Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#46259
No Brasil, o direito à educação da pessoa surda só começou em meados de 1857, durante o governo de Dom Pedro II. Entretanto, é possível notar que essa inclusão não atingiu a lacuna necessária, já que não existe um sistema educacional inclusivo em todas as escolas do país. Consequentemente, ocorre uma carência de alunos com deficiência nas escolas, devido à omissão do governo mediante a falta de assistência e estrutura, bem como a ausência da acessibilidade ao meio de trabalho.

Primeiramente, verifica-se a omissão do governo em garantir a educação às pessoas com deficiência. Segundo o Estatuto da Pessoa com Deficiência, é dever do Estado assegurar um sistema educacional inclusivo em todos os níveis ao longo de toda a vida do deficiente. No entanto, sabe-se que a realidade é diferente da recomendada no estatuto, visto que as escolas não possuem nem infraestrutura para receber um aluno deficiente, quanto mais existir um sistema inclusivo para eles, vale lembrar também, que não há institutos especializados em todas as cidades do país. Em virtude disso, a cada ano ocorre uma queda no número de pessoas surdas matriculadas nas escolas, o que viola a obrigação do governo em alcançar o máximo de desenvolvimento nos indivíduos. Logo, é preciso que o poder público dê a devida atenção a essas pessoas.

Além disso, há de se considerar que a imobilidade do governo reflete na inclusão da pessoa com deficiência ao mercado de trabalho. De acordo com a declaração da escritora Kathryn Lomer, ela nasceu com a voz em suas mãos. Sob esse ponto de vista, percebe-se que a língua dos sinais representa a voz dos surdos, em vista disso surge a importância da inclusão de Libras nas escolas, para que se proporcione a compreensão e participação dos indivíduos na educação e no meio de trabalho. Dessa forma, o poder público não continuará em dívida com essas pessoas, quando garantir a inclusão ao meio social sem tamanha dificuldade.

Portanto, são necessárias políticas públicas para resolver os desafios que os surdos enfrentam no Brasil. Logo, é preciso que o Governo Federal invista na construção de institutos próprios para pessoas com deficiência em cada município ou pelo menos em cada região dos estados – como a região metropolitana, serrana, rural –, e na reforma das escolas para a adaptação de infraestrutura, por intermédio do poder executivo com seus governadores e prefeitos, a fim de assegurar a educação às pessoas com deficiência. Ademais, também é fundamental que o MEC inclua a Libras como disciplina obrigatória, para que facilite a comunicação entre as pessoas e torne o ambiente de trabalho mais acessível e inclusivo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#46426
jherodrigues escreveu:Quando alguém puder corrigir, por favor! <3
@GlendaMorais @Ashiley @Geralcinoj @Jeniffeeee
Posso sim! Aguarde, entretanto. :mrgreen:
#46460
@jherodrigues, gostei muito do seu texto, não vi grandes problemas então vou deixar a correção detalhada para outra pessoa. Vi apenas algumas poucas repetições de palavras, de resto boa argumentação, organização, uso de conectivos e boa escolha de repertórios. Além disso, sua proposta de intervenção está completa... parabéns! :D
#46620
CORREÇÃO (X)

No Brasil, o direito à educação da pessoa surda só começou em meados de 1857, durante o governo de Dom Pedro II. Entretanto, é possível notar que essa inclusão não atingiu a lacuna necessária, já que não existe um sistema educacional inclusivo em todas as escolas do país. Consequentemente, ocorre uma carência de alunos com deficiência nas escolas, devido à omissão do governo mediante a falta de assistência e estrutura, bem como a ausência da acessibilidade ao meio de trabalho.

Primeiramente, verifica-se a omissão do governo em garantir a educação às pessoas com deficiência. Segundo o Estatuto da Pessoa com Deficiência, é dever do Estado assegurar um sistema educacional inclusivo em todos os níveis ao longo de toda a vida do deficiente. No entanto, sabe-se que a realidade é diferente da recomendada no estatuto, visto que as escolas não possuem nem infraestrutura para receber um aluno deficiente, quanto mais existir um sistema inclusivo para eles, vale lembrar também,(2) que não há institutos especializados em todas as cidades do país. Em virtude disso, a cada ano ocorre uma queda no número de pessoas surdas matriculadas nas escolas, o que viola a obrigação do governo em alcançar o máximo de desenvolvimento nos indivíduos. Logo, é preciso que o poder público dê a devida atenção a essas pessoas.

Além disso, há de se considerar que a imobilidade do governo reflete na inclusão da pessoa com deficiência ao mercado de trabalho. De acordo com a declaração da escritora Kathryn Lomer, ela nasceu com a voz em suas mãos. Sob esse ponto de vista, percebe-se que a língua dos sinais representa a voz dos surdos, em vista disso surge a importância da inclusão de Libras nas escolas(3), para que se proporcione a compreensão e participação dos indivíduos na educação e no meio de trabalho. Dessa forma, o poder público não continuará em dívida com essas pessoas, quando garantir a inclusão ao meio social sem tamanha dificuldade.

Portanto, são necessárias políticas públicas para resolver os desafios que os surdos enfrentam no Brasil. Logo, é preciso que o Governo Federal invista na construção de institutos próprios para pessoas com deficiência em cada município ou pelo menos em cada região dos estados – como a região metropolitana, serrana, rural –, e na reforma das escolas para a adaptação de infraestrutura, por intermédio do poder executivo com seus governadores e prefeitos, a fim de assegurar a(4) educação às pessoas com deficiência. Ademais, também é fundamental que o MEC inclua a Libras como disciplina obrigatória, para que facilite a comunicação entre as pessoas e torne o ambiente de trabalho mais acessível e inclusivo.

OBSERVAÇÕES:
(1)-Eu não entendi a relação disso com o tema. Por isso que é importante os textos motivadores na correção. Talvez algum deles falasse disso, o que traz uma abertura para essa vertente. Ademais, eu vi os textos motivadores desse mesmo tema do Enem de 2017 e você utiliza os dados dele. Saiba que isso diminui a sua nota, porém como não possui essa situação aqui, considerarei somente o tema.

(2)-Vírgula errada.

(3)-Parabéns! Fazer isso demonstra planejamento e explicita que esses problemas vêm do mesmo local.

(4)-Acho que está errado colocar o artigo aí. É como falar assim: Garçom, eu vou querer a salada. Percebe que é como houvesse alternativas? Então não acho correto a forma que você utilizou.
Pode ser interpretado também que você quer o melhor de algo específico, mas acho que é meio que coloquial. Não sei direito.
Ex.: Você não quer educação aos deficientes e sim a educação para eles.

Não consegui falar muito sobre a sua redação. Acho que falei de coisas que não são relevante, pois realmente não consegui encontrar. Só se atente em seguir o que o Enem quer que você fale.

:!: Falando de outra coisa, se puder corrigir a minha redação lhe agradeço muito :lol:
#46646
jherodrigues escreveu:@Geralcinoj, muuito obrigada, é relevante sim! eu não sabia que diminui a nota pegar algumas coisinhas dos textos, já vou ficar esperta :D
Sim. A penalização é até grande. O que você pode fazer é somente falar com outras palavras sobre os textos motivadores (Acho uma estratégia arriscada, mas muitas pessoas usam). E ainda os seus argumentos ficam restringidos pelo repertório e textos motivadores. Se você ver a minha última redação, vai perceber que tem, nos textos motivadores, um gráfico e eu utilizo ele como argumento no segundo desenvolvimento.

Fico feliz em ter ajudado. :D

De forma geral, argumentação excelen[…]

A constituição federal de 1988 - Nor[…]

Olá boa noite! Vi que já pontuaram s[…]

A constituição de 1988 documento jur[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM