Avatar do usuário
Por francesc
Quantidade de postagens
#127237
No filme da Pixar "Valente", a personagem Merida desafia as expectativas sociais e busca sua liberdade. De maneira análoga, no Brasil, as cotas surgem como uma forma de combater as desigualdades e garantir oportunidades para aqueles que foram historicamente oprimidos.

No âmbito educacional, as cotas se apresentam como uma estratégia para enfrentar a desigualdade que há décadas permeia o sistema de ensino. Elas buscam equilibrar as oportunidades, reduzindo a disparidade entre o ensino público e privado. Como afirmou Paulo Freire, educador brasileiro de renome, a educação é um alicerce essencial para a emancipação do indivíduo e a construção de uma sociedade justa.

Entretanto, a realidade da educação pública no país retrata uma lacuna significativa entre as expectativas de igualdade e a prática. A defasagem estrutural e a falta de investimento no ensino público geram desvantagens para os alunos provenientes desse ambiente. Evidencia-se aí a carência de asseguramento dos direitos fundamentais, como a igualdade de oportunidades para todos, conforme preconiza o artigo 5º da Constituição.

Para solucionar essa questão, é imperativo que medidas efetivas sejam adotadas. O Ministério da Educação, em sinergia com o Ministério da Fazenda, precisa assumir o compromisso de ampliar substancialmente o aporte financeiro destinado à educação pública. Esse investimento não só equacionará a disparidade entre os sistemas de ensino, como também fornecerá a estrutura e os recursos necessários para o pleno desenvolvimento dos alunos.

Ademais, é crucial que se vá além da mera inclusão e se promova a permanência dos estudantes nas instituições de ensino. Programas de suporte pedagógico, mentorias e capacitações podem ser implementados para garantir a eficácia das cotas e a formação integral dos indivíduos beneficiados por essa política.

Em síntese, assim como Merida, que enfrentou obstáculos para conquistar sua liberdade, as cotas surgem como um mecanismo para desafiar as amarras da desigualdade educacional. O caminho para a equidade passa pelo compromisso contínuo do Estado em investir na educação pública, garantindo, assim, a efetivação dos princípios de igualdade e justiça social em nossa sociedade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
1 Respostas 
105 Exibições
por Higorvaz
0 Respostas 
81 Exibições
por Ricardo10M
0 Respostas 
81 Exibições
por nnahx
5 Respostas 
391 Exibições
por Wesley529
6 Respostas 
224 Exibições
por LETICIA777
0 Respostas 
402 Exibições
por Claramach4do
0 Respostas 
246 Exibições
por Edemar
0 Respostas 
361 Exibições
por linsley
0 Respostas 
211 Exibições
por sofialimaaaa
5 Respostas 
280 Exibições
por carlaburi02

Maxy Sooofll yagorodoli JoaoPedro72

Utilize o número do artigo, ao invés[…]

Texto corrigido: Segundo o educador brasileiro Pa[…]

Redação Corrigida: A vergonha e o p[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM