• Avatar do usuário
#73795
Em um trecho do livro “Morte e vida Severina'', de João Cabral de Melo Neto, Severino encontra dois “irmãos das almas” carregando um defunto em um rede. Ao pedir a causa da morte, ele descobre que o finado havia levado um tiro de um latifundiário por possuir um pedaço de terra, de onde tirava seu sustento. Fora da ficção, nota-se as graves dificuldades de realizar a divisão de terras no Brasil. Neste sentido, percebe-se que há, infelizmente, uma concentração fundiária desigual no país, que é prejudicial para a economia brasileira.
Em primeiro lugar, é importante lembrar que a concentração fundiária no Brasil não é de hoje, começou em 1530, com a criação das capitanias hereditárias. Visto isso, é possível entender o cenário que encontra-se atualmente no país. De acordo com estudo realizado pela Oxfam Brasil em 2016, 45% das áreas rurais estavam concentradas em menos de 1% das propriedades. Este problema na distribuição fundiária pode acarretar na violência, como aconteceu no sudeste do Pará em 2017, que causou a morte de dez produtores rurais.
Ademais, a má distribuição das terras brasileiras é prejudicial para a economia, visto que uma grande desigualdade social impede o bom desenvolvimento econômico de um país. No filme “ O Menino e o Mundo”, o protagonista presencia as dificuldades vivenciadas por trabalhadores rurais por um prato de comida. Assim sendo, nota-se a importância de diminuir o número de latifúndios e distribuir melhor a terra, para gerar mais renda e trabalho para quem cuida das áreas rurais.
Diante deste cenário, é fundamental que o governo promova a concordância entre os pequenos produtores e os grandes latifundiários, por meio de programas rurais que diminuam a monocultura, um exemplo disso são cooperativas que permitam o uso coletivo da terra, tanto para a agricultura familiar quanto para o agronegócio. Sem esta mudança, não será possível promover uma reforma que reduza os impactos da desigualdade social, que a atual má distribuição fundiária representa.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Com a ascensão da "pandemia do covid-1[…]

No filme Maze Runner é retratado um mundo p[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/tendencias-e[…]

Se vocês puderem corrigir minha redaç[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM