Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por tailic
#57354
O problema que é solução


Atualmente, mais de 65% dos hemocentros carecem de recebimento de doadores de sangue, no Brasil. Isso se dá, primeiramente, porque as pessoas têm adoecido em maior escala e faixas etárias distintas, e as campanhas de doação de sangue estão cada vez menos presentes nos veículos de comunicação. Ou seja, existe uma parcela de culpa numa população doente, mas existe também grande culpa nos Estados e Municípios em sua falta de diálogo e petição social.
Segundo a diretora da Fundação Pró Sangue, Carla Luana de Matos, a pandemia do coronavirus trouxe consigo uma queda absurdamente alta no número de doações de sangue, já que o fechamento das atividades nas cidades impossibilitou que as doações ocorressem. Entretanto, o que se esperava era uma retomada e, de forma esperançosa, um aumento nesse número após a flexibilização do isolamento social, o que não ocorreu. Outro fator importante e também determinante na queda da média de recebimento de doações de sangue, é o alargamento de comorbidades na população brasileira, principalmente entre jovens e adultos nas últimas décadas, o que os impede de se tornarem doadores regulares.
Outrossim, a falta de campanhas informativas por parte do Sistema Único de Saúde (SUS) e o desconhecimento do déficit na saúde por parte da população, converte-se na diminuição da procura de pessoas aptas a doarem sangue, de forma voluntária e esclarecida sobre as reais necessidades da sua região. Dessa maneira, entende-se como evidente que o problema se encontra na ausência de comunicação entre o Ministro da Saúde e a população apta a esse abastecimento. O que não é sabido até o presente momento é como transformar o problema em solução, mas em resumo, é tido como necessidade de resolução três fatores primordiais para a melhoria da situação atual do país em termos de abastecimento dos hemocentros: a população, a gestão do sistema de saúde e a comunicação entre ambos os pólos.
Para que se possa atuar em uma melhoria, inicialmente, o Ministério da Saúde, responsável federal pela gestão do SUS, deve realizar um levantamento das necessidades de cada região do Brasil em âmbitos como tipagem sanguínea, volume (em litros) e quais instituições carecem de maior recebimento de volume sanguíneo, tendo foco em trabalhar estrategicamente em cada uma dessas necessidades. Ademais, deve-se criar uma campanha de Saúde coletiva, voltada para a conscientização e sensibilização sobre as necessidades levantadas e publicá-la em diversos veículos de comunicação (TV, jornais, mídias sociais, cartilhas e afins) e por fim, criar centros de campanhas de doação de sangue em locais estratégicos como grandes centros comerciais e shoppings.
Da mesma maneira, deve-se olhar atentamente para a população e o aumento no número de casos de pessoas acometidas por comorbidades que impedem a doação de sangue (como diabetes e colesterol alto, por exemplo), buscando entender onde o sistema de saúde se torna ineficaz em prevenção, tornando prioridade a melhoria desse setor. Destarte, haverá solução para esse desequilíbrio da saúde e como resultado, o aumento do número de doadores regulares nos hemocentros de todo o país.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Violência Naturalizada O desvalor, e […]

A Prática do Bullying tem si tornado cada v[…]

Em pleno século XXI transtornos mentais &ea[…]

Boa tarde, vou colocar aqui os pontos q eu acho q[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM