Avatar do usuário
Por iasminpf
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#125595
Machado de Assis, em sua fase realista, tece uma crítica aos comportamentos egoístas e superficias que caraterizavam a sociedade brasileira do século XIX. No entanto, ao observar o cenário vigente, nota-se os mesmos aspectos, visto que, a invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil, tem-se tornado mais frequente. Isso, seja pela ineficácia de leis, seja pelo esteriótipo presente na sociedade.
Primeiramente, vale ressaltar que, a falta de legislação é um dos fatores mais relevantes na consolidação do problema. Segundo John Locke, as leis fizeram-se para os homens e não os homens fizeram-se para as leis. Ou seja, ao ser criada uma lei, é necessário que ela seja planejada para melhorar a vida dos indivíduos. Não obstante, ao analisar a questão dos direitos fundamentais das mulheres que realizam o trabalho de cuidado, observa-se uma lacuna legislativa de apoio. Com efeito, tem-se a maior desigualdade no âmbito profissional e social desses cidadãos.
Outrossim, o esteriótipo presente na sociedade é outro grande impasse na problemática. Segundo Durkein, o fator social é um modo coletivo de agir e pensar. Diante disso, uma vez que as pessoas crescem em um ambiente opressor e alienado, essas tendem a adotar um comportamento ignorante a cerca do assunto. O que posteriormente, resulta em uma maior discriminação das mulheres no mercado de trabalho.
Portanto, visto que, o trabalho de cuidado realizado pela mulher, encontra-se desvalorizado, urgem medidas para a resolução do problema. Por isso, cabe ao Governo Federal — órgão de administração máxima no Brasil — juntamente ao poder Legislativo, criar leis que garantam a inclusão desses cidadãos no mercado de trabalho, além de ressaltar a população, por meio de campanhas, a importância da valorização do trabalho de cuidado na sociedade. Isso, a fim de que as pessoas as leis tornem-se mais eficazes na sociedade, como a tese de John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
2 Respostas 
1315 Exibições
por vertinho
0 Respostas 
317 Exibições
por EduardaH25
1 Respostas 
377 Exibições
por suy26737tnz
0 Respostas 
297 Exibições
por matheus2306
0 Respostas 
184 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
187 Exibições
por EuMaiza
0 Respostas 
224 Exibições
por Rayane86
0 Respostas 
218 Exibições
por Euu4
5 Respostas 
431 Exibições
por Caiunao
0 Respostas 
285 Exibições
por anastiny
Descaso de uma sociedade

Des de muito tempo, poucas pessoas da sociedade t&[…]

É certo que a tecnologia já faz part[…]

No Brasil a prática da automedicaç&a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM