Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Por iris.s
#51735
No Egito Antigo, era habitual que guardam-se os órgãos dos falecidos num recipiente durante o processo de mumificação, pois acreditavam que os órgãos seriam usados após a morte. Nesse contexto, na atualidade a prática assemelha-se ao problema da doação de órgãos no Brasil em razão da falta de infraestrutura pública e o estigama negativo criado em torno do processo por causa de viés religiosos.
Em primeiro plano, urge destacar que a doação de órgãos consiste na oferta de órgãos de forma voluntária autorizada pelo doador em vida ou sua família. Porém, segundo uma pesquisa realizada pela UNIFESP, aproximadamente 19% dos parentes de doadores em pontencial vetam a doação por dogmas religiosos. Dessa forma, é importante que ocorra a conscientização da sociedade tupiniquim sobre a importância do processo para romper com esse panorama.
Outrossim, ausência de infraestrutura nos hospitais públicos é um fator determinante para aumentar o receio da família em relação a doação de órgãos, visto que somente num semestre de 2018, aproximadamente 71% dos órgãos doados não foram utilizados, pois foram mantidos em locais inapropriados.
Portanto, considerando os desafios que o Brasil enfrenta para solucionar a questão da doação de órgãos como os dogmas religiosos e a ausência de estruturas adequada, medidas são necessárias. Assim, cabe ao Ministério da saúde em associação com a mídia realizar campanhas e debates sobre a temática com o intuito de aumentar o engajamento popular com a ação. Ademais, é necessário que ocorra investimentos nos hospitais públicos para recuperar a confiança nesse processo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por AnnaJuliaJu
#51769
Oi! Aqui meus comentários ;)

No Egito Antigo, era habitual que guardam-se [guardassem] (1) os órgãos dos falecidos num recipiente durante o processo de mumificação, pois acreditavam que os órgãos seriam usados após a morte. Nesse contexto, na atualidade a prática assemelha-se ao problema da doação de órgãos no Brasil em razão da falta de infraestrutura pública e o estigama [estigma] negativo criado em torno do processo por causa de viés religiosos [religioso] .
(1) "guardam" é presente, então não é possível usar para referir ao passado.
(2) "o viés" e tem "os vieses", mas no fim o adjetivo concorda com o sujeito.
---> Muito legal a contextualização, porém a comparação em si ficou subjetiva, deixou de esclarecer de que forma antigamente havia falta de estrutura e o empecilho religioso. Além disso, só um detalhe: tem bastante repetição da palavra "órgãos principalmente aqui, mas, como é parte do tema, não será descontado, mesmo assim tenha cuidado. Não tenho certeza se a tese está tão clara, dai não vou conseguir falar muito da competência 3, mas a redação parece bem estruturada.


Em primeiro plano, urge destacar que a doação de órgãos consiste na oferta de órgãos de forma voluntária autorizada pelo doador em vida ou sua família. Porém, segundo uma pesquisa realizada pela UNIFESP, aproximadamente 19% dos parentes de doadores em pontencial [potencial] vetam a doação por dogmas religiosos. Dessa forma, é importante que ocorra a conscientização da sociedade tupiniquim sobre a importância do processo para romper com esse panorama.
---> Muito bom

Outrossim, ausência de infraestrutura nos hospitais públicos é um fator determinante para aumentar o receio da família em relação a doação de órgãos, visto que somente num semestre de 2018, aproximadamente 71% dos órgãos doados não foram utilizados, pois foram mantidos em locais inapropriados.
---> Dado sem fonte e podia desenvolver um pouco mais.

Portanto, considerando os desafios que o Brasil enfrenta para solucionar a questão da doação de órgãos como os dogmas religiosos e a ausência de estruturas adequada, medidas são necessárias. Assim, cabe ao Ministério da saúde [Saúde] (agente)[,] (se tivesse "por meio/ através da associação" ou algo que indique que é um meio poderia ser considerado como um modo/meio da ação) em associação com a mídia (agente)[,] realizar campanhas e debates sobre a temática (ação) com o intuito de aumentar o engajamento popular com a ação (finalidade). Ademais, é necessário que ocorra investimentos nos hospitais públicos (2° ação) para recuperar a confiança nesse processo (finalidade da 2° ação).
---> A conclusão está muito boa, mas não consegui identificar o detalhamento nem o meio da primeira proposta, que é a mais completa.

É isso ai ;) Foi bom ler outra redação sua iris.s :D

Obrigado, poderia dizer oq eu errei??

No livro Carrie de 1974, é apresentada ao l[…]

Segundo o IBGE, em 2019, a população[…]

Preconceito Linguístico

A Fala Que Exclui O Preconceito Lingu&iac[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM