Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#58269
Eliza Samúdio, desaparecida desde 2010, foi gerando desentendimentos públicos e várias denúncias. Embora o assassino tenha sido preso, o corpo da vítima nunca foi encontrado desde então, mesmo que tenha "confirmado" que ela foi morta. Ainda o desaparecimento é um mistério, pois muitas hipóteses não foram confirmadas e continuam sem provas.

Primordialmente, mostra-se que há diversos motivos para a ocorrência de um desaparecimento de uma pessoa, que infelizmente é um assunto pouco discutido nos meios de comunicação, e os casos continuam a aumentar. Nota-se que o maior número de pessoas desaparecidas são consideradas frágeis pela população, e mesmo assim são pouco mencionados no jornalismo. Em 2018, apenas no estado de São Paulo, 24.368 desaparecimentos foram registrados, e 8.505 no total eram de crianças e adolescentes. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), quanto mais tempo uma pessoa permanece desaparecida, mais vulnerável se torna, principalmente crianças e adolescentes. Infelizmente, o Brasil continua atrasado em ações contra o desaparecimento em todos os estados, mesmo estando poucas vezes falando sobre o assunto, não há atitudes consideráveis para o problema.

Ademais, no início de um caso de uma pessoa desaparecida, criam-se muitas propagandas sobre, contudo, no decorrer do tempo, aquele caso não é mais mencionado e o público esquece que ainda há buscas sobre a vítima, apenas é mostrado quando alguma vítima é achada morta na maioria das notícias. No entanto, está sendo criado um método de projeto de reconhecimento facial com objetivo de evitar que as pessoas desapareçam no Rio Grande do Sul, e despertou interesse na ministra Damares Alves, e decidiu investir no projeto, porém o anúncio não é mais citado.

Tendo em vista os fatos apresentados, é inegável que o Brasil precisa ter um avanço em procuras de pessoas desaparecidas. Logo, é fundamental que o Estado intervenha mais nos casos criando mais projetos contra o desaparecimento, propagandas de prevenção para os internautas, e programas infantis, ensinando crianças a se prevenir e estar sempre com os pais, citando os casos com mais frequência. Destarte, pode haver um progresso nas procuras, tornar um país mais seguro e evitar que os casos continuem sendo mistérios.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#61567
@DS9875, olá, boa-noite! irei corrigir sua redação, ok?!

Eliza Samúdio, desaparecida desde 2010, foi gerando desentendimentos públicos e várias denúncias. Embora o assassino tenha sido preso, o corpo da vítima nunca foi encontrado desde então, mesmo que tenha "confirmado" que ela foi morta. Ainda o desaparecimento é um mistério, pois muitas hipóteses não foram confirmadas e continuam sem provas.(Na introdução, é necessário traçar o paralelo entre o repertório utilizado e o quadro atual, além de explicitar a tese que são os fatores que fomentam a problemática, os quais serão discutidos nos parágrafos 2 e 3 e ambos não estão presentes na sua introdução, fora a ausência de conectores)

Primordialmente, evidenciam-se diversos motivos para a ocorrência de um desaparecimento de uma pessoa, que infelizmente é um assunto pouco discutido nos meios de comunicação, e os casos continuam a aumentar. Nota-se que o maior número de pessoas desaparecidas são consideradas frágeis(Explique o que seriam essas pessoas frágeis. Eu entendo que você quis dizer que são pessoas a mercê da vulnerabilidade social e submetidas à marginalização, mas você precisa explicitar isso ao corretor) pela população, e mesmo assim são pouco mencionadas(Utilize o verbo no feminino para concordar com o vocábulo "pessoas") no jornalismo. Em 2018(Insira o conector), apenas no estado de São Paulo, 24.368 desaparecimentos foram registrados, e 8.505 no total eram de crianças e adolescentes. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), quanto mais tempo uma pessoa permanece desaparecida, mais vulnerável se torna, principalmente crianças e adolescentes. Infelizmente, o Brasil continua atrasado em ações contra o desaparecimento em todos os estados, estando poucas vezes falando sobre o assunto e não há atitudes consideráveis para o problema. (Seu parágrafo começa mostrando um dos fatores que fomentam a problemática, mas acaba tendo desvios ao longo dele. A estrutura do parágrafo argumentativo se dá com a enunciação do fator, em seguida, o repertório que potencializa a problemática, a discussão e a conclusão que é o paralelo entre o repertório utilizado no início e o cenário evidenciado na sua argumentação, corroborando sua fala. Você faz uso de vários dados, mas não discute em cima deles, deixando eles avulsos. Lembre-se que a inserção de números, de forma dispersa, não traz visibilidade ao seu texto e declina sua nota na competência 3 e 2. Aprofunde a discussão, trazendo comentários acerca de questionamentos, como "por que o desaparecimento permanece sendo um imbróglio tão evidente? por que as pessoas em situação de marginalização são as mais atingidas? por que o Governo é ausente no solucionamento de várias dessas ocorrências? isso tem relação com alguma raiz histórica brasileira?")

Ademais, no início de um caso de uma pessoa desaparecida, criam-se muitas propagandas sobre, contudo, no decorrer do tempo, aquele caso não é mais mencionado e o público esquece que ainda há buscas sobre a vítima, apenas é mostrado quando alguma vítima é achada morta na maioria das notícias. No entanto, está sendo criado um método de projeto de reconhecimento facial com objetivo de evitar que as pessoas desapareçam no Rio Grande do Sul, e despertou interesse na ministra Damares Alves, e decidiu investir no projeto, porém o anúncio não é mais citado. (Parágrafo meramente expositivo, não nenhuma discussão, nem relação com o repertório inserido. Siga a mesma estrutura que indiquei no segundo parágrafo)

Tendo em vista os fatos apresentados, é inegável que o Brasil precisa ter um avanço na procura de pessoas desaparecidas. Logo, é fundamental que o Estado intervenha mais nos casos criando mais projetos contra o desaparecimento, propagandas de prevenção para os internautas, e programas infantis, ensinando crianças a se prevenir e estar sempre com os pais, citando os casos com mais frequência. Destarte, pode haver um progresso nas procuras, tornar um país mais seguro e evitar que os casos continuem sendo mistérios.(Intervenção razoável. Falta a resposta para "o quê?" o agente deve fazer e seu detalhamento e finalidade das ações. Os vocábulos que destaquei no texto foi para indicar um caso de gerundismo, em que devido a um vício de fala, acabam sendo inseridos sucessivamente verbos no gerúndio e isso prejudica sua nota na competência 1)

COMENTÁRIO: Seu texto obedece parcialmente à estrutura dissertativa-argumentativa. Primeiro, insira mais repertórios pertinentes, inclusive na introdução e explicite sua tese na mesma, discutindo-os nos parágrafos 2 e 3 de forma aprofundada e bem encadeada. Segundo, diversifique o uso de conectores. Terceiro, atente-se aos desvios gramaticais, sempre revise seu texto ao finaliza-lo. E, por fim, tenha atenção à intervenção e seu detalhamento e a resposta bem delimitada a "quem? o quê? como? para quê?". Analise bem os critérios pedidos para cada parágrafo. No mais, com esforço e treino sua nota irá ser alavancada consequentemente. :)

Promugada pela ONU em 1948, a declaraç&atil[…]

Sua redação não encaixa corre[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

"Só pro meu prazer..."

Obrigada Ashiley , ficarei mais atenta quanto as […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM