Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#38472
Desde o Iluminismo, entende-se que uma sociedade somente progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, na maioria das vezes não é isso que ocorre no Brasil, já que existem desafios complexos para a inclusão dos refugiados no país. Nesse sentido, observa-se uma problemática delicada em razão da má estrutura para recebê-los e da sensação de superioridade sob essas pessoas que precisa ser revertida.

Primeiramente, a falta de estrutura dificulta a inclusão dos refugiados no país. De acordo com o Conare (Conselho Nacional para Refugiados), o Brasil tem atualmente 8400 exilados conhecidos, mas deste total, apenas 791 foram reconhecidos como tal. Nessa perspectiva, os dados mostram o quão precário é o sistema Nacional para receber esses imigrantes, já que muitas vezes as análises demoram anos. Dessa forma, várias vistorias ainda aguardam julgamento e isso dificulta a inclusão dessas pessoas no país.

Além disso, outra causa para a configuração do problema é a sensação de superioridade que alguns sentem sob esses imigrantes. Nessa linha de pensamento, na Grécia Antiga, o preconceito contra os estrangeiros era muito frequente, pois na época essas pessoas não eram consideradas cidadãs, não podendo ter direitos como os outros indivíduos. Tal quadro assemelha-se ao do Brasil, visto que alguns brasileiros se sentem superiores a esses imigrantes, chegando infelizmente a cometer atos xenofóbicos e preconceituosos em busca de inferiorizá-los em razão do extremo orgulho sobre a identidade nacional. Desse modo, muitos exilados são rebaixados, o que faz com que sua inclusão seja ainda mais dificultada na sociedade brasileira.

Portanto, intervenções são necessárias. Para isso, o Ministério da Justiça e Segurança Pública - entidade governamental adotada para gerir os assuntos nacionais pertinentes ao Poder Judiciário - deve por meio de verbas, investigar a fundo casos preconceituosos e xenofóbicos, a fim de prender tais criminosos e fazer com que os grupos exilados sejam mais facilmente incluídos. Ademais, o Governo deve investir no sistema nacional com o fito de agilizar o processo de reconhecimento desses indivíduos. Assim, será possível que a sociedade brasileira se aproxime dos ideais iluministas no que diz respeito aos exilados.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 196

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 196

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 196

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 196

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#38480
@Ashiley,

1 - INTRODUÇÃO
Desde o Iluminismo, estende-se que uma sociedade somente progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, na maioria das vezes não é isso que ocorre no Brasil, já que existem desafios complexos para a inclusão dos refugiados no país. Nesse sentido, observa-se uma problemática delicada em razão da má estrutura para recebê-los e da sensação de superioridade sob essas pessoas que precisa ser revertida.

Comentário: Excelente introdução! Contém todos os critérios exigidos. Repertório, problematização + tese. Meus parabéns! Ficou incrível

2 - DESENVOLVIMENTO 1
Primeiramente, a falta de estrutura dificulta a inclusão dos refugiados no país. De acordo com o Conare (Conselho Nacional para Refugiados), o Brasil tem atualmente 8400 exilados conhecidos, mas deste total, apenas 791 foram reconhecidos como tal. Nessa perspectiva, os dados mostram o quão precário é o sistema Nacional para receber esses imigrantes, já que muitas vezes as análises demoram anos. Dessa forma, várias vistorias ainda aguardam julgamento e isso dificulta a inclusão dessas pessoas no país.

Comentário: Excelente desenvolvimento! Boa argumentação, um ótimo repertório legitimado e pertinente ao tema. Sem contar a ótima organização. Parabéns!

3 - DESENVOLVIMENTO 2
Além disso, outra causa para a configuração do problema é a sensação de superioridade que alguns sentem sob esses imigrantes. Nessa linha de pensamento, na Grécia Antiga, o preconceito contra os estrangeiros era muito frequente, pois na época essas pessoas não eram consideradas cidadãs, não podendo ter direitos como os outros indivíduos. Tal quadro assemelha-se ao do Brasil, visto que alguns brasileiros se sentem superiores a esses imigrantes, chegando infelizmente a cometer atos xenofóbicos e preconceituosos em busca de inferiorizá-los em razão do extremo orgulho sobre a identidade nacional. Desse modo, muitos exilados são rebaixados, o que faz com que sua inclusão seja ainda mais dificultada na sociedade brasileira.

Comentário: Não tenho o que falar, seu parágrafo está bem estruturado e contém uma ótima argumentação. Excelente!

4 - CONCLUSÃO
Portanto, intervenções são necessárias. Para isso, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (AGENTE) - entidade governamental adotada para gerir os assuntos nacionais pertinentes ao Poder Judiciário (DETALHAMENTO) - deve por meio de verbas (MEIO/MODO), investigar a fundo casos preconceituosos e xenofóbicos (AÇÃO), a fim de prender tais criminosos e fazer com que os grupos exilados sejam mais facilmente incluídos (EFEITO/FINALIDADE). Ademais, o Governo (AGENTE) deve investir no sistema nacional (AÇÃO) com o fito de agilizar o processo de reconhecimento desses indivíduos (EFEITO/FINALIDADE). Assim, será possível que a sociedade brasileira se aproxime dos ideais iluministas no que diz respeito aos exilados.

Comentário: Bem, sua conclusão contém uma proposta de intervenção completa, e isso já garante seus 200 na C5. Minha única dúvida foi: Quem vai direcionar essas verbas? O governo? Bem... É isso!


Não tive muito o que falar, pois sua redação ficou incrível (como sempre)! Meus parabéns. Aguardo seus próximos textos. ♡
#38493
Boa tarde,@Ashiley! Vou dá uma olhada na tua redação :D

INTRODUÇÃO:
Desde o Iluminismo, estende-se que uma sociedade somente progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, na maioria das vezes não é isso que ocorre no Brasil, já que existem desafios complexos para a inclusão dos refugiados no país. Nesse sentido, observa-se uma problemática delicada em razão da má estrutura para recebê-los e da sensação de superioridade sob [1] essas pessoas que precisa ser revertida.

Comentários:
[1] não seria "sobre"? Porque se é superioridade, está acima, certo? Corrija-me se eu estiver errado enquanto ao sentido que você quis pregar :?
. Um ótimo parágrafo de introdução, com todos os critérios inclusos ;)

D1:
Primeiramente, a falta de estrutura (do que/quem?) dificulta a inclusão dos refugiados no país. De acordo com o Conare (Conselho Nacional para Refugiados), o Brasil tem atualmente 8400 exilados conhecidos, mas deste total, apenas 791 foram reconhecidos como tal. Nessa perspectiva, os dados mostram o quão precário é o sistema Nacional para receber esses imigrantes, já que muitas vezes as análises demoram anos. Dessa forma, várias vistorias ainda aguardam julgamento e isso dificulta a inclusão dessas pessoas no país.

Comentário:
Ótimo parágrafo de desenvolvimento, não tenho oque falar. Parabéns :D

D2:
Além disso, outra causa para a configuração do problema é a sensação de superioridade que alguns sentem sob [1] esses imigrantes. Nessa linha de pensamento, na Grécia Antiga, o preconceito contra os estrangeiros era muito frequente, pois na época essas pessoas não eram consideradas cidadãs, não podendo ter direitos como os outros indivíduos. Tal quadro assemelha-se ao do Brasil, visto que alguns brasileiros se sentem superiores a esses imigrantes, chegando infelizmente a cometer atos xenofóbicos e preconceituosos em busca de inferiorizá-los em razão do extremo orgulho sobre a [2] identidade nacional. Desse modo, muitos exilados são rebaixados, o que faz com que sua inclusão seja ainda mais dificultada na sociedade brasileira.

Comentários:
[1] novamente esse "sob"... superioridade que alguns sentem abaixo desses imigrantes?
[2] trocaria esse "a"por "sua identidade nacional"
. Excelente parágrafo Ash, repertório pertinente e consolidado.

CONCLUSÃO:
Portanto, intervenções são necessárias [1]. Para isso [2], o Ministério da Justiça e Segurança Pública - entidade governamental adotada para gerir os assuntos nacionais pertinentes ao Poder Judiciário - deve por meio de verbas, investigar a fundo casos [3] preconceituosos e xenofóbicos, a fim de prender tais criminosos e fazer com que os grupos exilados sejam mais facilmente incluídos. Ademais, o Governo deve investir no sistema nacional com o fito de agilizar o processo de reconhecimento desses indivíduos. Assim, será possível que a sociedade brasileira se aproxime dos ideais iluministas no que diz respeito aos exilados.

Comentários:
[1] e [2] - necessárias para quê né? Nunca se esqueça de retomar seu objetivo. Percebe que um erro ocasionou outro? "Para isso" pede uma explicação anterior e não têm, isso compromete uma coesão maior.
[3] erro de concordância de número. O correto seria: "A fundos casos" ou se preferisse inserisse uma vírgula, " a fundo, casos.." que ficaria até melhor.
Fora isso, proposta incrível Ash! completa, produtiva e pertinente. Parabéns :lol:

Comentários finais: Redação incrível! só não terei como dá 200 na C2 por causa desses erros que te falei, caso eu esteja errado, me fale. No todo você apresentou um ótimo texto, bem organizado e produtivo, parabéns e continue assim! 👏👏
#39100
CORREÇÃO DE REDAÇÃO

TEMA: DESAFIOS PARA A INCLUSÃO DOS REFUGIADOS NA SOCIEDADE BRASILEIRA
POR: @Ashiley

Legenda:
erro
correção/sugestão/questionamento
repetição
comentários
elementos da proposta de intervenção


Desde o Iluminismo, estende-se que uma sociedade somente progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, na maioria das vezes não é isso que ocorre no Brasil, já que existem desafios complexos para a inclusão dos refugiados no país. Nesse sentido, observa-se uma problemática delicada em razão da má estrutura para recebê-los e da sensação de superioridade sob essas pessoas que precisa ser revertida.
Comentários: Excelente introdução, nada a dizer.

Primeiramente, a falta de estrutura dificulta a inclusão dos refugiados no país. De acordo com o Conare (Conselho Nacional para Refugiados), o Brasil tem atualmente 8400 exilados conhecidos, mas deste total, apenas 791 foram reconhecidos como tal. Nessa perspectiva, os dados mostram o quão precário é o sistema Nacional[1] para receber esses imigrantes, já que muitas vezes as análises demoram anos(que análises?). Dessa forma, várias vistorias ainda aguardam julgamento e isso dificulta a inclusão dessas pessoas no país.
[1] Creio que não se escreve com letra maiúscula (posso estar errada).
Comentários: O tema central do parágrafo é a falta de estrutura para a inclusão dos refugiados, então a pergunta a ser respondida é: por que e como essa falta de estrutura é uma das causas do problema? Você responde à pergunta utilizando o repertório e reforça dizendo que as análises demoram anos, ok, mas o que isso tem haver com a estrutura? Ao meu ver, o parágrafo ficou bom, só faltou esclarecer que análises são essas e qual é a relação delas com a estrutura do país.

Além disso, outra causa para a configuração do problema é a sensação de superioridade que alguns sentem sob esses imigrantes. Nessa linha de pensamento, na Grécia Antiga, o preconceito contra os estrangeiros era muito frequente, pois na época essas pessoas não eram consideradas cidadãs, não podendo ter direitos como os outros indivíduos. Tal quadro assemelha-se ao do Brasil, visto que alguns brasileiros se sentem superiores a esses imigrantes, chegando infelizmente a cometer atos xenofóbicos e preconceituosos em busca de inferiorizá-los em razão do extremo orgulho sobre a identidade nacional. Desse modo, muitos exilados são rebaixados, o que faz com que sua inclusão seja ainda mais dificultada na sociedade brasileira.
Comentários: Parágrafo muito bom, mas como você comprova que os brasileiros cometem atos xenofóbicos? Ao meu ver, essa parte ficou meio sem sustentação.

Portanto, intervenções são necessárias. Para isso, o Ministério da Justiça e Segurança Pública(agente) - entidade governamental adotada para gerir os assuntos nacionais pertinentes ao Poder Judiciário(detalhamento do agente) - deve, por meio de verbas, investigar a fundo casos preconceituosos e xenofóbicos(meio + ação), a fim de prender tais criminosos e fazer com que os grupos exilados sejam mais facilmente incluídos(finalidade). Ademais, o Governo(agente2) deve investir no sistema nacional(ação2) com o fito de agilizar o processo de reconhecimento desses indivíduos(finalidade2). Assim, será possível que a sociedade brasileira se aproxime dos ideais iluministas no que diz respeito aos exilados.

Comentários: Sua proposta está completa e bem explicada. Só achei o meio um pouco vago, que verbas são essas? Quem vai disponibilizá-las?

Espero que eu tenha te ajudado de alguma forma. Aguardo mais redações! ;)

Assim como apresentado no grandioso filme da Disne[…]

Primeiramente com os avanços da tecnologia […]

O artigo sexto da Constituição Feder[…]

Ashiley , obg

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM