Avatar do usuário
Por Diogo769
Quantidade de postagens
#130714
A Revolta de Attica pode ser usada para ilustrar como a falta de condições dignas e o desrespeito aos direitos humanos dentro das prisões pode levar a revoltas e situações extremas. De maneira análoga a isso, estão os desafios para a (re)inserção socioeconômica das pessoas em situação de rua no Brasil. Nesse contexto, destacam-se dois aspectos importantes: superlotação e falta de infraestrutura, e violação de direitos humanos.

Em primeiro lugar, a superlotação nas prisões brasileiras é um problema grave que compromete a dignidade e a saúde dos detentos. Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o sistema prisional do país opera com uma população muito acima de sua capacidade, resultando em celas superlotadas, insalubres e sem acesso adequado a serviços básicos. Esta situação cria um ambiente propício para a disseminação de doenças, aumento da violência e dificuldades na gestão das unidades prisionais. A superlotação também impede a implementação eficaz de programas de reabilitação e educação, que são fundamentais para a reintegração dos presos à sociedade.

Além disso, é notória a violação dos direitos humanos, que é uma realidade constante nas prisões brasileiras. Os detentos frequentemente enfrentam tortura, maus-tratos e abusos, tanto por parte dos funcionários quanto de outros prisioneiros. A falta de acesso a assistência jurídica e a demora nos processos judiciais muitas vezes prolongam a detenção desnecessária, aumentando o sofrimento dos presos. Esta situação é agravada pela falta de transparência e pela dificuldade de fiscalização das condições internas das prisões.

Portanto, para conter a superlotação e amenizar as violações dos direitos humanos nas prisões brasileiras, é crucial que o governo federal, em parceria com os governos estaduais e municipais, tome medidas imediatas e eficazes. Essas ações devem ser implementadas por meio de: Construção e reforma de unidades prisionais, Programas de reabilitação e reinserção social.O Brasil enfrenta hoje um desafio similar ao que a Revolta de Attica evidenciou. Ao aprender com o passado e agir de maneira proativa, podemos evitar crises e promover um sistema prisional que não apenas puna, mas também reabilite e reintegre os indivíduos à sociedade de forma digna e respeitosa.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido.
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
425 Exibições
por cadualonsof
0 Respostas 
877 Exibições
por cadualonsof
0 Respostas 
141 Exibições
por 2468
0 Respostas 
55 Exibições
por Brunacarla12
0 Respostas 
19 Exibições
por Jbruno
0 Respostas 
28 Exibições
por FabAlves
0 Respostas 
172 Exibições
por mariedu0812
0 Respostas 
123 Exibições
por lauralerner
0 Respostas 
76 Exibições
por Ricard1285
0 Respostas 
103 Exibições
por victoriaaaaa

Segundo o empresário estadunidense Steve Jobs: &qu[…]

O livro "Utopia", do escritor inglês Tho[…]

A lei seca foi implementada com o intuito de evita[…]

EXCLUIR REDAÇÃO!!!

Você poderia excluir a minha primeira redação de &[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!