• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#80017
No filme, de 2002, "Cidade de Deus, é retratada a violência em uma comunidade no Rio de Janeiro e as guerras entre facções. Ao longo da trama, a narrativa revela o dia a dia da população pobre nessa favela e mostra como o tráfico de drogas afeta diretamente a vida de pessoas inocentes. Fora da ficção, fica claro que a realidade apresentada no filme pode ser relacionada àquela do século XXI: as pessoas que vivem em comunidades estão sempre com medo de guerras e que seus filhos entrem nesse mundo.
Em primeiro lugar, é importante destacar que o jeito como tráfico é combatido é errado e extremamente violento, tropas policiais invadem favelas com muita truculência e isso causa o combate armado entre polícia e traficante que acaba tirando a vida de inocentes. Assim, os moradores dessas comunidades além de terem medo dos traficantes, também tem medo da invasão policial.
Além disso, muitos jovens, a maior parte pobres e negros, são presos por portar pequenas quantidades de drogas que em sua grande maioria é para consumo próprio, isso faz com que muitos cidadãos que não fazem parte de organizações criminosas sejam presos e isso agrava a exclusão racial e econômica. Logo, o aprisionamento dessa juventude sem presente econômico avança para o futuro de uma facção.
Portanto é mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para combater o tráfico de drogas no Brasil, urge que o Congresso Nacional e seus deputados e senadores criem leis que não coloquem os usuários como inimigos da sociedade e sim vítimas do tráfico que precisam de ajuda e a descriminalização de drogas mais leves como a maconha para assim diminuir o aprisionamento de pessoas fora de organizações criminosas. Somente assim, será possível que o combate ao tráfico de drogas seja menos nocivo a inocentes pobres e mais eficiente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 147

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 127

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 133

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 153

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#80251
Oii, tudo bem? Obrigada por me marcar, vou tentar te ajudar. Bora lá...

[INTRO]
No filme, de 2002, "Cidade de Deus, é retratada a violência em uma comunidade no Rio de Janeiro e as guerras entre facções. Ao longo da trama, a narrativa revela o dia a dia da população pobre nessa favela e mostra como o tráfico de drogas afeta diretamente a vida de pessoas inocentes. Fora da ficção, fica claro que a realidade apresentada no filme pode ser relacionada àquela do século XXI: as pessoas que vivem em comunidades estão sempre com medo de guerras e que seus filhos entrem nesse mundo. [Ótima intro, mas aqui vc poderia ter colocado os dois problemas centrais do tema, para desenvolver nos parágrafos de desenvolvimento a sua tese.]

[d1]
Em primeiro lugar, é importante destacar que o jeito como tráfico é combatido é errado e extremamente violento, tropas policiais invadem favelas com muita truculência e isso causa o combate armado entre polícia e traficante [faltou uma vírgula aqui] que acaba tirando a vida de inocentes. Assim, os moradores dessas comunidades além de terem medo dos traficantes, também tem [o correto seria "têm" por ser plural] medo da invasão policial.

[d2]
Além disso, [tente usar conectivos mais variados para não repetir o "além"] muitos jovens, a maior parte pobres e negros, são presos por portar pequenas quantidades de drogas que em sua grande maioria é [deveria ser "são" ao invés de "é"] para consumo próprio, isso faz com que muitos cidadãos que não fazem parte de organizações criminosas sejam presos e isso agrava a exclusão racial e econômica. Logo, o aprisionamento dessa juventude sem presente econômico avança para o futuro de uma facção. [como isso acontece? aqui vc poderia ter desenvolvido mais a causa e consequência, talvez usando de alguma citação ou referência para aumentar seu repertório de conhecimento.]

[conclusão]
Portanto [faltou vírgula] é mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para combater o tráfico de drogas no Brasil, urge que o Congresso Nacional e seus deputados e senadores criem leis que não coloquem os usuários como inimigos da sociedade e sim vítimas do tráfico que precisam de ajuda e a descriminalização de drogas mais leves como a maconha para assim diminuir o aprisionamento de pessoas fora de organizações criminosas [eita! que oração comprida! o leitor fica quase sem ar lendo rs. evite escrever frases tão longas, use as vírgulas ao seu favor.]. Somente assim, será possível que o combate ao tráfico de drogas seja menos nocivo a inocentes pobres e mais eficiente. [faltou um encerramento mais aprofundado, uma frase de efeito ou uma referência ao filme citado na intro, pra dar aquele efeito de conclusão mesmo!]/color]

Resumindo: Tu estás no caminho certo, só falta acertar alguns pequenos detalhes. Vou deixar aqui umas dicas: @metodoquestiona e @betoredaçao no Instagram, perfis que podem te ajudar nesse processo. Abraço!
#80262
No filme, de 2002, "Cidade de Deus, é retratada a violência em uma comunidade no Rio de Janeiro e as guerras entre facções. Ao longo da trama, a narrativa revela o dia a dia da população pobre nessa favela e mostra como o tráfico de drogas afeta diretamente a vida de pessoas inocentes. Fora da ficção, fica claro que a realidade apresentada no filme pode ser relacionada àquela do século XXI ("Àquela do século XXI": ficou incoerente, pois ainda vivemos essa realidade; ou seja, ainda estamos no século XXI) : as pessoas que vivem em comunidades estão sempre com medo de guerras e que seus filhos entrem nesse mundo.

Em primeiro lugar, é importante destacar que o jeito como tráfico é combatido é errado e extremamente violento, (Insira ponto parágrafo. Marcando o final do período) tropas policiais invadem favelas com muita truculência e isso causa o combate armado entre polícia e traficante (Insira vírgula) que acaba tirando a vida de inocentes. Assim, os moradores dessas comunidades (Insira vírgula para intercalar oração subordinada) além de terem medo dos traficantes, também tem (Verbo deveria estar no plural, para concordar com o núcleo "moradores") medo da invasão policial.

Além disso, muitos jovens, (use conectivo para interligar. Ex: cuja maior parte..., na sua maior parte...) a maior parte pobres e negros, são presos por portar pequenas quantidades de drogas (Insira vírgula) que em sua grande maioria é (Verbo deveria estar no plural, para concordar com o núcleo "quantidades") para consumo próprio, (Cabe ponto parágrafo, para separar período) isso faz com que muitos cidadãos que não fazem parte de organizações criminosas sejam presos e isso agrava a exclusão racial e econômica. Logo, o aprisionamento dessa juventude sem presente econômico avança para o futuro de uma facção.

Portanto (Insira vírgula, após conectivo) é mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. (Insira conectivo para interligar períodos) Para combater o tráfico de drogas no Brasil, urge que o Congresso Nacional e seus deputados e senadores criem leis que não coloquem os usuários como inimigos da sociedade e sim vítimas do tráfico que precisam de ajuda e a descriminalização de drogas mais leves como a maconha para assim diminuir o aprisionamento de pessoas fora de organizações criminosas. (Esse período ficou meio travado nas ideias. Além disso, como assim "diminuir o aprisionamento de pessoas fora de organizações criminosas?!") Somente assim, será possível que o combate ao tráfico de drogas seja menos nocivo a inocentes pobres e mais eficiente.

Suas ideias são boas para chegar a uma ótima redação; porém, alguns ajustes ainda devem ser feito nelas e gramaticalmente. Abçs
#80374
No filme, de 2002, "Cidade de Deus, é retratada a violência em uma comunidade no Rio de Janeiro e as guerras entre facções. Ao longo da trama, a narrativa revela o dia a dia da população pobre nessa favela e mostra como o tráfico de drogas afeta diretamente a vida de pessoas inocentes. Fora da ficção, fica claro que a realidade apresentada no filme pode ser relacionada àquela do século XXI: as pessoas que vivem em comunidades estão sempre com medo de guerras e que seus filhos entrem nesse mundo.
[faltou a tese (causas) da problemática]

Em primeiro lugar, é importante destacar que o jeito como tráfico é combatido é errado e extremamente violento, tropas policiais invadem favelas com muita truculência e isso causa o combate armado entre polícia e traficante que acaba tirando a vida de inocentes. Assim, os moradores dessas comunidades além de terem medo dos traficantes, também tem medo da invasão policial. [senti falta de um aprofundamento, poderia ter citado algum pensador, além disso, sua conclusão do parágrafo deve concordar com a tese]

Além disso, muitos jovens, a maior parte pobres e negros, são presos por portar pequenas quantidades de drogas que em sua grande maioria é para consumo próprio, isso faz com que muitos cidadãos que não fazem parte de organizações criminosas sejam presos e isso agrava a exclusão racial e econômica. [quais as consequências disso?]Logo, o aprisionamento dessa juventude sem presente econômico avança para o futuro de uma facção.

Portanto [virgula] é mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para combater o tráfico de drogas no Brasil, urge que o Congresso Nacional e seus deputados e senadores criem leis que não coloquem os usuários como inimigos da sociedade e sim vítimas do tráfico que precisam de ajuda e [paralelismo] a descriminalização de drogas mais leves como a maconha para [vírgula]assim[vírgula] diminuir o aprisionamento de pessoas fora de organizações criminosas. Somente assim, será possível que o combate ao tráfico de drogas seja menos nocivo a inocentes pobres e mais eficiente.

1. agente ok
2. ação ok

3. meio ?
4. finalidade ok
5 detalhamento ok

O quadro “O Grito”, elaborado por Edva[…]

Eryka , Arnaildo ProfaJoelma Profajojo Pro[…]

Não é de hoje que o capitalismo inte[…]

Muito Obrigado

A Constituição Federal de 1988 prev&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM