• Avatar do usuário
#77823
Adolescentes de família pobre e vendida pelos pais, é o que retrata o filme brasileiro “Anjos do Sol”, fala sobre a exploração comercial de crianças e adolescentes. Maria (protagonista), é comprada por um parente que promete trabalho, melhor qualidade de vida e recompensa aos pais. No entanto, a menina é conduzida à um prostibulo e sofre abuso diariamente. De maneira análoga ao filme, a questão do abuso ocorre na contemporaneidade, é lícito afirmar a negligência dos órgãos governamentais que trabalham em prol dos direitos infantis, também é notório a falta de educação e auxílio pois muitas vezes os abusos começam dentro de casa.
Em primeira análise, segundo o artigo 7° do ECA, toda criança e adolescente têm direito a proteção à vida, à saúde, à educação, à dignidade, ao respeito, à liberdade e ao lazer. Todavia, quando se refere ao abuso sexual, essa lei torna-se inválida pois o descaso dos órgãos tais como, Conselhos Tutelares, Polícia Militar e CEDECAS não atuam de forma coerente para que haja o combate ao crime. Com isso, pedófilos acabam imunes de punições visto que não há políticas que assegurem de fato a proteção e os direitos infantis.
Em segunda análise, no Brasil 70% das vítimas de estupro são crianças e adolescentes. Logo, elas estão mais sujeitas a serem abusadas pois não possuem força e são frágeis. Ademais, a falta de educação leva a família a optar por algo que traga renda, dessa forma, muitas crianças são impedidas de estudar e forçadas a trabalhar de forma ilegal, muitas vezes nas ruas, tornando-se alvos de estupro e abuso. Além disso, vale ressaltar que parte dos abusos ocorrem dentro de casa, portanto, a falta de auxílio familiar torna mais difícil o combate pois muitas das vezes o agressor é parente.
Depreende-se, portanto, que inadmissível que esse cenário continue a perdurar. Para isso, o SNDCA deve conduzir melhores políticas e proteção e defesa dos direitos infantis para que haja melhor enfrentamento abuso e da exploração sexual, junto ao Conselho Tutelar e a Polícia Militar para que possam punir os criminosos e que os direitos infantis venham a ser respeitados. Além disso, a família tem como dever proporcionar a criança a oportunidade de aprender e frequentar o ambiente escolar, logo, a mídia deve informar sobre trabalho infantil enfatizar que é crime, como também além da família sobre possíveis abusos dentro de casa e a necessidade da educação. Por fim, após esses caminhos a serem percorridos cenas como as do filme ficaram apenas na ficção.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A luta em meio á reciclagem

No Brasil, é bem comum ver por aí ca[…]

A constituição Federal de 1988 (CFI8[…]

Outubro Rosa A prevenção ao c&ac[…]

A questão do lixo no Brasil

O filme "Wall-e" se passa em uma socieda[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM