Avatar do usuário
Por elisatahan
Quantidade de postagens
#125752
Durante a Era Vargas, o trabalho infantil e feminino, junto com os direitos trabalhistas, foi regularizado. Atualmente, entretanto, as mulheres que trabalham na área de cuidado enfrentam preconceitos. Seja por esteriótipo, ou por que precisam trabalhar jovens para auxiliar no sustento da família.
Primordialmente, o trabalho feminino sempre foi associado ao cuidado, logo, até hoje as mulheres carregam esse fardo. Mesmo existindo homens em empregos de cuidador, pesquisas revelam que, além de serem minorias, eles apresentam menor carga horária e maior salário. Em uma alusão à realidade, o seriado "Greys Anatomy" apresenta Isobel Stevens, uma jovem que larga a medicina para trabalhar como cuidadora sem remuneração. Isso na vida real, se configura diferente, o aumento das taxas de trabalho análogo à escravidão indicam que esse esteriótipo leva as mulheres à serem empregadas domesticas em troca de moradia, sem salário.
Além disso, o emprego de cuidado é pouco valorizado por não requerer níveis elevados de educação. Então, jovens de baixa renda que precisam ajudar a família dão preferência à eles, como mostram pesquisas que indicam o trabalho doméstico como o mais popular entre pessoas com pouca instrução. O pensamento determinista aborda a ideia de que os "fins determinam os meios", logo, por serem áreas ocupadas por mulheres pobres, são definidos como empregos indignos e essas garotas dificilmente conseguem alavancar na carreira, segundo o mesmo pensamento.
As mulheres, principalmente as de baixa renda, enfrentam mais dificuldade, em relação aos homens, para trabalhar. Os institutos do trabalho e da mulher, com apoio das redes de comunicação, devem visibilizar os trabalhos de cuidados como dignos e promover campanhas informativas para o fim do preconceitos de gênero.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
2 Respostas 
1305 Exibições
por vertinho
0 Respostas 
316 Exibições
por EduardaH25
0 Respostas 
338 Exibições
por dudalemos
0 Respostas 
297 Exibições
por matheus2306
0 Respostas 
184 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
187 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
224 Exibições
por Rayane86
0 Respostas 
218 Exibições
por Euu4
5 Respostas 
431 Exibições
por Caiunao
0 Respostas 
285 Exibições
por anastiny

@Triny206 @Amandx193 @Flicker2307 @Felipe082 Eaiii[…]

Bancos na era digital

na atualidade o setor bancário, tem passado[…]

Conforme o estatuto da pessoa com deficiênci[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM