Avatar do usuário
Por Thaise16
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#118987
Os desafios para combater a diferença salarial entre os homens e mulheres na sociedade brasileira é algo que precisa ser discutido, uma vez que, o trabalho feminino é desvalorizado perante o masculino, gerando então, a desigualdade entre eles, onde o salário recebido pelo homem é aproximadamente 20% maior que o dela, segundo o jornal g1. Dessa forma, é de extrema necessidade falar sobre duas causas que geram essa desigualdade, como: o legado histórico cultural e o descumprimento das leis.
Segundo a história, durante o período da idade média, a mulher era submissa ao sexo masculino, devido suas características físicas. Isto é, a mulher era vista como frágil e menos competente, designada apenas para tarefas menos complexas, fazendo com que trabalhassem em suas casas e nos campos sem nenhum tipo de remuneração. Diante disso, pode-se afirmar que, uma das principais causas da desigualdade salarial entre os gêneros se dá devido ao enraizamento do legado histórico, onde a mulher ainda é vista como inferior ao sexo oposto em pleno século XXI.
Por conseguinte, é fundamental evidenciar o descumprimento das leis como fator contribuinte para a desigualdade salarial entre os dois gêneros, visto que, a CF (Constituição Federal) assegura que todos os serviços prestados de forma igualitária deve ter a mesma remuneração sem distinção de sexo. Contudo, não é isto que está sendo exercido, já que, as mulheres recebem um valor inferior aos dos homens. Perante ao exposto, o não comprimento da tal lei corrobora para a desigualdade salarial.
Portanto, visando suprimir os desafios para combater a diferença salarial entre homens e mulheres na sociedade, cabe a intervenção do Governo, mais especificamente da Constituição Federal, criar mecanismos para reforçar as leis já em vigor, por meio de fiscalizações em locais de trabalho e pesquisas salariais, a fim de garantir que todos recebam de forma igualitária sem restrição de gênero.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido
Avatar do usuário
Por Lauany25
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos
#119000
Os desafios para combater a diferença salarial entre os homens e mulheres na sociedade brasileira é algo que precisa ser discutido, uma vez que o trabalho feminino é desvalorizado perante o masculino, gerando então a desigualdade entre eles[.] [Assim, ]o salário recebido pelo homem é aproximadamente 20% maior que o [recebido pelas mulheres] segundo o jornal G1. Dessa forma, é de extrema necessidade falar sobre duas causas que geram essa desigualdade: o legado histórico cultural e o descumprimento das leis.

No período da dade [M]édia a mulher era submissa ao sexo masculino, devido suas características físicas. Isto é, a mulher era vista como frágil e menos competente, designada apenas para tarefas menos complexas, fazendo com que [elas] trabalhassem em suas casas e nos campos sem nenhum tipo de remuneração. Diante disso, pode-se afirmar que, uma das principais causas da desigualdade salarial entre os gêneros se dá devido ao enraizamento do legado histórico, onde a mulher ainda é vista como inferior ao sexo oposto em pleno século XXI.( E de que maneira isso é visto na prática? Que comportamentos no meio laboral evidenciam essas afirmações?)

Por conseguinte, é fundamental evidenciar o descumprimento das leis como fator contribuinte para a desigualdade salarial entre os dois gêneros. [A] Constituição Federal assegura que todos os serviços prestados de forma igualitária deve ter a mesma remuneração sem distinção de sexo. Contudo, não é isto que está sendo exercido, já que as mulheres
[ geralmente/muitas vezes] recebem [um salário]inferior aos dos homens— mesmo realizando atividades e exercendo profissões semelhantes. Perante ao exposto, [fica evidente que ] o não comprimento da tal lei corrobora [a] desigualdade salarial.

Portanto, visando suprimir os desafios para combater a diferença salarial entre homens e mulheres na sociedade, cabe a intervenção do Governo,(agente) mais especificamente da Constituição Federal( a CF é um documento, logo não pode ser citada como um agente, pode sugerir que o Governo faça adaptações no documento para implantar algum novo artigo, etc, mas a CF em si não.), criar mecanismos para reforçar as leis já em vigor,( ação)por meio de fiscalizações em locais de trabalho e pesquisas salariais(meio), a fim de garantir que todos recebam [salários] de forma igualitária sem restrição de gênero.(objetivo)
(Falta apenas o detalhamento de um dos pontos)
Bons estudos!
1
Avatar do usuário
Por Lauany25
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos
#119001
D1 : * dade [M]édia, períodos históricos são citados com letras iniciais maíusculas.
1

A Constituição Federal de 1988 assegura a todos os[…]

O artigo 4 da Declaração Universal dos Direitos Hu[…]

alguém poderia por favor corrigi-la? @Lauany25 @M[…]

O programa televisivo "Catalendas" con[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!