• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#81899
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6° o direito à segurança, pertencente a todo cidadão brasileiro. No entanto, tal direito não tem se reverberado na prática, quando se observa os desafios para combater a violência doméstica. Nesse prisma, destacam se dois aspectos importantes: o machismo enraizado em toda a sociedade e a falta de leis que efetivamente funcionem.

Não é de hoje que o machismo está presente na sociedade, desde a Grécia Antiga temos isso como realidade, onde era considerado cidadão somente homens. As mulheres foram excluidas da sociedade durante toda a história. Devagar foram conquistando seu espaço, mas ainda existe um forte preconceito contra elas, muitas aceitam tal por desinformação ou até por acharem que merecem tal agressão.

Por outro lado, a problemática já teve seus avanços, como a lei Maria da penha é muitas outras que se tornam inúteis quando se há a desinformação e o controle de seus companheiros.

Depreende se portanto, a adoção de medidas que venham a conter tal problemática. Dessa maneira, cabe ao governo em parceria com a mídia em geral, fazer a conscientização por meio de campanhas publicitárias, a fim de que todos fiquem informados e se encoragem a denunciar qualquer tipo de violência. Somente assim o combate a violência doméstica será amenizado.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#82144
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6° o direito à segurança, pertencente a todo cidadão brasileiro. No entanto, tal direito não tem se reverberado na prática, quando se observa os desafios para combater a violência doméstica. Nesse prisma, destacam se dois aspectos importantes: o machismo enraizado em toda a sociedade e a falta de leis que efetivamente funcionem.

Não é de hoje que o machismo está presente na sociedade, desde a Grécia Antiga temos isso como realidade, onde era considerado cidadão somente homens. [conectivo?] As mulheres foram excluidas da sociedade durante toda a história. [conectivo?] Devagar foram conquistando seu espaço, mas ainda existe um forte preconceito contra elas, muitas aceitam tal por desinformação ou até por acharem que merecem tal agressão.
ficou expositivo, onde estão seus argumentos para a atual realidade e suas consequências?

Por outro lado, a problemática já teve seus avanços, como a lei Maria da penha é muitas outras que se tornam inúteis quando se há a desinformação e o controle de seus companheiros.
eu não consigo avaliar esse período. ficou muito escasso.

Depreende se portanto, a adoção de medidas que venham a conter tal problemática. Dessa maneira, cabe ao governo[governo é vago e não conta como agente. Governo Federal poderia funcionar. Poder Executivo, Ministério da Justiça, etc, também poderia funcionar.] em parceria com a mídia em geral, fazer a conscientização por meio de campanhas publicitárias, a fim de que todos fiquem informados e se encoragem a denunciar qualquer tipo de violência. Somente assim o combate a violência doméstica será amenizado.

3 elementos. faltou detalhamento e agente.

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

se puderem corrigir essa redação, fi[…]

Parabéns amiga! :)

O quadro expressionista "O grito" do pin[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM