• Avatar do usuário
#73173
No limiar da história da Grécia Antiga os esportes ganharam vida e assim foi disseminado ao mundo a prática de jogos e competições. Embora, tenha sido agregado como cultural mundial a prática dos esportes era seletiva, nem todos poderiam praticar as modalidades das competições, a parcela negra e pobre da sociedade era excluída evidenciando a segregação racial dentro do esporte. No contexto atual da sociedade brasileira esse cenário ainda existe, o racismo é praticado tanto quanto os esportes, devido ao racismo estrutural, desigualdade social e a necropólitica.
Precipuamente, é necessário citar que o racismo estrutural da sociedade brasileira, impossibilita a entrada de muitos jovens negros a lugares de destaque e dentro do esporte não é diferente, visto que pessoas negras só participaram de uma competição formal em 1904 nas Olimpíadas enquanto as Olimpíadas da era moderna ocorria desde 1896.
Para mais, outro fator de relevância é a desigualdade social, a história nos mostra que novidades de entretenimento eram fundamentadas para pessoas ricas e brancas e o esporte também foi inserido na sociedade dentro dessa conjuntura dando pouco ou nenhum espaço para pessoas negras e pobres, colocando em ênfase mais uma vez a exclusão e a falta de oportunidade das parcelas sociais desfavorecidas.
Sucessivamente, é essencial mencionar um contexto mais crítico sobre o racismo, a necropolítica, onde grupos dominantes interferem diretamente no acesso e na oportunidade de comunidades sociais vulneráveis, de acordo com o filósofo Mbembe, responsável por criar o termo necropólitica, o Estado se prontifica a decidir ¨quem vive e quem morre¨, analisando fatos históricos o conceito necropolítica na visão do autor é apenas uma forma genérica de nomear o racismo.
Diante dos desafios a ser combatidos contra o racismo dentro esporte, o Governo Federal por meio do Ministério da Cidadania deve aumentar as campanhas e projetos de investimentos em jovens atletas, constituir um plano no aumento de bolsas socioeconômicas para ajudar na manutenção da vida esportiva de atletas dando suporte necessário para a representação do Brasil em competições esportivas. Em síntese, somente assim vamos encerrar de vez a segregação racial dentro do esporte.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Saúde Pública no Brasil

OLÁ! Tudo bem? Espero que seu dia estej[…]

3m1ly aaah muito obrigada pela correç&ati[…]

Consumismo no Brasil

Eraldonunes eurodrigo Gi69 Anne24 Lol[…]

Jean Jaques Rosseau, filósofo iluminista, a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM