dentre elas, o córtex orbitofrontal, o córtex medial pré frontal, a amígdala, a ínsula, o nucleus accumbens, o estriado e outras áreas neurais. Estruturas como núcleo accumbens e ínsula estão ativadas em tomadas de decisão de risco, bem como, procura de erros durante uma decisão que envolve risco.
Nesse antigo contexto histórico que vem se arrastando ao longo de décadas,deixa-se para trás um rastro de ignorância apresentada pelo cidadão brasileiro.Vale relembrar que além da educação financeira ser matéria escolar e um direito básico garantido por lei,os especialistas garantem que esse tema é de fundamental importância para a compreensão do atual cenário do país.É necessário que os pais tenham um papel ativo na promoção da educação financeira de seus filhos e que a escola juntamente com toda a comunidade de o devido suporte às crianças.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

GabrielPB , Mylike JoaoPedro72 Alexsandro […]

São muitos os casos de impunidade do sistem[…]

Bom dia pessoal, JoaoPedro72 , muito obrigado p[…]

Agora que lembrei que não é poss&iac[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM