Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58924
Título: A falta de autoconhecimento e a dependência emocional em relação ao desemprego entre os jovens.

De acordo com os dados de Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), mostra que, enquanto a taxa de desemprego de forma geral está em 11%, entre os jovens, a estatística sobe para 26%. Diante disso, um dos fatores que contribui para esse aumento é não só a falta de autoconhecimento tanto profissional quanto pessoal do jovem trabalhista, mas também a dependência emocional.

“Dificilmente vejo jovens que sabem de verdade no que são bons e quais são seus potenciais”, diz Luana de Paula, diretora de desenvolvimento de novos negócios no Grupo Cia de Talentos. Por consequência a falta de autoconhecimento pode levar o jovem que está começando a entrar em sua carreira profissional perder boas oportunidades no mercado de trabalho e fazer suas escolhas equivocadamente levando assim a ter um emprego no qual esteja insatisfeito.

Outro fator que retarda o assunto em discussão é a dependência emocional tanto individual quanto ocupacional que é caracterizada pela sensação de que algo ou alguém é extremamente necessária, a ponto de ser impossível viver sem. Por conseguinte afetando diretamente o bem-estar do indivíduo podendo levar ele a ter algum transtorno psicológico. Nesse sentido, deixando assim de aproveitar os momentos fora do âmbito de trabalho.

Perante ao exposto, medidas devem ser tomadas para mitigar o desemprego entre os jovens. À vista disso é de responsabilidade própria fazer um trabalho de autoconhecimento, aprender a lidar com as frustrações, ter automotivação para mudar, aprender a ter uma estabilidade emocional (se necessário procurar ajuda profissional) e a se desligar emocionalmente do trabalho, dessa forma, o jovem consegue dar o melhor de si para a entrada e permanência no mercado de trabalho.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na série " as telefonistas ", em […]

Ashiley Oii, você poderia corrigir minh[…]

É de conhecimento geral que, a tradi&ccedi[…]

.Promulgada em 2014 , a Lei 12.965/2014 tem o obje[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM