• Avatar do usuário
#85018
Segundo dados estatísticos do IBGE, idosos de 60+ no Brasil, já são mais de 20 milhões. Entretanto, a imagem que o mundo criou sobre essas pessoas, revela o preconceito que enfrentam no dia-a-dia e o quão desvalorizados são. Nesse contexto, demonstra como a falta de representatividade e a influência na mentalidade social afetam cada vez mais idosos.
Dado o exposto, em primeira análise, a carência de representatividade é um desafio no presente problema. Uma vez que para Rupi Kaur, "a representatividade é vital". Porém, há um hiato absurdo na representação dos idosos na sociedade, visto que a imagem que se tem deles é um velho curvado, apoiado em uma bengala, como em diversas placas espalhadas pelo mundo. Ainda convém lembrar que eles são vistos como inúteis, pessoas estereotipadas. Os idosos de hoje em dia são mais ativos, porém falta a representação disso. Logo, é preciso que a representatividade seja vista como algo vital.
Em paralelo, a influência da mentalidade social é um entrave no que tange o problema. Além disso, Chimamanda Adichie defende que "a cultura não faz as pessoas; as pessoas que fazem a cultura". Tal perspectiva aponta para a responsabilidade individual de mudar o pensamento coletivo sobre a desvalorização dos idosos na sociedade, tendo em vista que as pessoas os vêem como seres incapazes de fazerem algo ou de se defender e utilizam da discriminação para prejudicá-los, influenciando outras pessoas a pensarem o mesmo. Assim, é preciso suscitar a ação individual para a construção social desejada.
Para isso, a mídia de massa deve criar um programa, por meio de entrevistas com especialistas no assunto, a fim de atualizar a mentalidade social sobre os idosos na sociedade. Tal ação pode, ainda, ser divulgada por grandes perfis do Instagram para atingir mais pessoas. Paralelamente, é preciso intervir sobre a lacuna de representatividade presente na questão. Dessa forma, será possível lidar da melhor maneira com essa crise.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

0

O ex-presidente Michel temer durante sua gest&atil[…]

Prudência&Sofisticação

samarahbp anasilva1 Anna1

bom dia, Marina li seu texto e minhas observa&cce[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM