• Avatar do usuário
#64383
A dramaturgia, “Mulheres Apaixonadas”, transmitida em 2003 pela Rede Globo, retrata a realidade de um casal de idosos que são maltratados pela sua neta, Dóris. Na sociedade brasileira, não é diferente, casos como esses são registrados frequentemente, gerando o crescimento do abandono de idosos. Infelizmente, esse problema persiste por dois principais motivos: descaso familiar e irresponsabilidade estatal.
No Brasil, a cultura do abandono é um grave problema enfrentado pelo público da terceira idade. Nos últimos anos, os asilos se encontram cada vez mais lotados, devido à grande procura das famílias, objetivando mandar seus familiares de idade para outros locais além de sua residência. Entretanto, não há espaço para abrigar todos, e muitos idosos acabam passando por situações deprimentes e totalmente desumanas sob ameaças da própria família, como é visto na dramaturgia citada anteriormente. Diante do atual cenário, é fundamental cuidarmos dos idosos e termos um olhar empático sobre eles.
“Penso, logo existo”, é uma frase do filósofo e matemático René Descartes, em analogia aos idosos, a insistência do abandono cria a ideia do anulamento da existência deste público. Em outras palavras, a irresponsabilidade do Estado, o descaso familiar e outros motivos, empregam a percepção de que os idosos são seres inferiores e quando comparados ao restante da população, não pensam, portanto, não existem enquanto seres sociais. Além de sofrerem no âmbito familiar, o público da terceira idade, é problematizado pela sociedade. Daí surge a necessidade de criar alternativas na tentativa de coibir o descaso a este público.
O abandono de idosos é uma triste realidade brasileira, e em pleno século XXI, é uma loucura não debatermos sobre temas como este. É de responsabilidade do Estado, criar programas publicitários/legislativos, a fim de vigorar as leis que já existem no Estatuto do Idoso. Para que dessa forma, haja maneiras mais concretas e fieis de punir os culpados, e promover uma atenção maior da população e da família com os idosos. Sendo assim, evitando a realidade sofrida do casal de idosos da novela “Mulheres Apaixonadas”.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#64412
"o. Em outras palavras, a irresponsabilidade do Estado, o descaso familiar e outros motivos," Quais motivos: Um furo no texto.
O desenvolvimento 2 foi apenas uma extensão do 1, o que muda é só:"o público da terceira idade, é problematizado pela sociedade" e "irresponsabilidade do Estado, o descaso familiar e outros motivos". Este último para retomar a problemática da introdução, e o primeiro para culpar a sociedade; só que não deixou claro como a sociedade problematiza o idoso.
Redação é impessoal, então é preferível (não obrigatório) o uso de "esse" e não "este". Apenas evite na medida do possível,ok ?

Ideias centrais:
asilos se encontram cada vez mais lotados
cultura do abandono
ameaças da própria família

Conclusão:
É de responsabilidade do Estado, criar programas publicitários/legislativos, a fim de vigorar as leis que já existem no Estatuto do Idoso. Para que dessa forma, haja maneiras mais concretas e fieis de punir os culpados, e promover uma atenção maior da população e da família com os idosos. Sendo assim, evitando a realidade sofrida do casal de idosos da novela “Mulheres Apaixonadas

Não tratou sobre a lotação dos asilos e sobre a cultura do abandono, "outros motivos" e "público da terceira idade, é problematizado pela sociedade". Desse modo, há dois furos, como já abordei anteriormente.
Nota final: 820 a 920.
Qualquer dúvida pode me chamar.

╭──────────────╯ ✍ ⌕ 𖨂 Correção d[…]

A cultura de assédio no Brasil

No livro “50 tons de cinza” é a[…]

joenir jheromagnoli cassiahso Higorrair

Peso: 1000 Nota: 1000 Conforme o escritor Franz K[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM