Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#53933
Na mitologia grega, Sísifo foi condenado por Zeus a rolar uma enorme pedra morro acima eternamente. Todos os dias, Sísifo atingia o topo do recheado, contudo era vencido pela exaustão, assim a pedra retornava para a base. No contexto fictício com a realidade contemporânea brasileira, esse mito assemelha-se à luta cotidiana visto os desafios para combater o aumento dos casos de assédio sexual. Isso ocorre devido ao descaso da sociedade quanto a relevância da conscientização à respeito da tal prática e formas de colaboração para exposição, denúncia e extinção de casos.
Em primeira análise, é fulcral pontuar que a herança histórico-cultural de uma sociedade patriarcal que contribuiu para ações de cunho machista e objetificação feminina, uma vez que não ocorre só, porém majoritariamente em mulheres, faz com que haja uma perpetuação e consequentemente altos índices de assédio sexual. Tal conjuntura assemelha-se as ideias de Adolfo Vàzquez, filósofo espanhol, o qual afirmava, em linhas gerais, que o aumento de determinado evento ocasionaria, erroneamente, sua naturalização. Dessa forma, o fenômeno patológico como a existência de relatos de assédio sexual passe a ser comum. Torna-se evidente que a postura da sociedade precisa ser revista.
Ademais, o aumento das denúncias e exposição dos casos podem impulsionar a diminuição dos eventos errôneos e estímulos para realização de denúncias antes não feitas, sendo a grande maioria devido ao constrangimento e estigmas. Como exemplificação de tal questão, observa-se a hashtag "MeToo" que expõe a magnitude mundial do assédio sexual, colaborando para identificação de casos. Sendo assim, é de suma importância a colaboração social e midiático para o combate do aumento de casos de assédio sexual.
Portanto, indubitavelmente, ações são necessárias para a resolução da problemática. Logo, cabe ao Ministério da Educação (MEC) em parceria com a Mídia -veículo essencial para divulgação de informações- a criação de disciplinas obrigatórias que abordem as questões sociais a serem respeitadas, importância e consequências por meio da inserção na grade curricular, a fim de despertar a criticidade, autonomia e consciência social diante de tais questões. Espera- se com essas medidas, a reversão do quadro atual, desconstrução de pensamentos errôneos frutos de raízes históricas, contribuição para o progresso do País e que os Sísifos brasileiros cumpram finalmente o desafio de Zeus.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Observando o cenário, é notór[…]

GabiNatali , ok

GabiNatali Corrija a minha por favor 🤍

Comenta-se com frequência a respeito da indi[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM