Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#61305
É inegável o fato de que, na sociedade brasileira contemporânea, a violência doméstica está inserida na realidade de muitos brasileiros, em sua maioria mulheres. Visto que, o Brasil cresceu nas bases paternalistas da sociedade europeia, essa formação contribuiu para a desigualdade e superioridade de gênero pré-determinadas socialmente que consequentemente contribui para a violência doméstica entre as mulheres.
Tendo em conta que a violência contra mulher é a principal forma de manifestação da violência doméstica, vale ressaltar que o Brasil não conseguiu desprender-se dos dogmas patriarcais. O filósofo Francis Bacon declara que o comportamento humano é contagioso, tal afirmação se encaixa perfeitamente na atual realidade. Dessa forma, conforme a violência de gênero permanece a ser reproduzida, torna-se uma problemática com raízes históricas e ideológicas cada vez mais frequente.
Em 2006 foi sancionada a Lei Maria Da Penha, que propôs garantir a proteção à violência contra a mulher com o auxílio da Delegacia da Mulher. Entretanto, tais medidas nem sempre são eficazes, uma afirmação disso é que as causas de feminicídio, segundo dados da segurança pública, aumentou em 76% no 1° trimestre de 2019 e vem aumentando gradativamente. Portanto, deve-se encontrar meios para combater atitudes misóginas e adotar medidas mais eficazes contra a violência contra mulher.
Entende-se, diante do exposto, a real necessidade do Legislativo adotar atos que possam garantir a punição para os praticantes da violência doméstica. Cabe à mídia, em parceria com as escolas e comunidades, promover a igualdade de gênero, a extinção da ideologia patriarcal, incentivar o feminismo, assim como promover campanhas de denúncias contra a violência doméstica. Assim, torna-se possível haver esperança que a violência doméstica, principalmente contra as mulheres, deixe de ser uma utopia no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

camis23 adorei a correção, concert[…]

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Wanessa4 , olá, boa-noite! sei que voc&eci[…]

Luffynho , por nada, fico feliz em ajudar. Precis[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM