Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#39049
    Barão de Itararé, um dos criadores do jornalismo alternativo durante o período da ditadura no país, estava certo ao dizer: " O Brasil é feito por nós, só falta desatar os nós." Nesse sentido, a deterioração da natureza se apresenta como um dos nós a serem desatados.
Nessa perspectiva, seja pela negligência estatal, seja pela falta de ética humana, o descaso com o meio ambiente continua, afetando de forma negativa a nação, o que exige reflexão urgente.
    Em primeira análise, o disleixo estatal com os ecossistemas brasileiros mostra-se um desafio à preservação da fauna e flora, uma vez que poucos recursos são destinados pelo Estado para conter queimadas e outros problemas nesse âmbito.
De acordo com a rede de rádio jornalística Jovem Pan, mais de R$ 33 milhões repassados ao Brasil para a preservação da Floresta Amazônica estão engavetados no BNDES.
Consoante a isso, faz-se mister que o Estado invista minimamente na reparação dos biomas brasileiros.
    Somado a isso, a falta de colaboração por parte dos agricultures e pecuaristas dificulta na execução de melhorias para a resolução da corroção da flora, já que a agricultura e a pecuária são as principais motivadoras dos processos de desolação dos domínios brasileiros.
    Portanto, o descuido estatal no Brasil, apresenta barreiras preocupantes. Para amenizar esse cenário, urge que o Estado invista, por meio de verbas governamentais, em campanhas que visem garantir a preservação do país.
Afim de que seja melhorada a longevidade do meio ambiente.
Ademais, cabe a população promover manifestações, através de abaixo-assinados direcionados ao governo, com o intuito de pressionar o poder legislativo, com o objetivo de que sejam elaboradas mais leis contra o desmatamento.
Somente assim será possível melhorar as políticas de proteção a flora e desatar os nós.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 165

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 165

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 175

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#39236
Oi, @CamiMaddox! Vou corrigir sua redação, mas espero que comente.


Acredito que a construção sintática dos seus parágrafos deve estar separadas pela unidade de sentido. Não sei se foi algum problema na hora de escrever a redação aqui. Então, vamos lá...

Introdução
Barão de Itararé, um dos criadores do jornalismo alternativo durante o período da ditadura no país, estava certo ao dizer: " O Brasil é feito por nós, só falta desatar os nós." Nesse sentido, a deterioração da natureza se apresenta como um dos nós a serem desatados. Nessa perspectiva, seja pela negligência estatal, seja pela falta de ética humana, o descaso com o meio ambiente continua, [1] afetando de forma negativa a nação, o que exige reflexão urgente.

[1] Você separou o verbo principal do verbo auxiliar "continua afetando".

Comentário: Esses dois parágrafos deveriam estar juntos, pois compõem o mesmo bloco de ideias ou assunto, com as devidas adaptações de conectivos.

Desenvolvimento:

Em primeira análise, o disleixo [2] estatal com os ecossistemas brasileiros mostra-se um desafio à preservação da fauna e da [3] flora, uma vez que poucos recursos são destinados pelo Estado para conter queimadas e outros problemas nesse âmbito. De acordo com a rede de rádio jornalística Jovem Pan [4], mais de R$ 33 milhões repassados ao Brasil para a preservação da Floresta Amazônica estão engavetados no BNDES. Consoante a isso, faz-se mister que o Estado invista minimamente na reparação dos biomas brasileiros.

Somado a isso, a falta de colaboração por parte dos agricultores e pecuaristas dificultam [6] na execução de melhorias para a resolução da corroção [5] da flora, já que a agricultura e a pecuária são as principais motivadoras dos processos de desolação dos domínios brasileiros.

[2] Atente-se para a ortografia da palavra "desleixo".
[3] Atente-se para o paralelismo sintático. Sendo assim: "... da fauna e da flora...".
[4] Será que a Jovem Pan é uma fonte confiável para embasar seu argumento?
[5] Atente-se para a grafia "corrosão".

Comentário: Separei seus parágrafos por grupo de ideia, mas deverá alterar os conectivos. Por mais que você tenha um bom argumento, a estrutura sintática dos parágrafos deixam a desejar. Quando você tem um pensamento brilhante, qual é a melhor forma de expor isso? Escrevendo! Para persuadir pessoas temos que ter um domínio da língua, porque, às vezes, não conseguimos exprimir exatamente aquilo que pensamos.

Conclusão:
Portanto, o descuido estatal no Brasil, [7] apresenta barreiras preocupantes. Para amenizar esse cenário, urge que o Estado (Agente) invista, por meio de verbas governamentais (Meio/Modo), em campanhas (Ação) que visem garantir a preservação do país. [8] Afim de que seja melhorada a longevidade do meio ambiente. Ademais, cabe a [9] população(agente) promover manifestações (Ação), através de abaixo-assinados direcionados ao governo (Meio/Modo), com o intuito de pressionar o poder legislativo (Efeito/Finalidade), com o objetivo de que sejam elaboradas mais leis contra o desmatamento (Efeito/Finalidade). Somente assim será possível melhorar as políticas de proteção a flora e desatar os nós.

[7] Se optar por separar adjunto adverbial deslocado, deve estar separado entre vírgulas.
[8] Substituir por vírgula.
[9] Uso obrigatório de crase.


Comentário: Senti falta do repertório, de alusões históricas, de citações, tudo que você possa utilizar para acrescentar na sua argumentação. A pesquisa sobre as ações do Ministério do Meio Ambiente (MMA) são importantes para compor seu argumento. Pesquise também o que tem feito o IBAMA e ICMBio, autarquias vinculadas ao MMA.

Seu projeto de intervenção está completo e ações estão condizente com a preservação da vegetação nativa. A estrutura sintática ficou um pouco confusa.


Espero ter ajudado...
#39325
Olá,@CamiMaddox! tudo bom? Vou corrigir sua redação .

Tema: DESAFIOS PARA A PRESERVAÇÃO DA VEGETAÇÃO NATIVA NO BRASIL.

INTRODUÇÃO:
Barão de Itararé, um dos criadores do jornalismo alternativo durante o período da ditadura no país, estava certo ao dizer: " O Brasil é feito por nós, só falta desatar os nós." Nesse sentido, a deterioração da natureza se apresenta como um dos nós a serem desatados.Nessa perspectiva, seja pela negligência estatal, seja pela falta de ética humana, o descaso com o meio ambiente continua, afetando de forma negativa a nação, o que exige uma reflexão urgente.

Comentários:
Até aqui ok, você contextualizou, problematizou e trouxe suas teses. Continuemos.

DESENVOLVIMENTO 1:
Em primeira análise, o disleixo desleixo estatal com os ecossistemas brasileiros mostra-se um desafio à preservação da fauna [1] e flora, uma vez que poucos recursos são destinados pelo Estado para conter queimadas e outros problemas nesse âmbito.De acordo com a rede de rádio jornalística Jovem Pan, mais de R$ 33 milhões repassados ao Brasil para a preservação da Floresta Amazônica estão engavetados no BNDES ( oque é isso?) .Consoante a isso, faz-se mister que o Estado invista minimamente na reparação dos biomas brasileiros.

Comentários:
[1] não entendi porque a fauna está aqui se o tema da sua redação fala somente da "preservação da vegetação."
.Sua argumentação só se perdeu devido à falta de organização das ideias, entende? Eu não entendi porquê esse dinheiro está sendo engavetado e senti falta na questão da vegetação nativa.


DESENVOLVIMENTO 2:
Somado a isso, a falta de colaboração por parte dos agricultures agricultores e pecuaristas dificulta na a [1] execução de melhorias para a resolução da corroção corrosão da flora, já que a agricultura e a pecuária são as principais motivadoras dos processos de desolação dos domínios brasileiros.

Comentários:
[1] acredito que o "a" se encaixaria melhor aí.
. Seu argumento ficou raso e pequeno né, você não trouxe nenhum repertório.


PROPOSTA DE INTERVENÇÃO:
Portanto, o descuido estatal no Brasil, apresenta barreiras preocupantes. Para amenizar esse cenário, urge que o Estado invista (agente), por meio de verbas governamentais (meio), em campanhas que visem garantir a preservação do país (ação) ., Afim de que seja melhorada a longevidade do meio ambiente (finalidade) .Ademais, cabe a população (agente 2) promover manifestações (ação 2), através de abaixo-assinados direcionados ao governo (meio 2), com o intuito de pressionar o poder legislativo, com o objetivo de que sejam elaboradas mais leis contra o desmatamento (finalidades2) .Somente assim será possível melhorar as políticas de proteção a flora e desatar os nós.

Comentários: Você apresenta duas propostas de intervenção, ambas incompletas, falta de detalhamento. Então 160 na C5.
.Bom, sua primeira proposta não faz muito sentido, gostei mais da segunda.

Comentários finais:
Sua redação precisa de uma melhor organização nas ideias. Novamente repito que senti falta dessa questão nativa na sua redação.

Recomendações:
.Cuidado com a estrutura sintática do seu texto, na sua conclusão, por exemplo, parece que você só tá jogando ideias ali, se preocupando apenas com os elementos cobrados. "Cabe ao governo por meio de verbas,com o objetivo de ...., E isso e aquilo". Calma, respire.. kkk elabore uma coerência nessas idéias.
.Atente-se nas ortografias de algumas palavras.
.Cuidado com a vírgula.
.Estude a microestrutura dos parágrafos da redação dissertativa-argumentativa.
. E se certifique, na sua próxima redação, de incluir o detalhamento. Nem que seja especificando o agente.


É isto, Cami, espero ter conseguido te ajudar de alguma forma. Aguardo novas redações.

Abraços e bons estudos.

A prática do consumo desenfreado de produto[…]

Nesse tempo em que vivemos é muito bom ter […]

Assim que possível te trago alguns coment&a[…]

É notório que a questão da pe[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM