• Avatar do usuário
#74296
A ditadura da beleza, desde a formação da sociedade, vem sendo imposta para todos aqueles que vivem numa nação colonizada e ditada pela supremacia branca européia. Na Grécia Antiga, por exemplo, o belo era muito ressaltado pela população; homens musculosos e viris, mulheres magras e delicadas. Hodiernamente, ainda existem bastante desses padrões e a desconstrução de cada um deles, se vê distante por causa da grande influência midiática e do preconceito enraizado causado pela colonização forçada.
A desconstrução dos padrões de beleza impostos pela sociedade, não é uma tarefa fácil. Com a influência da mídia no cotidiano brasileiro, a comparação com corpos irreais é inevitável. Em redes sociais grandes, como Instagram e Facebook, é notável a disseminação de corpos irreais, todos editados e com filtros para mascarar algum tipo de “imperfeição”, e a comparação de pessoas fora de um padrão social imposto que atinge diretamente seu bem-estar, acarretando em problemas de auto-estima, procura por cirurgias plásticas desnecessárias e a outros preconceitos interligados, como a gordofobia. Por isso, é necessário o enaltecimento de corpos reais e fora do padrão, com ajuda da mídia, para que os mesmos sejam normalizados.
Outro fator importante para a desconstrução dos padrões impostos é a quebra do preconceito enraizado socialmente. Colonizado por um país europeu, foi imposto forçadamente um padrão de pessoas magras, brancas, cabelos lisos e olhos claros no Brasil e qualquer outro individuo que não se encaixe nesse meio, é vítima de preconceito e bullying. Desse modo, é perceptível que a invasão dos portugueses ao Brasil tem um peso grande sobre os padrões de beleza da atualidade. Com isso, é necessário que haja a quebra de uma visão eurocêntrica e padronizada, onde lutas e movimentos sociais que dão voz as pessoas fora do padrão tenham maior visibilidade para que a desconstrução tenha efeito.
Portanto, os entraves para a desconstrução dos padrões de beleza impostos pela sociedade são a mídia e o preconceito enraizado. O Governo Federal juntamente a grandes empresas de mídia, como Instagram, devem dar maior visibilidade a movimentos sociais, como por exemplo, o movimento “Corpo Livre” criado para mulheres fora do padrão. A ação será desenvolvida por meio de divulgações feitas pelos influenciadores digitais da própria plataforma, com objetivo de atingir muitas pessoas. Assim, a visão de um único padrão será quebrada e a desconstrução começará a ser normalizada.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No filme Maze Runner é retratado um mundo p[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/tendencias-e[…]

Se vocês puderem corrigir minha redaç[…]

Padrão de beleza

Gi69 poderia corrigir por favor ? Obrigada Em[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM