Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Kalayne6run0
#60707
A pandemia tornou-se um dificultador em grandes casos, diminuindo o acesso ao mercado de trabalho. Tornando-se a maioria da população desempregado.
É notório que mais de 10% da população Brasileira de acordo com o banco de dados do IBGE não têm emprego fixo, e com a chegada da pandemia esse caso tem sido elevado. Com o difícil acesso ao mercado de trabalho muitas famílias enfrentaram dificuldades financeiras, e com isso, foram disponibilizados o auxílio emergencial.
Sendo assim, 20% da população teve direito a esse benefício. Aos desempregados foram disponibilizados uma quantia de 600R$, já os que são de renda Bolsa família o valor dobrou sendo 1200R$, por membros do Bolsa família.
De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, por falta de verbas foram necessário a diminuição do auxílio emergencial. Certamente o estado deveria ampliar o auxílio para trabalhadores e familiares até o fim dessa calamidade, colaborando para muitas empresas sem fins lucrativos e entre pautas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores apresentados na proposta de redação.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 60

Você atingiu aproximadamente 30% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

Avatar do usuário
Por S4r4
#60711
Kalayne6run0 escreveu:A pandemia tornou-se um dificultador em grandes casos, diminuindo o acesso ao mercado de trabalho. Tornando-se a maioria da população desempregado. (Erro de concordância)
É notório (fato) que mais de 10% da população Brasileira, de acordo com o banco de dados do IBGE, não têm emprego fixo, (não colocar vírgula antes do "e") e com a chegada da pandemia esse caso tem sido elevado. Com o difícil acesso ao mercado de trabalho muitas famílias enfrentaram dificuldades financeiras, e com isso, foram (foi) disponibilizados (esta palavra deve estar no singular) o auxílio emergencial.
Sendo assim, somente 20% da população teve direito a esse benefício. Aos desempregados foram disponibilizados uma quantia de 600R$, já os que são de renda Bolsa família o valor dobrou sendo 1200R$, por membros do Bolsa família.

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, por falta de verbas foram (fez-se) necessário a diminuição do auxílio emergencial. Certamente, o estado deveria ampliar o auxílio para trabalhadores e familiares até o fim dessa calamidade, colaborando para muitas empresas sem fins lucrativos e entre pautas.
• Na conclusão você deve apenas apresentar a proposta de intervenção, nada que não foi mencionado anteriormente pode aparecer no último parágrafo sem mais nem menos, além disso, use conectivos conclusivos para iniciar sua conclusão, Exemplo: Portanto, conclui -se, assim, etc.

• Procure estudar mais sobre concordância, organização de ideias, referências para demonstrar conhecimento e sinônimos, a fim de evitar a repetição de palavras, use mais conectivos também.

Não desista, a aprovação está logo ali, vejo você na faculdade!😄

Boa sorte!🥰
#60720
@S4r4, não é bem assim, eu fiz uma conclusão de 3 linhas na minha conclusão do meu último Enem e logo após lancei a proposta de intervenção. Assim, é permitido lançar uma mini-conclusão e logo após uma proposta de intervenção. Mas fiz de modo eficiente e simples, e não um labirinto.

Quanto a quem escreveu, falta polimento:
Conectivos(principal)
Gramática
Treino
Estudar a cartilha de redação Enem, disponível no Google para download
Além de um jeito melhor de argumentar.
Por fim, sugiro que estude o dado e refaça o texto. Do jeito que está, somente é necessário dizer isso, não é necessário aprofundamento. Sugiro também que leia outras redações(antes de reescrever este texto), para que observe a construção de cada.
Grande abraço, espero que tenha persistência, qualquer dúvida só chamar.
Avatar do usuário
Por S4r4
#60801
@XxDamastco, Eu dei minha opinião, da mesma forma que você deu a sua, cada qual tem uma opinião própria, correto?

Da forma como aprendi, compreendo assim, já você expressa também da forma que entendeu, mas convenhamos, não somos profissionais, então, a intenção aqui não é dizer que corrige melhor que o outro, é apenas deixar sua correção, que por sinal não deveria estar relacionada a minha e sim, a redação em questão.

Abraço 😉
#60805
@S4r4, nao não, apenas disse que pode ter uma mini-conclusão desde que lance,de qualquer forma uma intervenção.Sendo assim, fica em critério de quem escreve, à estilística. Ademais,respondendo o resto do comentário, apenas complementei o que tu disse,e não tenho caráter de difamar,apenas dizer um possível aprofundamento onde o ser pode ter dúvida donde esteja errando:"gramática","treino",conectivos"...assim,complementando o que foi dado,deixei isso bem claro quando afirmei "Quanto a quem escreveu, falta polimento:",porém omiti o "a redação" da frase, meio que uma figura de linguagem,mas ainda sim dá para entender que não foi consigo, foi com aquele que escreveu a redação. Espero que tenha compreendido, é só.
#60846
Observando o cenário atual, nota-se que o número de crianças que sofrem algum tipo de violência tem recebido um aumento exacerbado. Embora ajam leis que estigmatizam esse tipo de prática, ela continua frequente. Desse modo, torna-se fundamental abordar acerca dessa problemática para que, de fato, seja solucionado.
Ao se examinarem alguns fatos, convém destacar que além de violência física, as crianças sofrem abusos psicológicos, sexual e negligência, as quais 67% ocorrem dentro de casa. De acordo com o G1, em 2020 foram registradas 97 mil denúncias desse tipo, o maior número desde 2013.
Outra preocupação constante é que, normalmente essas violências ocorrem com crianças entre 5 e 9 anos, as quais não têm autonomia ou se intimidam com algum tipo de ameaça, não conseguindo assim, realizar a denúncia. Em razão disso, muitas têm suas vidas perdidas, por negligência e falta de imputação.
Tendo em vista os aspectos mencionados, nota-se que deve haver intervenções para a resolução desse problema. Cabe ao governo Federal, como instância máxima do poder executivo, criar punições mais duras para quem cometer quaisquer tipo de violência infantil. E a escola, criar programas e palestras para informar e concientizar os alunos, para que ao sofrerem violência, denunciarem. E assim, as crianças viverem de forma segura e livre.
Alfabetização

No filme "Como estrelas na terra" &eacut[…]

NathaliaLima , olá, boa-noite! irei corrig[…]

Anninha , olá, boa-noite! irei corrigir su[…]

A vocação para o mercado de trabalho[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM