Avatar do usuário
Por JoJoBez
Quantidade de postagens
#125838
A Constituição Federal brasileira de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê no seu Artigo 5° a garantia ao direito de que todos são iguais perante a lei sem distinção de nenhuma natureza. Todavia, é notório que, sobre a imprudência diante da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil, ainda há inoperância estatal, pois o poder público não exerce seu poderio de forma eficiente. Nesse sentido, é possível analisar a desigualdade de gênero e a esteriotipagem do trabalho de cuidado como impulsionadores do problema.
Diante desse cenário, é possível analisar que a desigualdade de gênero fomenta o entrave na sociedade, visto que a mulher, tendo as mesmas oportunidades que os homens, não tem suas conquistas reconhecidas e acaba na maioria das vezes assumindo uma posição inferior na sociedade. Nessa ótica, é válido destacar a desvalorização do trabalho exercido pela mulher como consequência do problema, isso por que, lamentavelmente, o indivíduo não questiona as condições sociais em que vive, tendendo a reproduzir esse tipo de pensamento preconceituoso.
Além disso, Vale ressaltar a esteriotipagem do trabalho de cuidado como um fator de dificulta a atenuação do empecilho, visto que o pensamento errôneo de que o lugar da mulher é nos cuidados domésticos, limita a importância dessa tarefa diante da sociedade. Sob a perspectiva de Pierre Bourdieu, Sociólogo francês, a sociedade incorpora pensamento difundidos ao longo dos anos. Isso pode ser verificado com o machismo histórico enraizado, que gera uma onda violenta de preconceito, já que, a população, adequada e acostumada com esse cenário, permite que a problemática supracitada continue em evidência.
Urge, portanto, a adoção de medidas para combater a problemática citada anteriormente. O Ministério dos Direitos precisa conscientizar a população, por meio de campanhas e palestras nas mídias sociais, da importância de luta pelo igualdade social, para que assim todos tenham direitos iguais. Assim, o Brasil será um país melhor para as próximas gerações
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
2 Respostas 
1389 Exibições
por vertinho
0 Respostas 
334 Exibições
por EduardaH25
1 Respostas 
398 Exibições
por suy26737tnz
0 Respostas 
308 Exibições
por matheus2306
0 Respostas 
197 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
196 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
234 Exibições
por Rayane86
0 Respostas 
229 Exibições
por Euu4
5 Respostas 
439 Exibições
por Caiunao
0 Respostas 
296 Exibições
por anastiny
Saúde Mental Redação

Oi, RaphoBrabo . Mantenho minha dica sobre desdob[…]

Manipulação Dados Redação

Oi, RaphoBrabo . A demanda por correç&otil[…]

Oi, Nicky7 . A demanda por correçõe[…]

Oi, besourokafka ! No filme "As Vantage[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM