Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#49506
No filme "Matilda", é retratada a história de uma garotinha inteligente que é adotada por pais grosseiros e ignorantes. Em certo ponto da trama, acompanhamos as adversidades enfrentadas pela protagonista na busca de sua paixão: os livros. Fora da ficção, mas não tão distante, a falta de incentivo familiar também é um dos desafios para a prática da leitura encarados pelo Brasil. Assim como a dificuldade do acesso aos livros, que contribui para esse infeliz cenário.

Em primeira análise, vale salientar a importância da leitura na formação e no desenvolvimento do ser humano. Segundo o filósofo John Locke, nós nascemos como uma folha em branco, e somos preenchidos ao longo do tempo, através de nossas experiências. Sob tal viés, é necessário ressaltar o papel da literacia na construção social e intelectual do indivíduo. Entretanto, o que se observa, é a ausência de apoio por parte das famílias, que agem de maneira negligente, inviabilizando assim, o contato imprescindível para com os livros. Por conseguinte, muitas crianças crescem sem compreender os benefícios de uma vida com leitura, e pior, acabam por não preeencher corretamente as suas folhas.

Outrossim, é imperativo pontuar que o não reconhecimento desse déficit, reforça os obstáculos já existentes dessa problemática. Nessa perspectiva, muitas vezes, os percalços encontrados na busca por um livro, se tornam um dos principais agentes de segregação entre sujeito e obra. Em outras palavras: "No meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho." conforme dito pelo escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade. Uma vez que, sem conseguir chegar até os livros, não tem como estabelecer um relacionamento com eles. Dessa maneira, as "pedras" acabam impossibilitando muitos brasileiros de cruzarem o caminho do conhecimento.

Portanto, para que se supere tais desafios, é mister que o Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Cultura, através de creches e escolas, enfatizem a relevância da leitura por meio de um material destinado às famílias, a fim de que tal prática seja explicada e introduzida no dia-a-dia das crianças. Paralelo a isso, tais órgãos também devem construir uma biblioteca móvel, disponível em todas as cidades, com o objetivo de facilitar o caminho até os livros nas áreas de mais difícil acesso. Dessa forma, crianças como a pequena Matilda serão mais comuns e terão mais oportunidades que a mesma.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#49754
dricaag escreveu:@joanavitoria oi vida, se puder me prestigiar com a sua correção eu agradeço ♥️ desculpa qualquer incômodo!!!
claro! já já irei corrigir <3
#49774
Boa tarde! Aqui está sua correção :).

Introdução

No filme "Matilda", é retratada a história de uma garotinha inteligente que é adotada por pais grosseiros e ignorantes. Em certo ponto da trama, acompanhamos as adversidades enfrentadas pela protagonista na busca de sua paixão: os livros. Fora da ficção, mas não tão distante, a falta de incentivo familiar também é um dos desafios para a prática da leitura encarados pelo Brasil,* assim como a dificuldade do acesso aos livros, que contribui para esse infeliz cenário.

Gostei muito da sua introdução! Bem direta e de simples entendimento, deixando claro para o leitor o tema que será proposto e as duas problemáticas que serão desenvolvidas.

Desenvolvimento I

Em primeira análise, vale salientar a importância da leitura na formação e no desenvolvimento do ser humano. Segundo o filósofo John Locke, nós nascemos como uma folha em branco* e somos preenchidos ao longo do tempo* através de nossas experiências. Sob tal viés, é necessário ressaltar o papel da literacia na construção social e intelectual do indivíduo. Entretanto, o que se observa* é a ausência de apoio por parte das famílias, que agem de maneira negligente, inviabilizando assim* o contato imprescindível para com os livros. Por conseguinte, muitas crianças crescem sem compreender os benefícios de uma vida com leitura, e pior, acabam por não preencher corretamente as suas folhas.

Muito boa sua argumentação! Você explicou, de forma clara, as causas e consequências da falta de literacia familiar. Minha crítica aqui seria com o uso inadequado das vírgulas, te recomendo o canal do Professor Noslen que ensina muito bem sobre isso :). Além disso, no último período você utilizou uma metáfora a partir do inatismo de John Locke ("acabam por não preencher corretamente as suas folhas"), o que não seria em problema em uma redações como a FUVEST, por exemplo, mas no ENEM não se é recomendado. Fora isso, você está de parabéns!

Desenvolvimento II

Outrossim, é imperativo pontuar que o não reconhecimento desse déficit* reforça os obstáculos já existentes dessa problemática. Nessa perspectiva, muitas vezes* os percalços encontrados na busca por um livro* se tornam um dos principais agentes de segregação entre sujeito e obra. Em outras palavras: "No meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho." conforme dito pelo escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade. Uma vez que, sem conseguir chegar até os livros, não tem como estabelecer um relacionamento com eles. Dessa maneira, as "pedras" acabam impossibilitando muitos brasileiros de cruzarem o caminho do conhecimento.

Mais uma vez, tome cuidado com o uso de metáforas na sua redação. Na sua segunda argumentação, você poderia ter ido um pouco mais a fundo na problematização do entrave, esclarecendo o motivo pelo qual existem obstáculos na busca por livros. Dados sobre o hábito de leitura no Brasil também seria bom. Outra coisa é que o seu terceiro período, ao meu ver, poderia ter sido colocado de forma melhor; Ao invés de dizer "Em outras palavras: "No meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho." conforme dito pelo escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade. ", você poderia ter dito, por exemplo, dessa forma: "Em outras palavras, conforme dito pelo escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade, "No meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho.", uma vez que...". Também tome cuidado com citações coringas e clichês.

Conclusão

Portanto, para que se supere tais desafios, é mister que o Ministério da Educação (agente), em parceria com o Ministério da Cultura, através de (modo) creches e escolas, enfatizem a (ação)relevância da leitura por meio de um material destinado às famílias, a fim de (finalidade) que tal prática seja explicada e introduzida no dia-a-dia das crianças. Paralelo a isso, tais órgãos também devem construir uma biblioteca móvel, disponível em todas as cidades, com o objetivo de facilitar o caminho até os livros nas áreas de mais difícil acesso. Dessa forma, (detalhamento) crianças como a pequena Matilda serão mais comuns e terão mais oportunidades que a mesma.

Ótima proposta de intervenção, cumprindo todos os requisitos.

No geral, sua redação é ótima, parabéns pela estrutura organizada e pelo ótimo repertório. Alguns pontos que gostaria que você treinasse:
- Evitar o uso excessivo de metáforas;
- Evitar citações clichês;
- Treinar sobre o uso de vírgulas.
É isso, parabéns pela redação, continue treinando <3.
#49898
Oii, vamos lá!
Percebi alguns erros gramaticais na sua redação, como o uso inadequado de vírgulas.
Como a colega citou, evite o uso de citações clichês. O repertório precisa ser pertinente ao tema, ser mais específico pra determinada situação.
Uma dica legal é que você pesquise repertórios enquanto faz a redação, e depois vá se soltando aos poucos.
Outra coisa que deve ser evitada são os gerúndios e a conjugação dos verbos em 1° pessoa. Atente-se a isso!
Duas coisas que me ensinaram e vejo que você também tem problema é usar o "mesmo/mesma" como pronome, não faça isso. E também, usar palavras que indicam superficialidade das informações como "muitos", "muitas vezes", porque o corretor gosta mesmo é de dados estatísticos que comprovem quem são esses muitos.
No final da introdução, vi que você tentou utilizar o "assim" como conectivo aditivo, não acho que seja a função dele, então procure trocá-lo.
No mais, parabéns! Gostei muito da sua redação, principalmente da sua proposta de intervenção que me parece estar completa. Obrigada pela confiança! <3
#50182
marliac escreveu:Oii, vamos lá!
Percebi alguns erros gramaticais na sua redação, como o uso inadequado de vírgulas.
Como a colega citou, evite o uso de citações clichês. O repertório precisa ser pertinente ao tema, ser mais específico pra determinada situação.
Uma dica legal é que você pesquise repertórios enquanto faz a redação, e depois vá se soltando aos poucos.
Outra coisa que deve ser evitada são os gerúndios e a conjugação dos verbos em 1° pessoa. Atente-se a isso!
Duas coisas que me ensinaram e vejo que você também tem problema é usar o "mesmo/mesma" como pronome, não faça isso. E também, usar palavras que indicam superficialidade das informações como "muitos", "muitas vezes", porque o corretor gosta mesmo é de dados estatísticos que comprovem quem são esses muitos.
No final da introdução, vi que você tentou utilizar o "assim" como conectivo aditivo, não acho que seja a função dele, então procure trocá-lo.
No mais, parabéns! Gostei muito da sua redação, principalmente da sua proposta de intervenção que me parece estar completa. Obrigada pela confiança! <3
eu que agradeço ❤️

A redação está ótimo, […]

Comecei a estudar pro enem esse ano, essa é[…]

Alfabetização infantil no Brasil

A alfabetização começa na pri[…]

Atenção Exagerada causada pelo uso d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM