Avatar do usuário
Por GabeeEngCiv
Quantidade de postagens
#125725
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 3 que todos são iguais sem qualquer distinção. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado na prática ao se observar a invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil, dificultando, dessa forma, a universalização dos direitos sociais tão importantes para os brasileiros. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa a análise de como a negligência estatal e a ideologia do "gênero dominante" impulsionam tal problemática, com o intuito de solucioná-la.
Em um primeiro olhar, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais que combatam esse problema. Segundo John Locke, "As leis fizeram-se para os homens e não para as leis". No entanto, essa máxima não é uma realidade na nação, visto que o estado não atua com eficiência na fiscalização de leis de combate a desigualdade salarial, onde grande parte das mulheres recebem menos que os homens. Isso gera uma iniquidade financeira definida por gênero, proporcionando uma sobrecarga de serviço sobre a comunidade feminina para que tenham uma renda similar ao gênero oposto.
Ademais, é fundamental apontar a ideologia do "gênero dominante" como impulsionador do impasse. Desde os primórdios das grandes navegações, aonde os colonizadores europeus enfrentavam os oceanos a fim de descobrirem novos territórios, o papel da mulher era apenas de acompanhar seu marido enquanto o mesmo atuava na política e comércio de suas nações. Diante de tal exposto, a sociedade contemporânea mantém a mesma perspectiva, uma vez que cargos considerados de baixa importância ao desenvolvimento do país, como o de cuidador de idosos, são ocupados, majoritariamente, por mulheres. O que resulta na desvalorização da figura feminina no mercado de trabalho, causando, em vezes, a dependência financeira das mulheres à figura masculina.
Depreende-se, portanto, a necessidade de medidas que enfrentem esses obstáculos. Para tanto, é vital que o Estado — cuja função é garantir e proteger os direitos da sociedade — use do Poder Legislativo para reformular as leis de equidade, tornando-as mais rigorosas pare que combatam o problema de desigualdade salarial. Além disso, o Ministério da Educação deve promover palestras educativas, ministradas por docentes especializados, com temas que contrariem a desigualdade ideológica para que gerações futuras não cometam os mesmos erros que a geração atual. Assim, o problema será reduzido e o Brasil estará mais próximo de cumprir o que dita a Constituição Federal.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
2 Respostas 
1389 Exibições
por vertinho
0 Respostas 
334 Exibições
por EduardaH25
1 Respostas 
398 Exibições
por suy26737tnz
0 Respostas 
308 Exibições
por matheus2306
0 Respostas 
197 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
196 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
234 Exibições
por Rayane86
0 Respostas 
229 Exibições
por Euu4
5 Respostas 
439 Exibições
por Caiunao
0 Respostas 
296 Exibições
por anastiny

Alguém pode corrigir por favor? Lauany25 […]

Que bom que você perguntou! Eu tinha conside[…]

Oi, lais458 . Vou ser breve. No filme "[…]

Imagina, Nicky7 ! Desculpa por não te ajud[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM