Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#57403
Durante a Segunda Guerra Mundial, Adolf Hitler afirmava que a raça ariana era pura e superior, considerando negros, judeus, homossexuais, deficientes e ciganos uma ameaça para a continuação da superioridade de seu povo. Nesse contexto, milhões de inocentes foram mortos por efeito desse discurso de ódio no chamado Holocausto, considerado o maior genocídio da história. Infelizmente, essa narrativa não destoa da realidade atuaL, já que a intolerância e o discurso de ódio contra minorias permancem extremamente fortes e são motivos para a consolidação de muitos entraves sociais. Destarte, desafios devem ser superados de imediato para que uma sociedade integrada seja alcançada.

De início, é relevante pontuar que apesar do século XXI ser marcado por ideais de empatia, continua repleto de preconceitos. Segundo o G1, o Brasil é o país que mais mata transexuais no mundo, liderando o ranking pelo 12° ano seguido. Por isso, muitas pessoas manifestações são realizadas por minorias com o intuito de aumentar a consciência coletiva, por exemplo, o movimento ativista Black Lives Matter, que campanha contra a violência direcionada aos negros. Entretanto, muitas pessoas ainda seguem preconceituosas.

Cabe mencionar que com as redes sociais os discursos de ódio recebem mais facilidade de propagação, já que qualquer pessoa consegue comentar pensamentos aversivos sem sofrer nenhuma consequência. Logo, é fato que tais acontecimentos afetam diretamente o convívio social, pois não há uma integração entre diferentes culturas em um país claramente miscigenado. Nesse viés, o sociólogo Émile Durkheim diz que a sociedade é como um corpo biológico, onde todas as partes devem interagir entre si. Desse modo, para que o organismo seja igualitário, é necessário que cada orgão cumpra sua função.

Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. A ONU com apoio dos governantes nacionais deve elaborar campanhas que se encaixem nas divergentes realidades por meio da participação de historiadores que procurem as raízes do ódio. Essas campanhas devem ser difundidas em todos os meios de comunicação como forma de desconstruir pensamentos que preguem violência ou exclusão. Dessa maneira, aos poucos, sem apoio dos jovens, essas ideias ficarão no passado, dando espaço para um mundo com mais amor e respeito.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Não pode usar 1ª pessoa na redaç[…]

No filme de animação "Wall.E&qu[…]

A Constituição Federal brasileira, a[…]

Desafios tecnológicos para a populaç[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM