• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#80631
A música “Secretária” do cantor brasileiro Amado Batista fala sobre o relacionamento de um chefe com sua funcionária. No decorrer da história o compositor revela ser apaixonado e se sentir atraído por ela. De maneira análoga, observa-se que esse cenário vai de encontro à realidade brasileira, na qual vê-se diariamente inúmeros casos como o da música. Nesse contexto, o que tange a questão dos desafios para o enfrentamento do assédio no ambiente de trabalho, percebe-se a configuração de um grave problema em virtude da mentalidade de poder e do machismo.
Sob esse viés, é crucial pontuar que a mentalidade de poder dificulta a erradicação do assédio no trabalho. Segundo Michel Foucault, filósofo francês, o poder articula-se em uma linguagem que cria mecanismos de controle e coerção, os quais aumentam a subordinação. Dessa maneira, é evidente que o pensamento de poder faz com que os empregadores tenham certo domínio sob seus contratados, lhes permitindo ter o sentimento de autoridade para disseminar comentários, gestos e insultos. Partindo desse pressuposto, cerca de 52% da população passaram por algum tipo de assédio, todavia, grande parte se omite por questão de necessidade financeira ou por medo do julgamento do corpo social, visto que de acordo com a sociedade o patrão tem sempre razão. Dessa forma, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Ademais, destaca-se o machismo como uma das razões pelos quais o problema persiste. Nessa perspectiva, o patriarcalismo, caracterizado pela desvalorização feminina tem raízes na Grécia antiga, passando pela Idade Média e perpetuando até os dias atuais. Por consequência, essa concepção machista põe a mulher em situação de vulnerabilidade, uma vez que o homem se considera superior a ponto de menosprezar e assediar sem que haja nenhuma punição. De acordo com o G1, 47% das mulheres já sofreram assédio sexual no ambiente laboral, mesmo que essa prática seja reconhecida, constitucionalmente, como crime. Contudo, mesmo previsto por lei, esse ato segue sendo violado, de modo que os assediadores saem ilesos e as vítimas sem o mínimo de assistência. Logo, o machismo protagoniza a manifestação do problema.
É preciso, portanto, providências imediatas para conter os desafios para o enfrentamento do assédio no trabalho. Destarte, o Governo Federal --- órgão responsável por administrar o povo e os interesses públicos --- com o apoio do Ministério do trabalho, por meio de verbas governamentais destinadas às pastas, deve construir delegacias especializadas e criar uma linha telefônica para atender as denúncias de forma efetiva. Essa ação será realizada para erradicar os casos de assédio no Brasil, como também para punir os responsáveis por tal ato. Desse modo, a história contada em secretária não existirá no cenário atual brasileiro.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#80879
A música “Secretária” do cantor brasileiro Amado Batista fala sobre o relacionamento de um chefe com sua funcionária. No decorrer da história o compositor revela ser apaixonado e se sentir atraído por ela. De maneira análoga, observa-se que esse cenário vai de encontro [vai de encontro significa que é contrário, "se choca", como um carro em contra mão, com a realidade brasileira, analogamente já seria suficiente.] à realidade brasileira, na qual vê-se diariamente inúmeros casos como o da música. Nesse contexto, o que tange a questão dos desafios para o enfrentamento do assédio no ambiente de trabalho, percebe-se a configuração de um grave problema em virtude da mentalidade de poder e do machismo.
Inrodução meio grande, mas apresenta repertório, tese e conclusão.

Sob esse viés, é crucial pontuar que a mentalidade de poder dificulta a erradicação do assédio no trabalho. [cadê o conectivo?] Segundo Michel Foucault, filósofo francês, o poder articula-se em uma linguagem que cria mecanismos de controle e coerção, os quais aumentam a subordinação. Dessa maneira, é evidente que o pensamento de poder faz com que os empregadores tenham certo domínio sob seus contratados, lhes permitindo ter o sentimento de autoridade para disseminar comentários, gestos e insultos. Partindo desse pressuposto, cerca de 52% da população passaram por algum tipo de assédio, todavia, grande parte se omite por questão de necessidade financeira ou por medo do julgamento do corpo social, visto que de acordo com a sociedade o patrão tem sempre razão. Dessa forma, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Tópico Frasal + Repertório + Relação + Consequências + Conclusão
ótima argumentação: relação entre repertorio entre tópico frasal + consequências.




Ademais, destaca-se o machismo como uma das razões pelos quais o problema persiste. Nessa perspectiva, o patriarcalismo, caracterizado pela desvalorização feminina tem raízes na Grécia antiga, passando pela Idade Média e perpetuando até os dias atuais. Por consequência, essa concepção machista põe a mulher em situação de vulnerabilidade, uma vez que o homem se considera superior a ponto de menosprezar e assediar sem que haja nenhuma punição. De acordo com o G1, 47% das mulheres já sofreram assédio sexual no ambiente laboral, mesmo que essa prática seja reconhecida, constitucionalmente, como crime. Contudo, mesmo previsto por lei, esse ato segue sendo violado, de modo que os assediadores saem ilesos e as vítimas sem o mínimo de assistência. Logo, o machismo protagoniza a manifestação do problema.
Perfeito. só tentaria deixá-lo menor.
Tópico Frasal + Repertório + Relação + Consequências + Conclusão


É preciso, portanto, providências imediatas para conter os desafios para o enfrentamento do assédio no trabalho. Destarte, o 1Governo Federal --- 5.órgão responsável por administrar o povo e os interesses públicos --- [faltou vírgula]com o apoio do Ministério do trabalho, 3.por meio de verbas governamentais destinadas às pastas, 2.deve construir delegacias especializadas e criar uma linha telefônica para atender as denúncias de forma efetiva. Essa ação será realizada 4.para erradicar os casos de assédio no Brasil, como também para punir os responsáveis por tal ato. Desse modo, a história contada em secretária não existirá no cenário atual brasileiro.

Todos os elementos + Conclusão

Ótima redação, tome cuidado com o tamanho.
#80953
Jotaveh escreveu:A música “Secretária” do cantor brasileiro Amado Batista fala sobre o relacionamento de um chefe com sua funcionária. No decorrer da história o compositor revela ser apaixonado e se sentir atraído por ela. De maneira análoga, observa-se que esse cenário vai de encontro [vai de encontro significa que é contrário, "se choca", como um carro em contra mão, com a realidade brasileira, analogamente já seria suficiente.] à realidade brasileira, na qual vê-se diariamente inúmeros casos como o da música. Nesse contexto, o que tange a questão dos desafios para o enfrentamento do assédio no ambiente de trabalho, percebe-se a configuração de um grave problema em virtude da mentalidade de poder e do machismo.
Inrodução meio grande, mas apresenta repertório, tese e conclusão.

Sob esse viés, é crucial pontuar que a mentalidade de poder dificulta a erradicação do assédio no trabalho. [cadê o conectivo?] Segundo Michel Foucault, filósofo francês, o poder articula-se em uma linguagem que cria mecanismos de controle e coerção, os quais aumentam a subordinação. Dessa maneira, é evidente que o pensamento de poder faz com que os empregadores tenham certo domínio sob seus contratados, lhes permitindo ter o sentimento de autoridade para disseminar comentários, gestos e insultos. Partindo desse pressuposto, cerca de 52% da população passaram por algum tipo de assédio, todavia, grande parte se omite por questão de necessidade financeira ou por medo do julgamento do corpo social, visto que de acordo com a sociedade o patrão tem sempre razão. Dessa forma, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Tópico Frasal + Repertório + Relação + Consequências + Conclusão
ótima argumentação: relação entre repertorio entre tópico frasal + consequências.




Ademais, destaca-se o machismo como uma das razões pelos quais o problema persiste. Nessa perspectiva, o patriarcalismo, caracterizado pela desvalorização feminina tem raízes na Grécia antiga, passando pela Idade Média e perpetuando até os dias atuais. Por consequência, essa concepção machista põe a mulher em situação de vulnerabilidade, uma vez que o homem se considera superior a ponto de menosprezar e assediar sem que haja nenhuma punição. De acordo com o G1, 47% das mulheres já sofreram assédio sexual no ambiente laboral, mesmo que essa prática seja reconhecida, constitucionalmente, como crime. Contudo, mesmo previsto por lei, esse ato segue sendo violado, de modo que os assediadores saem ilesos e as vítimas sem o mínimo de assistência. Logo, o machismo protagoniza a manifestação do problema.
Perfeito. só tentaria deixá-lo menor.
Tópico Frasal + Repertório + Relação + Consequências + Conclusão


É preciso, portanto, providências imediatas para conter os desafios para o enfrentamento do assédio no trabalho. Destarte, o 1Governo Federal --- 5.órgão responsável por administrar o povo e os interesses públicos --- [faltou vírgula]com o apoio do Ministério do trabalho, 3.por meio de verbas governamentais destinadas às pastas, 2.deve construir delegacias especializadas e criar uma linha telefônica para atender as denúncias de forma efetiva. Essa ação será realizada 4.para erradicar os casos de assédio no Brasil, como também para punir os responsáveis por tal ato. Desse modo, a história contada em secretária não existirá no cenário atual brasileiro.

Todos os elementos + Conclusão

Ótima redação, tome cuidado com o tamanho.
obrigado!

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

se puderem corrigir essa redação, fi[…]

Parabéns amiga! :)

O quadro expressionista "O grito" do pin[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM