• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#75026
A lei 11.346 do ano de 2006, garante que a alimentação adequada é direito fundamental do ser humano e, portanto, cabe ao poder público adotar ações para promover e garantir a segurança alimentar e nutricional da população. Entretanto, a realidade proposta pelo regulamento, não condiz com a da sociedade brasileira, o que, colabora para a piora da saúde populacional. Devido as desigualdades existentes e pela falta de investimento estatal em educação alimentar.
Em primeiro lugar, é de extrema relevância, que as desigualdades sociais auxiliam para a persistência de uma má nutrição. Nessa perceptiva, a distribuição de renda irregular, um dos fatores que causa as desigualdades sociais, favorecem para que as pessoas tenham uma má alimentação. Dessa forma, grande parte da população, por possuir pouca renda, opta por alimentos menos saudáveis. Fato esse, que colabora para o aumento da obesidade. Visto que, segundo dados de 2019, do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) 60,3% da população brasileira está com excesso de peso. Dessa forma, é de extrema importância o debate sobre a educação alimentar para evitar esse cenário.
Ademais, a carência de investimentos do governo em políticas para melhorar a educação nutricional, bem como, da saúde populacional, é um dos fatores que impedem esse processo. Visto que, o Artigo 196 da Constituição Federal de 1988, garante a todos o direito à saúde. Nesse viés, mais investimentos em saúde, e em uma nutrição saudável, são de real notabilidade para aprimorar a alimentação da população brasileira.
Portanto, medidas devem ser tomadas para a melhorar a educação alimentar no Brasil. Através, da elaboração de palestras e bate papos em escolas e universidades, com a finalidade de ensinar às pessoas a como ter uma alimentação mais saudável. Para tal o Governo Federal, deve investir mais em saúde, com o direcionamento de verbas para a contratação de nutricionistas em escolas. Assim, o Brasil, estará cumprindo a lei 11.346, como também proporcionando a sua população uma vida mais saudável.
@LailaSantos @LuizFelipe @EmillyySilva @maiconpgtu
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#75043
@Mireli2021,
Boa tarde!
Gostei muito do seu texto! Achei claro, coeso, bem construído. Só algumas observações no sentido de ajudar:
- norma culta: estude bem o uso da vírgula, é um aspecto ao qual só damos importância na hora de construir um texto. Estude também conjugação de verbos para não errar na hora da prova.
-Faça uma síntese após a tese na sua introdução. Exemplo: "Assim, convém analisar os fatores que contribuem para a perpetuação desse entrave."
-Gostei muito do desenvolvimento 1 e no desenvolvimento 2 você podia trabalhar o argumento um pouquinho mais, por exemplo, elencando as comorbidades que seriam evitadas se fossem feitos maiores investimentos em nutrição.
-Sua conclusão está boa, apresenta os cinco elementos, e você encerra o texto retornando ao repertório da introdução.Parabéns por isso, só atente ao uso da vírgula.
Continue assim!
Um beijo e bons estudos!

Com a ascensão da "pandemia do covid-1[…]

No filme Maze Runner é retratado um mundo p[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/tendencias-e[…]

Se vocês puderem corrigir minha redaç[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM