Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#45707
Desde o iluminismo, entende-se que uma sociedade só progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, quando se observa a precária condição da educação ofertada aos surdos no país verifica-se que esse ideal iluminista é constatado na teoria e não desejavelmente na prática e a problemática persiste intrinsecamente a realidade do país. Nesse contexto, torna-se clara a insuficiência de estruturas especializadas no acompanhamento desse público, bem como o entendimento acerca do papel social desse arranjo.

É indubitável que a questão constitucional e sua aplicação estejam entre as causas do problema. Tal fato se reflete nos escassos investimentos governamentais em qualificação profissional e em melhor suporte físico, medidas que tornariam o ambiente educandário mais inclusivo para os surdos, e devido à falta de administração e fiscalização pública por parte de algumas gestões isso não é firmado.

Outro ponto relevante, nessa temática, é o preconceito da sociedade que ainda é agente ativo na segregação dos deficientes auditivos frente à sociedade. Um exemplo disso é a difícil introdução dos surdos no mercado de trabalho devido à intolerância inerente à sociedade brasileira. Seguindo essa linha de raciocínio, o historiador Nicolau Maquiavel sustenta a ideia que os preconceitos têm mais raízes do que os princípios. Assim, uma mudança nos valores da sociedade é imprescindível para transpor as barreiras à construção educacional dos surdos.

É evidente, portanto, que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas que visem a construção de um mundo melhor. Para que isso ocorra, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) deve inserir deficientes auditivos nas escolas, através da admissão de intérpretes e disponibilização de vagas em fundações integradoras, com o propósito de efetivar a inclusão social dos surdos, considerando que a escola é a principal arma do estado. Ademais, como já dito pelo pedagogo Paulo Freire, a educação transforma as pessoas e essas mudam o mundo. Logo, é dever do Estado à criação e implantação de um projeto nas escolas o qual promova palestras e apresentações artísticas que discutam a pluralidade a respeito do cotidiano e dos direitos dos surdos, a fim de que o tecido social brasileiro se desprenda de certos tabus para que não viva a realidade das sombras, assim como na alegoria da caverna de Platão.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#45881
Contextualização
Apresentação do tema
Tese
Tópico Frasal
Dados
Argumentação
Arrematação da Tese
Arrematação de tese na conclusão
Elementos da proposta de intervenção
Frase de efeito
Termos coesivos
Comentários

Desde o iluminismo, entende-se que uma sociedade só progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, quando se observa a precária condição da educação ofertada aos surdos no país verifica-se que esse ideal iluminista é constatado na teoria e não desejavelmente na prática e a problemática persiste intrinsecamente a realidade do país. Nesse contexto, torna-se clara a insuficiência de estruturas especializadas no acompanhamento desse público, bem como o entendimento acerca do papel social desse arranjo.( Boa! Contextualiza, apresenta o tema e a tese!!)

É indubitável que a questão constitucional e sua aplicação estejam entre as causas do problema. Tal fato se reflete nos escassos investimentos governamentais em qualificação profissional e em melhor suporte físico, medidas que tornariam o ambiente educandário mais inclusivo para os surdos, e devido à falta de administração e fiscalização pública por parte de algumas gestões isso não é firmado.( Nesse desenvolvimento só vejo sua argumentação. Falta o repertório e a arrematação da tese!!)

Outro ponto relevante, nessa temática, é o preconceito da sociedade que ainda é agente ativo na segregação dos deficientes auditivos frente à sociedade. Um exemplo disso é a difícil introdução dos surdos no mercado de trabalho devido à intolerância inerente à sociedade brasileira. Seguindo essa linha de raciocínio, o historiador Nicolau Maquiavel sustenta a ideia que os preconceitos têm mais raízes do que os princípios. Assim, uma mudança nos valores da sociedade é imprescindível para transpor as barreiras à construção educacional dos surdos.
( Sua argumentação está rasa e superficial. Elabore melhor seus parágrafo!!)

É evidente, portanto, que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas que visem a construção de um mundo melhor. Para que isso ocorra, o Ministério da Educação e Cultura (MEC)(Agente) deve inserir deficientes auditivos nas escolas, através da admissão de intérpretes e disponibilização de vagas em fundações integradoras( Ação), com o propósito de efetivar a inclusão social dos surdos, considerando que a escola é a principal arma do estado( FinalidadE). Ademais, como já dito pelo pedagogo Paulo Freire, a educação transforma as pessoas e essas mudam o mundo. Logo, é dever do Estado ( Agente)à criação e implantação de um projeto nas escolas ( Ação)o qual promova palestras e apresentações artísticas que discutam a pluralidade a respeito do cotidiano e dos direitos dos surdos,( Deatalhamento) a fim de que o tecido social brasileiro se desprenda de certos tabus para que não viva a realidade das sombras( FinalidadE), assim como na alegoria da caverna de Platão.( Faltou meio da segunda proposta!!)

Sua redação precisa de melhora. Estude argumentação, repertório , arrematação de tese e proposta de intervenção.
No mais , é só!

@GlendaMorais,você poderia corrigir minha re[…]

De acordo com a ABI (Associação Bras[…]

A constituição de 1988 documento jur[…]

@GlendaMorais,você poderia corrigir minha re[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM